Manual do Metabo TS 216

Abaixo está disponível um manual do Metabo TS 216. Todos os manuais do ManualsCat.com podem ser visualizados gratuitamente. Pelo botão "Seleccionar uma língua", podes escolher em que lingua preferes visualizar o manual.

  • Marca: Metabo
  • Produto: Máquina de serrar
  • Modelo/nome: TS 216
  • Tipo de ficheiro: PDF
  • Línguas disponíveis: Holandês, Inglês, Alemão, France, Espagnol, Italien, Suédois, Português, Dinamarquês, Russo, Norueguês, Finlandês, Tcheco, Húngaro, Polonês

Índice

Página: 62
PORTUGUÊS pt
63
Manual de instruções original
1. Utilização correcta
2. Indicações gerais de segurança
3. Indicações especiais de segurança
4. Vista geral
5. Montagem
6. Colocação em funcionamento
7. Manuseamento
8. Transporte
9. Manutenção e conservação
10. Conselhos e truques
11. Problemas e avarias
12. Acessórios
13. Reparações
14. Protecção do ambiente
15. Dados técnicos
A serra circular de bancada destina-se a cortes
longitudinais e transversais de madeira maciça,
madeira revestida, placas de aglomerado,
painéis lamelados e materiais semelhantes.
Os metais só podem ser cortados cumprindo as
seguintes limitações:
– Apenas com lâmina de serra adequada
(ver capítulo 12. Acessórios")
– Apenas metais não ferrosos
(nenhum metal duro ou temperado, nenhum
magnésio)
Peças de trabalho circulares só podem ser
serradas com um dispositivo de suporte
apropriado, pois as mesmas podem rodar em
consequência da lâmina de serra giratória.
Ao serrar peças de trabalho planas na posição
vertical, deve ser utilizado um batente apropriado
para um guia seguro.
Não é permitido usar a ferramenta para efectuar
dobras ou ranhuras.
Não utilizar a ferramenta para abrir fendas
(ranhura final na peça de trabalho).
Não utilizar o aparelho para cortes de imersão.
Qualquer outro tipo de utilização não é autorizado
e é, além disso proibido. O fabricante não
assume a garantia sobre qualquer dano que seja
fruto do uso indevido.
Se o operário efectuar modificações na
ferramentas eléctricas ou utilizar peças que não
foram devidamente verificadas nem autorizadas
pelo fabricante, podem produzir-se danos
imprevisíveis durante o funcionamento.
Para sua própria protecção e para
protecção da sua ferramenta eléctrica
respeite as partes do texto marcadas
com este símbolo!
AVISO – Ler o manual de instruções para
reduzir o risco de ferimentos.
Quando entregar esta ferramenta eléctrica
a outros, faça-o sempre acompanhado destes
documentos.
Regras gerais de segurança para ferramentas
eléctricas
AVISO – Leia todas as indicações de
segurança e instruções. Em caso de não
cumprimento das indicações de segurança e das
instruções podem ocorrer choques eléctricos,
incêndios e/ou ferimentos graves.
Guarde todas as indicações de segurança e
instruções para futuras consultas! O termo
"ferramenta eléctrica" utilizado nas indicações de
segurança, refere-se a ferramentas eléctricas com
ligação à rede (com cabo de alimentação), e a
ferramentas eléctricas com bateria (sem cabo de
rede).
2.1 Segurança na área de trabalho
a) Mantenha a sua área de trabalho limpa e
bem iluminada. A desarrumação ou as áreas de
trabalho com pouca iluminação podem provocar
acidentes.
b) Não trabalhe com a ferramenta eléctrica em
áreas com risco de explosão, nas quais se
encontrem líquidos, gases ou pós
inflamáveis. As ferramentas eléctricas produzem
faíscas que podem provocar a ignição de pó e
vapores.
c) Mantenha crianças e outras pessoas
afastadas durante a utilização da ferramenta
eléctrica. Em caso de distracções poderá perder
de controlo sobre o aparelho.
2.2 Segurança eléctrica
a) A ficha de ligação da ferramenta eléctrica
deve caber na tomada. A ficha não pode de
modo algum ser modificada. Não use fichas
adaptadoras juntamente com ferramentas
eléctricas com protecção-terra. Fichas sem
modificações e tomadas adequadas reduzem o
risco de choques eléctricos.
b) Evite que o corpo entre em contacto com
superfícies ligadas à terra, como por exemplo
tubos, radiadores, fogões e frigoríficos. Existe
um elevado risco de choques eléctricos, quando o
seu corpo está ligado à terra.
c) As ferramentas eléctricas não devem ser
expostas a chuva ou humidade. A penetração
de água numa ferramenta eléctrica aumenta o
risco de choques eléctricos.
d) Não utilize o cabo de ligação da ferramenta
eléctrica para outros fins, como por exemplo
para o transporte, para pendurar a ferramenta
eléctrica ou para a puxar a ficha da tomada.
Mantenha o cabo de ligação afastado de calor,
óleo, cantos afiados ou partes do aparelho em
movimento. Cabos danificados ou torcidos
aumentam o risco de choques eléctricos.
e) Ao trabalhar com a ferramenta eléctrica ao
ar livre, utilize apenas cabos de extensão
adequados para a utilização no exterior. A
utilização de um cabo de extensão apropriado
para o exterior reduz o risco de choques
eléctricos.
f) Caso não seja possível evitar que a
ferramenta eléctrica seja utilizada num
ambiente húmido, utilize um interruptor de
protecção de corrente diferencial. A utilização
de um interruptor de protecção de corrente
diferencial reduz o risco de choques eléctricos.
2.3 Segurança das pessoas
a) Mantenha-se atento, observe o que está a
fazer, e seja prudente ao trabalhar com uma
ferramenta eléctrica. Não use ferramentas
eléctricas se estiver cansado ou sob a
influência de drogas, álcool ou
medicamentos. Um momento de distracção
durante a utilização da ferramenta eléctrica pode
resultar em ferimentos graves.
b) Use sempre equipamento pessoal de
protecção e óculos de protecção. O uso de
equipamentos pessoais de protecção, como a
máscara de protecção contra pó, o calçado de
segurança antiderrapante o capacete de
segurança ou a protecção auditiva, de acordo com
o tipo e aplicação da ferramenta eléctrica, reduz o
risco de ferimentos.
c) Evite uma colocação em funcionamento
involuntária. Certifique-se de que a
