Manual do Metabo TS 254

Abaixo está disponível um manual do Metabo TS 254. Todos os manuais do ManualsCat.com podem ser visualizados gratuitamente. Pelo botão "Seleccionar uma língua", podes escolher em que lingua preferes visualizar o manual.

  • Marca: Metabo
  • Produto: Estação de serra
  • Modelo/nome: TS 254
  • Tipo de ficheiro: PDF
  • Línguas disponíveis: Holandês, Inglês, Alemão, France, Espagnol, Italien, Suédois, Português, Dinamarquês, Polonês, Russo, Norueguês, Finlandês, Tcheco, Húngaro

Índice

Página: 68
69
PORTUGUÊS
1. Visão geral da serra
2. Leitura do manual!
3. Segurança
4. Montagem
5. Colocação em funcionamento
6. Operação
7. Transporte
8. Manutenção e conservação
9 Conselhos e truques
10. Acessórios disponíveis
11. Conserto
12. Reciclagem
13. Problemas e avarias
14. Dados técnicos
1. Visão geral da serra
3
1
4
5
6
7
12
13
15
18 17
Lado traseiro:
22 23
2
24
Lado direito:
20
8
16
21
19
11
9
14
10
1 Batente transversal
2 Extensão da bancada no compri-
mento
3 Resguardo contra aparas
4 Adaptador de aspiração
5 Mangueira de aspiração
6 Guia paralela
7 Dispositivo de arrasto
8 Extensão da bancada na largura
9 Alavanca de aperto para a exten-
são da bancada na largura
10 Depósito dispositivo de arrasto
11 Pé/punho
12 Interruptor liga/desliga
13 Roda manual para a regulagem
do ângulo de inclinação
14 Manivela para regulagem da
altura de corte
15 Paragem do limitador de inclina-
ção
16 Alavanca de aperto do ângulo de
inclinação
17 Porta-lâmina de serra
18 Assento da ferramenta
19 Chave de bocas
20 Depósito resguardo contra apa-
ras
21 Depósito da guia paralela
22 Depósito do batente transversal
23 Porta-cabo
24 Extracção de aparas
Índice
17028992_10_TS254_PT.fm Manual original PORTUGUÊS
Página: 69
PORTUGUÊS
70
AVISO – Ler as Instruções de
Serviço para reduzir um risco de
ferimentos e lesões.
AVISO Leia todas as indicações de
segurança e instruções. A um descui-
do no cumprimento das indicações de
segurança e das instruções podem ha-
ver choque eléctrico, incêndio e/ou gra-
ves lesões
Guardar todas as indicações de se-
gurança e instruções para futuras
consultas. Quando entregar esta ferra-
menta eléctrica a outros, faça-o sempre
acompanhado destes documentos.
– Estas Instruções de Serviço dirijam-
se às pessoas com conhecimentos
técnicos básicos no manuseio de
ferramentas eléctricas, como a aqui
descrita. Se não tiver práticas no
uso com este tipo de ferramentas
eléctricas, deverá de início, procurar
a ajuda de uma pessoa experiente.
– O fabricante não assume a garantia
sobre qualquer dano que seja fruto
da inobservância destas Instruções
de Serviço.
As informações contidas nestas Instru-
ções de Serviço foram marcadas con-
forme segue:
Perigo!
Alerta diante de danos
físicos pessoais ou da-
nos ao meio ambiente.
Perigo de choque eléc-
trico! Alerta diante de
danos físicos pessoais
devido à corrente eléc-
trica.
Perigo de arrasto!
Alerta: Danos pessoais
produzidos por causa
de que se agarrem par-
tes do corpo ou roupa
que possa ser puxadas.
Atenção!
Alerta diante de danos
materiais.
Nota:
Informações complemen-
tares.
3.1 Utilização autorizada
A ferramentas eléctricas é apropriada
para serrar madeira maciça, compensa-
do, placas de aglomerado e materiais
similares, no sentido longitudinal e
transversal.
Os metais só podem ser cortados cum-
prindo as seguintes limitações:
– Apenas com lâmina de serra ade-
quada
(consultar "Acessórios disponíveis")
– Apenas metais não-ferrosos
(nenhum metal duro ou temperado)
Peças em trabalho circulares só podem
ser serradas com um dispositivo de su-
porte apropriado, pois as mesmas po-
dem rodar em consequência da lâmina
de serra giratória.
Ao serrar peças em trabalho planas na
posição vertical, deve ser utilizado um
batente apropriado para um guia segu-
ro.
Não é permitido usar a ferramenta eléc-
trica sem dispositivo de protecção ade-
quado, para ensamblar ou ranhurar.
Não usar serras circulares para abrir
fendas (ranhura final numa peça)
Qualquer outro tipo de utilização não é
autorizado e é, além disso proibido. O
fabricante não assume a garantia sobre
qualquer dano que seja fruto do uso in-
devido.
Se o operário efectuar modificações na
ferramentas eléctricas ou utilizar peças
que não foram devidamente verificadas
nem autorizadas pelo fabricante, po-
dem produzir-se danos imprevisíveis
durante o funcionamento.
3.2 Indicações gerais de
segurança
Atenção! Na utilização de ferramentas
eléctricas, sempre deve dar atenção às
seguintes medidas de segurança como
protecção contra choque eléctrico, risco
de lesões e de incêndio.
 Na utilização desta ferramenta eléc-
trica deve observar e seguir as se-
guintes instruções sobre a seguran-
ça, para excluir um perigo a
pessoas ou danos materiais.
 Cumpra as instruções especiais de
segurança pormenorizadas em
cada um dos capítulos.
 Segundo o caso, observe as nor-
mas legais ou as prescrições relati-
vas à prevenção de acidentes no
trabalho estipuladas para o uso de
serras circulares.
Perigos gerais!
 Mantenha o posto de trabalho sem-
pre limpo, dado que a desordem
nesta zona poderia ser causa de
acidentes.
 Seja prudente. Preste muita atenção
à tarefa que realiza. Realize o traba-
lho seguindo o senso comum. Não
utilize a ferramenta eléctrica se não
é capaz de concentrar-se.
 Levar em conta as condições am-
bientais. Assegurar a boa ilumina-
ção do sítio de trabalho.
 Evitar as posturas incómodas. Ga-
ranta um apoio de pés firme e está-
vel que lhe garanta sempre um equi-
líbrio adequado.
 Para trabalhar peças compridas, uti-
lize os suportes adequados para
apoiar a peça a processar.
 Não utilize ferramentas eléctricas
onde houver perigo de fogo ou de
explosão.
 Esta ferramenta eléctrica só deve
ser colocada em funcionamento e
utilizada por pessoas que estejam
familiarizadas com serras circulares
e que estejam conscientes dos ris-
cos que advêm da sua utilização.
Os menores de 18 anos somente
poderão utilizar a ferramenta eléctri-
ca estando supervisionados por um
instrutor, durante o curso de forma-
ção profissional.
 Mantenha terceiras pessoas, em es-
pecial crianças, fora da zona de pe-
rigo. Durante a execução do traba-
lho deverá impedir que outras
pessoas toquem a ferramenta eléc-
trica ou o cabo de alimentação liga-
do à tomada eléctrica.
 Nunca sobrecarregue esta ferra-
menta eléctrica. O equipamento só
deverá ser utilizado dentro das mar-
gens de potência indicadas nas res-
pectivas características técnicas.
Perigo devido a corrente eléc-
trica!
 Não deixe a ferramenta eléctrica
apanhar chuva.
Não utilize a ferramenta eléctrica em
ambientes húmidos ou molhados.
Durante o trabalho com esta ferra-
menta eléctrica, jamais permita o
contacto entre o seu corpo e peças
ligadas mediante ligação à terra,
como por exemplo, radiadores, ca-
nalizações, fogões eléctricos, frigorí-
ficos, etc.
2. Leitura do manual! 3. Segurança
Página: 70
PORTUGUÊS
71
 Jamais utilize o cabo de alimenta-
ção da ferramenta eléctrica para ou-
tros fins.
Atenção: Perigo de feridas e
esmagamentos ocasionados por pe-
ças em movimento!
 Não colocar a ferramenta eléctrica
em funcionamento sem ter antes
instalado os respectivos dispositivos
de protecção.
 Manter sempre uma distância sufi-
ciente à lâmina de serra. Se for ne-
cessário, utilizar os dispositivos de
alimentação previstos para o efeito.
Durante o funcionamento da ferra-
menta eléctrica deverá manter a dis-
tância suficiente entre os compo-
nentes em movimento.
 Antes de retirar qualquer pedaço
pequeno do interior da peça em tra-
balho, de restos de madeira, etc., do
local de trabalho, aguarde até que a
serra circular se encontre totalmente
parada.
 Nunca trave a lâmina de serra em
movimento por inércia exercendo
pressão lateral.
 Antes de efectuar qualquer tarefa de
manutenção deverá comprovar que
a ferramenta eléctrica esteja desli-
gada da rede eléctrica.
 Antes de ligar a ferramenta eléctrica
(por exemplo, para efectuar traba-
lhos de manutenção) deverá verifi-
car a não existência de ferramentas
de montagem ou de peças soltas no
aparelho.
 Desligar a ferramenta eléctrica se
não pretende utilizá-la.
Atenção: Perigo de corte mes-
mo com a ferramenta de corte para-
da!
 Utilize luvas de protecção para efec-
tuar a troca de ferramentas de corte.
 Guarde cuidadosamente a lâmina
de serra para que ninguém se possa
magoar.
Perigo de bloqueamento e re-
torno (peça agarrada pela lâmina de
serra e projectada contra o opera-
dor)!
 Trabalhe sempre com a cunha abri-
dora devidamente ajustada.
 A cunha abridora e a lâmina de ser-
ra usada precisam ser adequadas
uma para a outra: A cunha abridora
não deve ser mais larga do que a
largura da fuga do corte e não ser
mais fina do que a lâmina mestre.
 Não colocar as peças em trabalho
em posição oblíqua.
 Observar qual é a lâmina de serra
que melhor se adapta ao material da
peça em trabalho.
 Serrar apenas peças em trabalho
delgadas ou de paredes delgadas
com lâminas de dentes de precisão.
 Utilizar sempre lâminas de serra
amoladas.
 No caso de dúvidas, examinar as
peças em trabalho em relação a cor-
pos estranhos (por exemplo, pre-
gos ou parafusos).
 Apenas deverá serrar peças cujas
dimensões permitam uma fixação
segura durante a execução do tra-
balho.
 Nunca corte múltiplas peças simul-
taneamente – nem qualquer feixe
composto por diversas peças indivi-
duais. Existe o risco de acidentes
quando diversas peças individuais
são agarradas descontroladamente
pela lâmina de serra.
 Remova pequenas partes de peças,
restos de madeira, etc. da área de
trabalho – para tal, a lâmina de serra
tem de estar imóvel.
Perigo de arrasto!
 Ter atenção para que, durante o seu
uso, as peças rotatórias não se
agarrem e puxem qualquer parte do
corpo ou qualquer roupa (não usar
gravata, não usar luvas, nem usar
roupas que tenham as mangas lar-
gas; colocar sempre uma rede
quando se tem os cabelos compri-
dos).
 Jamais cortar peças que contenham
– cordas
– cordões
– faixas
– cabos ou
– materiais semelhantes.
Atenção: Perigo se o equipa-
mento de protecção pessoal for in-
suficiente.
 Use protecção auditiva.
 Use óculos de protecção.
 Use máscara de protecção contra o
pó.
 Use roupa de trabalho adequada.
 Para trabalhar sob a acção de cer-
tos agentes atmosféricos (chuva,
neve, etc.), use sapatos com sola
antiderrapante.
 Utilize luvas de proteção ao manu-
sear lâminas de serra e peças de
trabalho rugosas. Transporte as lâ-
minas de serra num recipiente.
Atenção: Perigo ocasionado
pelo pó de madeira!
 Alguns tipos de pó de madeira (por
exemplo, de faia, carvalho ou freixo)
podem causar cancro ao ser inspira-
do. Trabalhe sempre com um dispo-
sitivo de aspiração. O dispositivo de
aspiração deverá cumprir com os
valores indicados nas especifica-
ções técnicas.
 Procure que, durante o trabalho, se
desprenda a menor quantidade pos-
sível de pó de madeira:
– limpe os resíduos de pó de ma-
deira da zona de trabalho (não
soprar!);
– elimine eventuais fugas que exis-
tam no dispositivo de aspiração;
– mantenha sempre a melhor venti-
lação possível.
Perigo devido a modificações
técnicas ou à utilização de peças
não comprovadas nem aprovadas
pelo fabricante da máquina!
 Montar a ferramenta eléctrica se-
guindo estritamente as instruções
do fabricante.
 Utilize apenas peças autorizadas
pelo fabricante. Especialmente no
caso de:
– lâminas de serra (número de en-
comenda consultar Acessórios
disponíveis);
– dispositivos de segurança (para
saber o correspondente número
de pedido deve-se consultar a lis-
ta de peças de substituição).
 Não efectuar modificações em ne-
nhuma peça.
Atenção: Perigo de danos no
aparelho!
 Limpar cuidadosamente a ferramen-
ta eléctrica e os respectivos acessó-
rios. Cumprir as prescrições do fa-
bricante para efectuar tarefas de
manutenção.
 Antes de cada operação, verifique
se o equipamento apresenta even-
tuais danificações: Antes de conti-
nuar a usar o equipamento, deve
controlar a função devida e impecá-
vel dos dispositivos e dos equipa-
mentos de protecção, assim como
das peças levemente danificadas.
Controlar se todas as peças móveis
Página: 71
PORTUGUÊS
72
funcionam correctamente e não es-
tão emperradas. Todas as peças
deverão ser correctamente monta-
das e cumprir todas as condições
para, assim, garantir o perfeito fun-
cionamento do aparelho.
 Os dispositivos de protecção ou as
peças danificadas devem ser repa-
radas ou trocadas numa oficina es-
pecializada autorizada. Para a subs-
tituição de interruptores danificados
dirija-se a uma oficina de serviço
pós-venda autorizada. Não utilize a
ferramenta eléctrica se não for pos-
sível ligá-la ou desligá-la por meio
do interruptor.
 Conserve todos os punhos secos e
isentos de óleo ou graxa.
Perigo devido a ruído!
 Use protecção auditiva.
 Preste atenção para que a cunha
abridora não esteja dobrada. Uma
cunha abridora dobrada pressiona a
peça em trabalho, lateralmente,
contra a lâmina de serra. Isto provo-
ca barulho.
Perigo devido a peças bloque-
adoras ou peças em trabalho!
Se surgir um bloqueio:
1. Desligar o aparelho.
2. Retirar a ficha da tomada.
3. Usar luvas.
4. Remover o bloqueio com uma ferra-
menta adequada.
3.3 Símbolos da máquina
Informação sobre a placa indicadora
do tipo:
Sinais de segurança
Perigo!
A negligência dos se-
guintes alertas pode re-
sultar em graves lesões
ou ferimentos ou danos
materiais.
Ler as Instruções de Servi-
ço.
Não pegar na lâmina de
serra em rotação.
Usar óculos de protecção
e
protecção auditiva.
Não usar a ferramenta
eléctrica em ambientes hú-
midos ou molhados.
3.4 Dispositivos de segu-
rança
Cunha abridora
A cunha abridora (33) impede as peças
em corte de serem apanhadas pelos
dentes da lâmina e serem projectadas
para o operador.
A cunha abridora tem de estar sempre
instalada durante a operação.
Resguardo contra aparas
O resguardo (34) protege contra toque
acidental da lâmina de serra e aparas
atiradas.
O resguardo tem de estar sempre insta-
lado durante a operação.
Dispositivo de arrasto
O dispositivo de arrasto (35) serve
como prolongamento da mão, para
guiar a peça seguramente, passando-a
pela lâmina de serra, e protege contra
qualquer toque na lâmina.
Se a distância entre a guia paralela e a
lâmina de serra for inferior a 120 mm,
tem de se usar o dispositivo de arrasto.
.
O dispositivo de arrasto deve ser intro-
duzido formando um ângulo de 20° …
30° em relação à superfície da banca-
da.
Aquando não usar o dispositivo de ar-
rasto, deverá ser guardado junto com a
ferramenta eléctrica.
Se o dispositivo de arrasto estiver dani-
ficado, deve ser substituído imediata-
mente.
Garanta um apoio de pés firme
e estável que lhe garanta sempre
um equilíbrio adequado.
Montagem sem coluna do equipa-
mento:
1. Retirar a serra eléctrica a duas pes-
soas da embalagem.
2. Depositar a serra eléctrica sobre
uma mesa ou bancada.
3. Aparafusar a serra eléctrica na
mesa ou na bancada.
(25) Fabricante
(26) Número de série
(27) Denominação da máquina
(28) Dados do motor (consultar tam-
bém "Dados Técnicos")
26
27
28
29 30 32
25
31
(29) Marca CE– Este equipamento é
de conformidade com as directri-
zes da UE segundo a declaração
prevista
(30) Símbolo da eliminação – o apare-
lho pode ser eliminado através do
fabricante
(31) Ano de fabricação
(32) Dimensões autorizadas da
lâmina da serra
4. Montagem
33 34
35
Página: 72
PORTUGUÊS
73
Montagem com coluna do equipa-
mento:
1. Retirar a ferramenta eléctrica a duas
pessoas da embalagem.
2. Depositar a ferramenta eléctrica no
piso.
3. Erguer a ferramenta eléctrica pelos
punhos e colocá-la em pé.
4. Puxar os punhos (36), girar e enga-
tar.
5. Desdobrar os pés inferiores da me-
sa. Para tal, premer as alavancas gi-
ratórias vermelhas (37) para baixo
(ou com a mão ou com o pé) e girar
os pés da mesa para baixo.
6. Virar a ferramenta eléctrica um tanto
para trás, e premer ambos os pés
da mesa para baixo. As alavancas
giratórias vermelhas (37) tem de en-
gatar.
7. Desdobrar os pés superiores da me-
sa. Para tal, empurrar a alavancas
giratórias vermelhas (38) para à di-
reita, e girar os pés da mesa para
baixo.
As alavancas giratórias vermelhas
tem de engatar.
.
8. Pegar no centro da armação supe-
rior da serra eléctrica. Puxar a serra
eléctrica para cima e depositar.
(apoiar o pé de ajuste usando o pró-
prio pé, para evitar um deslizamento
da serra na montagem).
9. Compensar desníveis no piso, regu-
lando no pé de ajuste (39).
5.1 Montagem
Cunha abridora
Nota:
A cunha abridora já se encontra correc-
tamente regulada na entrega. A cunha
abridora apenas necessita de ser regu-
lada durante a colocação em funciona-
mento, se sofreu uma desregulação du-
rante o transporte.
1. Rode a manivela para colocar a lâ-
mina de serra na sua posição mais
alta.
2. Rodar o parafuso (40) no sentido
anti-horário, erguer a peça intercala-
da em cima da mesa, e retirá-la.
3. Desapertar a alavanca de aperto
(41) (rodar no sentido anti-horá-
rio!).
4. Puxar a cunha abridora (42) da re-
gulagem inferior para transporte,
para cima, até parar.
5. Verificar o alinhamento da cunha
abridora:
– A distância entre a borda exterior
da lâmina de serra e a cunha
abridora deve comportar entre 3
e 5 mm
– A cunha abridora tem de estar ali-
nhada com a lâmina de serra.
Perigo!
A cunha abridora é um dos equipa-
mentos de segurança e deverá estar
correctamente montada para que
seja garantida uma operação isenta
de perigos.
Apenas quando for necessário alinhar
novamente a cunha abridora:
36
37
5. Colocação em funciona-
mento
38
39
40
41
42 máx. 5
Página: 73
PORTUGUÊS
74
1. Desapertar a alavanca de aperto
(41) (rodar no sentido anti-horá-
rio!).
2. Alinhar verticalmente a cunha abri-
dora (42):
A distância entre a borda exterior da
lâmina de serra e a cunha abridora
deve comportar entre 3 e 5 mm.
3. Fixar a alavanca de aperto (41) (ro-
dar no sentido horário!).
Ajustar o alinhamento lateral:
a cunha abridora (43) e a lâmina de ser-
ra têm de estar alinhados exactamente.
4. Desapertar três parafusos com sex-
tavado interior (44).
5. Alinhar a cunha abridora (43) em re-
lação à lâmina de serra.
.
6. Apertar os três parafusos com sex-
tavado interior (44).
7. Fixar a peça intercalada em cima da
mesa e bloquear com um parafuso
(40).
Montar o resguardo contra aparas
1. Rodar a manivela para colocar a lâ-
mina de serra na sua posição mais
alta.
2. Montar o resguardo contra aparas
(46) nos assentos dianteiros da
cunha abridora (45).
3. Fixar bem o resguardo usando a
alavanca de aperto.
5.2 Conexão à rede eléctrica
Perigo! Corrente eléctrica
 Utilize a ferramenta eléctrica ex-
clusivamente num ambiente se-
co.
 Utilize a ferramenta eléctrica só
ligada a uma fonte de energia em
conformidade com os seguintes
requisitos (consultar também
"Dados técnicos"):
– Tomadas devidamente instala-
das, ligadas à terra e testadas;
– A tensão e a frequência da
rede devem ser de conformi-
dade com os dados indicados
na placa indicadora do tipo da
máquina;
– Protecção com fusível equipa-
da com um interruptor FI com
um disjuntor residual de 30
mA;
Nota:
Para saber se sua ligação cumpre
estes requisitos, contacte a empre-
sa subsidiária de energia ou o seu
electricista.
 Estenda o cabo de alimentação
de modo que não impeça o tra-
balho e não seja facilmente dani-
ficado no normal funcionamento.
 Proteja o cabo contra calor, líqui-
dos agressivos e superfícies cor-
tantes.
 Utilize apenas cabos de extensão
de borracha com secção média
suficiente (ver "Dados Técni-
cos").
 Ao ar livre, use somente cabos
de extensão homologados para a
utilização na área externa.
 Nunca retire a ficha da rede pu-
xando-a pelo cabo de alimenta-
ção.
 Evite o arranque não intencio-
nal: assegure-se de que o inter-
ruptor Liga/Desliga esteja desli-
gado ao ligar a ficha na tomada
de rede.
Perigo de acidente!
A serra só pode ser operada por
uma pessoa/vez. Outras pessoas
podem estar presentes longe da ser-
ra para introduzir ou retirar as peças
em trabalho da serra.
Antes de iniciar a operação certifi-
que-se de que os seguintes aspec-
tos estão funcionais:
– cabo de rede e ficha da tomada;
– interruptor Liga/Desliga;
– cunha abridora;
– resguardo contra aparas;
– ajudas de alimentação (dispositi-
vo de arrasto, cabo para pegar
madeira).
Use sempre roupas e acessórios de
protecção, tais como:
– máscara de protecção;
– protecção auricular;
– óculos de protecção.
Adopte uma posição de trabalho
correcta:
– de frente, no lado operativo da
máquina;
– em frente da serra;
– à esquerda, atrás da linha da lâ-
mina de serra;
– em caso de operar a máquina
com duas pessoas, a segunda
pessoa deverá manter uma dis-
tância suficiente da serra.
Se for necessário, utilize durante a
operação, os seguintes dispositivos:
– depósitos apropriados para pe-
ças – se depois de cortadas, as
peças poderiam cair;
– dispositivo de aspiração de apa-
ras.
Evitar erros típicos de manobras:
– Não bloquear a lâmina de serra
ao pressionar lateralmente. Exis-
te o risco de contragolpe.
– Ao serrar, pressione sempre a
peça contra a bancada e não a
43 44
45 46
6. Operação
Página: 74
PORTUGUÊS
75
incline. Existe o risco de contra-
golpe.
– Nunca corte múltiplas peças si-
multaneamente – nem qualquer
feixe composto por diversas pe-
ças individuais. Existe o risco de
acidentes quando diversas pe-
ças individuais são agarradas
descontroladamente pela lâmina
de serra.
Perigo de arrasto!
Nunca corte peças nas quais exis-
tam cabos, cordões, tiras, cordas ou
arames.
6.1 Sistema de aspiração de
aparas / Aspirador uni-
versal
Perigo!
Alguns tipos de pó de madeira (por
exemplo, de faia, carvalho ou freixo)
podem causar cancro ao serem ins-
pirados. Em compartimentos fecha-
dos, deve trabalhar somente com
um dispositivo de aspiração de apa-
ras adequado. O dispositivo de aspi-
ração deverá cumprir as seguintes
condições:
– Adequado para o diâmetro do
bocal de aspiração (resguardo
contra aparas 38 mm; caixa de
aparas 35/44 mm);
– Volume de ar  460 m 3
/h;
– Vácuo no bocal do aspirador da
serra 530 Pa;
– Velocidade do ar no bocal de as-
piração da serra  20 m/s.
O bocal de aspiração encontra-se na
caixa de resguardo da lâmina de serra e
no resguardo contra aparas.
Cumpra sempre os requisitos do dispo-
sitivo de aspiração!
A operação sem o dispositivo de aspira-
ção de aparas só é possível ao ar livre.
6.2 Regulação da profundi-
dade do corte
Perigo!
Partes do seu corpo ou objectos,
podem ser apanhados pelas peças
em rotação! Apenas proceda à regu-
lação da profundidade do corte com
o motor desligado e a lâmina de ser-
ra completamente imóvel!
A altura de corte da lâmina de serra tem
de ser adequada à altura da peça em
trabalho: o resguardo contra aparas tem
de estar pousado com o seu bordo
dianteiro inferior na peça em trabalho.
 Regular a altura de corte rodando o
volante (47).
Nota:
Para eliminar a possibilidade de al-
teração da profundidade de corte
durante a operação, eleve sempre a
lâmina de serra para a posição ade-
quada.
6.3 Regulação da inclinação
da lâmina de serra
Perigo!
Partes do seu corpo ou objectos,
podem ser apanhados pelas peças
em rotação! Apenas proceda à regu-
lação da profundidade do corte com
o motor desligado e a lâmina de ser-
ra completamente imóvel!
A inclinação da lâmina de serra pode
ser ajustada entre -1,5° e 46,5°.
1. Soltar a alavanca de aperto (48).
2. Regular a inclinação pretendida da
lâmina de serra.
3. Fixar o ângulo de inclinação do cor-
te regulado apertando a alavanca
de aperto (48).
Roda manual para regulagem
da altura de corte
A altura do corte pode ser ajustada ro-
dando a roda manual (49).
Alavanca de aperto para regulagem
do ângulo de inclinação
Soltando a alavanca de aperto (50), a
lâmina de serra pode ser regulada entre
-1,5 ° e 46,5 °.
Para que o ângulo de inclinação do cor-
te regulado não seja alterado durante o
corte, ele tem de ser novamente fixado
através da alavanca de aperto (50).
Pega de comutação para o limitador
da inclinação
A regulagem da inclinação possui um li-
mitador a 0° e a 45°. Porém, para cortes
em meia-esquadria (corte traseiro), o
ângulo de inclinação poderá ser aumen-
tado em ambos os sentidos, por 1,5°.
 Puxar para fora a paragem do limita-
dor de inclinação (51) e colocá-lo
por cima do disco excêntrico direito
= o ângulo de inclinação da lâmina
de serra poderá ser regulada entre -
1,5° e 45°.
 Puxar para fora a paragem do limita-
dor de inclinação (51) e colocá-lo
por cima do disco excêntrico es-
querdo = o ângulo de inclinação da
lâmina de serra poderá ser regulada
entre 0° e 46,5°.
47
48
49
50
Página: 75
PORTUGUÊS
76
Interruptor liga/desliga
 Desligar = carregar no botão inferior
(52).
 Ligar = carregar no botão superior
(53) por 1 a 2 segundos.
6.4 Ajustar a guia paralela
Para a guia paralela é utilizado o perfil
do batente comprido (54). A montagem
é realizada no perfil de guia localizado
na parte dianteira da serra.
– Posicionar a guia paralela à direita
da lâmina de serra.
A marca na lupa indica na escala a
distância regulada da guia paralela
à lâmina de serra.
– Desapertar a alavanca de aperto
(55) da guia paralela e deslocar a
guia até a marca na lupa indicar a
distância pretendida à lâmina de
serra.
Premer a alavanca de aperto (55)
para baixo, para fixá-la.
– Durante o corte com a guia paralela,
o perfil do batente (54) tem de estar
em paralelo com a lâmina de serra e
ser fixado com a alavanca de aperto
(55). Para tal, deve premer a ala-
vanca de aperto para baixo.
– Porcas serrilhadas (56) para fixar o
perfil do batente. O perfil do batente
pode ser removido e colocado nou-
tra posição depois de se soltar as
duas porcas de parafuso serrilhadas
(56):
Margem de encosto baixa:
– para cortar peças pouco espes-
sas;
– e quando a lâmina de serra esti-
ver inclinada.
Margem de encosto alta:
– para cortar peças altas (máx.
87 mm).
6.5 Ajustar o indicador na
guia paralela
1. Alinhe a guia paralela na lâmina de
serra.
2. Solte o parafuso no indicador do ba-
tente paralelo.
3. Regule o indicador na guia paralela
e o "O" da escala, alinhados um
com o outro.
4. Volte a apertar o parafuso no indica-
dor da guia paralela.
Nota:
Para evitar que a peça fique presa du-
rante o corte com a guia paralela:
deve deslocar a guia paralela totalmen-
te para a direita e, em seguida, regular
para a largura de corte pretendida.
Nota:
Ajustar a guia paralela (se necessário):
Para evitar com que a peça a trabalhar
fique presa entre a guia paralela e a lâ-
mina de serra, a guia deverá estar ali-
nhada em paralelo à lâmina de serra, ou
então ajustada no máx. 0,3 mm a se
abrir do lado posterior. Para o ajuste,
deverá desapertar os 2 parafusos do
lado superior da guia paralela, e em se-
guida, voltar a apertá-los.
Nota:
Ajustar a força de aperto do batente pa-
ralelo (em caso de necessidade): caso
a peça de aperto traseira aperte mais
cedo ou mais tarde que a dianteira, isto
poderá ser ajustado através da rotação
da porca (no lado frontal traseiro). Sol-
tar a porca, de forma a que a peça de
aperto traseira aperte mais tarde. Aper-
tar a porca, de forma a que a peça de
aperto traseira aperte mais cedo.
6.6 Ajustar o batente trans-
versal
O batente transversal (58) é inserido
pela parte da frente na ranhura existen-
te na bancada.
Para cortes em ângulo, o batente trans-
versal pode ser regulado para ambos
os lados em 60°.
Para cortes em ângulo de 45° e 90°
existem os respectivos batentes.
Para regular o ângulo: soltar a pega de
retenção (57) rodando no sentido anti-
horário.
Perigo de ferimentos!
A pega de retenção tem de estar
apertada durante o corte com baten-
te transversal.
O perfil adaptador pode ser deslocado
e removido soltando as porcas serrilha-
das (59).
6.7 Ajustar a extensão da
bancada na largura
A extensão da bancada na largura am-
plia a superfície de apoio de modo a
que as peças maiores possam ser
apoiadas com segurança.
51
53
52
54
55
56
57
58
59
Página: 76
PORTUGUÊS
77
 Para regular a extensão da bancada
na largura, a alavanca de aperto
(60) tem de ser solta.
Perigo de ferimentos!
A pega de retenção tem de estar
sempre apertada durante o corte.
Leitura da escala durante o trabalho
com guia paralela
A leitura da escala da largura de corte
depende da montagem do perfil do ba-
tente no batente paralelo:
– Margem de encosto alta =
escala com letras pretas sobre fun-
do branco.
– Margem de encosto baixa =
escala com letras brancas sobre
fundo preto.
Em caso de larguras de corte peque-
nas, a bancada não é estendida. A lar-
gura de corte é consultada na escala di-
reita através do indicador do batente
paralelo:
– Margem de encosto alta: larguras
de corte possíveis de 0 a 35 cm.
– Margem de encosto baixa: larguras
de corte possíveis de 0 a 29,5 cm.
Se pretender cortas peças maiores, a
bancada tem de ser estendida.
1. Deslocar a guia paralela à posição
final da escala.
2. Puxar a extensão da bancada para
fora e regular a guia paralela à dis-
tância pretendida. A largura de corte
é consultada na escala esquerda
através do indicador da fita de esca-
la.
6.8 Ajustar a extensão da
bancada no comprimento
A extensão da bancada no seu compri-
mento amplia a superfície de apoio de
modo a que as peças mais compridas
possam ser apoiadas com segurança.
1. Para retirar a extensão da bancada
no seu comprimento, deverá desa-
pertar os parafusos serrilhados (61).
2. Puxar a extensão da bancada para
fora e regular para a distância pre-
tendida.
3. Voltar a apertar ambos os parafusos
serrilhados.
6.9 Serrar
Perigo!
Se a distância entre a lâmina de ser-
ra e uma guia paralela for inferior a
120 mm, tem de se usar o dispositi-
vo de arrasto.
Corte direito
1. Ajustar o ângulo de inclinação e
apertar.
2. Ajustar a altura de corte. O resguar-
do contra aparas deverá apoiar-se
todo na parte dianteira da peça em
trabalho.
3. Ajustar a guia paralela.
4. Inicie o corte.
5. Desloque a peça de modo uniforme
para trás e corte a mesma numa só
passagem.
6. Desligue a serra, caso não queira
continuar a cortar imediatamente.
Corte em ângulo
1. O batente transversal é inserido
pela parte da frente na ranhura exis-
tente na bancada.
2. Regule o ângulo pretendido soltan-
do a pega de retenção (62) no ba-
tente transversal e volte a apertar a
pega de retenção.
3. Ajustar a distância lateral entre o
perfil adaptador e a lâmina de serra:
 Solte a porca serrilhada e deslo-
que o perfil adaptador.
 Apertar a porca serrilhada.
4. Pressione a peça contra o batente
transversal.
5. Corte a peça deslocando o batente
transversal para a frente.
6. Desligue a serra eléctrica, caso não
queira continuar a cortar imediata-
mente.
Perigo!
Antes de cada transporte:
 Desligar a ferramenta eléctrica.
 Aguardar até que a lâmina de
serra esteja inerte.
 Retirar a ficha da tomada.
 Baixar a lâmina de serra completa-
mente.
 Regular o ângulo de inclinação da
lâmina de serra a 0°, e fixar com a
alavanca de aperto.
 Desmontar as peças montadas (pro-
tector de aparas / anti-aparas, ex-
tracção de aparas). Guardar o res-
guardo contra aparas junto à
bancada de serrar.
 Enrolar o cabo de rede no enrolador
de cabo.
Só ferramentas eléctricas com colu-
na do equipamento:
 Erguer a ferramenta eléctrica pela
armação, e girá-la para trás. Colocar
a ferramenta eléctrica em pé, e re-
colher os pé superiores. As alavan-
cas giratórias vermelhas tem de en-
gatar novamente.
60
61
7. Transporte
62
Página: 77
PORTUGUÊS
78
 Girar a ferramenta eléctrica para
trás e dobrar os pés inferiores. As
alavancas giratórias vermelhas tem
de engatar novamente.
 Recolher os punhos e depositar a
ferramenta eléctrica.
Perigo de ficar preso
Fixe a extensão da bancada estendi-
da com a alavanca de aperto.
Para transportar a ferramenta eléctrica,
utilize os punhos laterais (63) da banca-
da.
Atenção!
A ferramenta eléctrica não deve ser
transportada pelos dispositivos de
protecção, pela extensão da banca-
da ou pelos comandos de operação!
Transporte móvel:
 Puxar os punhos, girar e engatar.
 Puxar ou empurrar a serra eléctrica
pelo punho
Para transportar utilize, sempre que
possível, a embalagem de origem.
Perigo!
Antes de qualquer reparação ou
operação de manutenção:
1. Desligar a ferramenta eléctrica.
2. Aguardar até que a serra esteja
parada.
3. Retirar a ficha da tomada.
– Depois da manutenção ou limpeza
accione e verifique os dispositivos
de segurança.
– Substitua peças danificadas, com
especial atenção para os dispositi-
vos de segurança, apenas por pe-
ças de origem. Qualquer peça não
fornecida pelo fabricante pode cau-
sar danos não previsíveis.
– Toda as reparações ou operações
de manutenção, para além das des-
critas nesta secção, apenas podem
ser levadas a cabo por pessoal es-
pecializado.
Perigo!
Caso haja uma peça intercalada em
cima da mesa existe o perigo de que
alguns objectos pequenos fiquem
obstruídos entre a peça intercalada
na mesa e a lâmina de serra, poden-
do bloquear o sistema. Substituir
imediatamente as peças intercala-
das danificadas da mesa!
8.1 Substituição da lâmina
de serra
Perigo!
Logo após os cortes, a lâmina de
serra poderá estar bastante quente
– Risco de queimaduras! Deixe a lâ-
mina arrefecer bem. Nunca limpe a
lâmina com combustíveis líquidos.
Há risco de cortes mesmo com a lâ-
mina de serra parada. Use sempre
luvas ao substituir as lâminas de
serra.
Durante a montagem, deve levar em
conta o sentido de rotação da lâmi-
na de serra!
1. Rode a manivela para colocar a lâ-
mina na sua posição mais alta.
2. Retire o resguardo.
3. Desapertar e retirar a peça interca-
lada em cima da mesa (64).
4. Rodar a porca de aperto (68) usan-
do uma chave de bocas , e em si-
multâneo, puxar para cima a alavan-
ca de retenção da lâmina de serra
(65) , até seu engate.
5. Segurar a alavanca e desenroscar a
porca de aperto no sentido horário.
6. Remova a porca de aperto (68), o
flange exterior da lâmina de serra
(67) e a lâmina de serra para fora
do eixo.
7. Limpar a superfície de aperto dos
flanges da lâmina de serra (66) e
(67), e da própria lâmina de serra.
Perigo!
Não utilizar detergentes (por exem-
plo, para eliminar resíduos de resi-
na), que possam atacar componen-
tes de metal leve; caso contrário a
fixação da serra pode ficar prejudi-
cada.
8. Assentar o flange interno da lâmina
de serra (66) sobre o eixo do motor.
63
8. Manutenção e reparação
64
65
66
67
68
Página: 78
PORTUGUÊS
79
9. Monte a nova lâmina de serra (aten-
ção ao sentido de rotação!).
Perigo!
Utilize apenas lâminas de serra que
correspondam com as indicações
nos dados técnicos e com a norma
EN 847-1; em caso de lâminas de
serra inapropriadas, danificadas ou
deformadas, existe a possibilidade
de projeção de peças de modo ex-
plosivo, devido à força centrífuga.
Nunca utilizar:
– Lâminas de serra, cuja rotação
máxima esteja abaixo da rotação
nominal do eixo da lâmina de
serra (ver „Dados técnicos“);
– Lâminas de serra em liga de aço
(HSS ou HS);
– Lâminas de serra, cuja largura de
corte for menor, ou cuja espes-
sura da lâmina mestre for maior
do que a espessura da cunha
abridora.
– Lâminas visivelmente deteriora-
das;
– Discos de corte.
Perigo!
– Instale as lâminas de serra ape-
nas com peças originais.
– Não desaperte os casquilhos; a
lâmina de serra pode ficar solta.
– As lâminas de serra têm de ser
instaladas de modo a não fica-
rem desequilibradas, ou coloca-
das excentricamente, pois po-
dem desapertar-se durante a
rotação.
10. Monte o flange exterior da lâmina de
serra (67).
11. Abrir a porca de aperto (68) (rosca à
esquerda!). Rodar a porca de aperto
(68) usando uma chave de bocas ,
e em simultâneo, puxar para cima a
alavanca de retenção da lâmina de
serra (65) , até seu engate.
12. Segurar a alavanca e apertar a por-
ca de aperto no sentido anti-horário
com a mão.
Perigo!
– Nunca prolongue a ferramenta
para aparafusar a lâmina de ser-
ra.
– Nunca proceda a um aperto por
pancada.
13. Ajustar a cunha abridora de acordo
com o tamanho da lâmina de serra
(69).
(Ajuste da cunha abridora, consultar
5.1)
14. Fixar a peça intercalada em cima da
mesa.
15. Aperte o resguardo.
8.2 Regular o limitador do
batente
1. Ajustar a alavanca limitadora do ba-
tente (71) para a área do ângulo a
0° / 45°.
2. Fixe o ângulo de inclinação do corte
regulado apertando a alavanca de
aperto (70).
3. Verifique o ângulo de inclinação:
– 0° = em ângulo recto à bancada
de serrar
– 45° verifique, usando um transfe-
ridor.
Se os valores não estiverem correc-
tos:
4. Desapertar o parafuso de fenda em
cruz (72) no respectivo disco excên-
trico e regular o disco até o ângulo
de inclinação à bancada de serrar
nas posições finais comportar exac-
tamente 0°
(= num ângulo recto) ou seja, 45°.
5. Voltar a apertar o parafuso de fenda
em cruz junto ao disco excêntrico.
6. Depois de ajustada a limitação do
batente, deve eventualmente reajus-
tar a escala angular do lado diantei-
ro.
Nota:
Para ajustar a limitação de inclinação
de -1,5° a 46,5°, deverá retirar a alavan-
ca de limitação do batente.
8.3 Guardar a máquina
Perigo!
Guarde a ferramenta eléctrica longe
do alcance de crianças. Guarde a
ferramenta eléctrica de modo que
não possa ser arrancada por ilícitos,
e ninguém possa ser ferido na ferra-
menta eléctrica parada.
Atenção!
Não guardar o aparelho desprotegi-
do ao ar livre ou em ambientes hú-
midos.
8.4 Manutenção
Limpeza da serra
 Retire aparas, lascas e pó, utilizan-
do um aspirador ou uma escova
nas:
– esquadrias e elementos de ajus-
tamento da lâmina de serra;
– aberturas de ventilação do motor;
– caixa de protecção da lâmina de
serra;
– regulação vertical;
– guia giratória.
Antes de cada utilização
Controlo visual em relação à
– distância da lâmina de serra à
cunha abridora 3 a 5 mm.
– cunha abridora alinhada com a lâmi-
na de serra.
Controlo visual se o cabo eléctrico e a
ficha da tomada não estão danificados,
69
70 71
72
Página: 79
PORTUGUÊS
80
se necessário, pedir um electricista es-
pecializado substituir as peças defeituo-
sas.
A cada desligamento
Verificar, se o movimento de inércia da
lâmina de serra demorar mais de 10 se-
gundos; aquando a inércia demorar
mais, deve mandar substituir o motor
por um técnico eléctrico.
Mensalmente (se usado diaria-
mente)
Remover aparas com um aspirador de
pó ou pincel, lubrificar um pouco os ele-
mentos de guia:
– barras roscadas e barras de guia
para ajuste de altura;
– componentes do sistema de inclina-
ção.
A cada 150 horas de operação
Controlar todas as uniões roscadas, se
necessário, apertar.
Se necessário:
Ajustar as buchas de guia nos pés da
bancada.
 Rodar os parafusos com sextavado
interior (73a) no sentido horário =
guia anda difícil.
 Rodar os parafusos com sextavado
interior (73a) no sentido anti-horá-
rio = guia anda fácil.
 ajuste fino adicional com parafuso
sem cabeça (73b).
 Ajustar as buchas de guia dos porta-
pés dianteiros:
 Rodar os parafusos com sextavado
interior (74) no sentido horário =
guia anda difícil.
 Rodar os parafusos com sextavado
interior (74) no sentido anti-horário
= guia anda fácil.
Ajustar as buchas de guia dos porta-
pés posteriores:
 Rodar os parafusos com sextavado
interior (75) no sentido horário =
guia anda difícil.
 Rodar os parafusos com sextavado
interior (75) no sentido anti-horário
= guia anda fácil.
Apertar uniformemente todos os pa-
rafusos com sextavado interior.
 Antes de cortar, deve efectuar um
corte de teste em restos de madeira
apropriados.
 Sempre colocar a peça em trabalho
de tal maneira na bancada que a peça
não venha a cair ou trepidar (p.ex.
com tábuas empenadas, o lado em-
penado para cima).
 Para cortes racionais de recortes do
mesmo comprimento, deve utilizar o
batente longitudinal.
 Mantenha as superfícies da mesa
de apoio limpas.
Utilize apenas acessórios Metabo genu-
ínos.
Só deve utilizar acessórios que cum-
prem as requisições e os dados de
identificação, indicados nestas Instru-
ções de Serviço.
Programa completo de acessórios, vide
www.metabo.com, ou Catálogo.
Perigo!
Por razões de segurança, as repara-
ções em ferramentas eléctricas de-
vem ser executadas apenas por um
técnico eléctrico e com peças de re-
posição originais!
Quando possuir ferramentas eléctricas
Metabo que necessitem de reparos, di-
rija-se à Representação Metabo.
Os endereços poderá encontrar sob
www.metabo.com.
Poderá descarregar as Listas de peças
de reposição no site www.metabo.com.
Aparelhos eléctricos não de-
vem ser jogados no lixo ca-
seiro.
De acordo com a directriz
europeia 2002/96/CE sobre
equipamentos eléctricos e electrónicos
usados, os equipamentos eléctricos
usados devem ser recolhidas em sepa-
rado e entregues a uma reciclagem
ecologicamente correcta.
Possibilidades de descartar ferramen-
tas eléctricas usadas poderá consultar
junto aos órgãos locais ou da cidade.
O material de embalagem da ferramen-
ta eléctrica é 100% reciclável.
Perigo!
Antes de qualquer reparação:
1. Desligar a ferramenta eléctrica.
2. Retirar a ficha da tomada.
3. Espere que a lâmina de serra es-
teja inerte.
Depois de cada reparação active to-
dos os dispositivos de segurança e
verifique-os.
Se o motor não funciona:
A protecção contra rearranque inadver-
tido reagiu. A ferramenta eléctrica não
funciona quando a ficha de rede for in-
serida com a ferramenta ligada ou
quando a fonte de alimentação for res-
tabelecida após uma interrupção:
 desligar e voltar a ligar a ferramenta
eléctrica.
Não há corrente de alimentação:
73a
73b
9. Dicas e truques
10. Acessórios disponíveis
74
75
11. Reparações
12. Descarte
13. Problemas e Avarias
Página: 80
PORTUGUÊS
81
 verifique o cabo, a ficha, a tomada,
e os fusíveis.
Motor sobreaquecido, p.ex. através da
lâmina de serra cega ou acúmulo de
aparas na caixa:
 elimine a causa do sobreaqueci-
mento, deixe arrefecer alguns minu-
tos. Depois volte a ligar a ferramenta
eléctrica.
Rotação não está sendo atingida
Protecção de sobrecarga: a rotação em
carga cai CONSIDERAVELMENTE:
 a temperatura do motor é demasia-
do alta! Deixar a ferramenta
eléctrica a funcionar em vazio até
arrefecida a ferramenta.
Protecção de sobrecarga: a rotação em
carga cai LIGEIRAMENTE:
 a ferramenta está sendo carregada
em demasia. Continue a trabalhar
com carga reduzida.
A rotação máxima não está sendo atin-
gida - o motor recebe pouca voltagem
da rede de alimentação:
 usar um cabo de ligação mais curto,
ou com maior secção transversal
( 1,5 mm2
).
 Mande um electricista especializado
verificar a fonte de alimentação.
Desempenho da lâmina reduzido
Lâmina de serra cega (lâmina de serra
tem eventualmente marcas de sobrea-
quecimento no lado):
 substitua a lâmina (consultar capítu-
lo “Manutenção”).
Extracção de aparas entupida
O aspirador não está ligado, ou o seu
desempenho é insuficiente.
 Conectar o dispositivo de aspiração
ou aumentar a sucção (velocidade
do ar  20 m/segundo no tubo ejec-
tor de aparas).
14. Dados técnicos
Voltagem V 220 - 240 (1 50/60 Hz)
Potência
Potência absorvida P1
Potência liberada P2
kW
kW
2,00 kW S6 20%
1,27 kW S6 20%
Absorção de corrente A 9
Fusível de protecção A 16 (inerte)
Norma de protecção IP 20
Velocidade em vazio (com 230V) min-1
4200
Velocidade em corte (com 230V) m/s 57
Espessura da cunha abridora mm 2,3
Lâmina de serra
Diâmetro da lâmina de serra (exterior)
Furo da lâmina de serra (interior)
Largura do corte
Espessura máx. do corpo básico da lâmina de serra
mm
mm
mm
mm
250 - 254
30
2,4
1,6
Altura de corte
com lâmina de serra em posição vertical
com 45 ° de inclinação da lâmina de serra
mm
mm
0 ... 87
0 ... 50
Largura máxima de corte com guia paralela mm 630
Largura máx. da secção transversal com batente angular mm 200
Dimensões
sem coluna do equipamento (C x L A)
com coluna do equipamento (C x L A)
Comprimento mesa de serrar
Largura mesa de serrar
mm
mm
mm
mm
740 x 750 x 355
790 x 945 x 850
670/970
715/995
Peso da máquina com coluna do equipamento kg 33,4
Valores de emissão de ruídos conforme a EN 61029*
Nível da pressão acústica A LpA
Nível da potência sonora A LWA
Instabilidade de medição (KpA, KWA)
dB (A)
dB (A)
dB (A)
99
112
3
Página: 81
PORTUGUÊS
82
* Valores da emissão
Estes valores possibilitam uma avaliação de emissões da ferramenta eléctrica, e de compará-los com diversas outras ferramentas
eléctricas. Consoante as condições de aplicação, situação da ferramenta eléctrica ou dos acessórios acopláveis, o carregamento
efectivo poderá ser superior ou inferior. Para a avaliação, deve ainda considerar os intervalos de trabalho e as fases com menores
carregamentos. Em razão dos correspondentes valores avaliados deverá determinar a aplicação de medidas de protecção, p.ex.
medidas a nível de organização.

Perguntas e respostas

Ainda não há perguntas sobre o Metabo TS 254.

Pede informação sobre o Metabo TS 254

Tens uma pergunta sobre o Metabo TS 254 mas não consegues encontrar uma resposta no manual de utilizador? Provavelmente os utilizadores do ManualsCat.com podem ajudar-te a responder à tua pergunta. Ao completar o seguinte formulário, a tua pergunta irá aparecer abaixo do manual do Metabo TS 254. Certifica-te de descrever o problema encontrado no Metabo TS 254 na forma mais precisa possível. Quanto mais precisa for a tua pergunta, mais possibilidades terás de receber rapidamente uma resposta por um outro utilizador. Receberás automaticamente um e-mail para informar-te que alguém respondeu à tua pergunta.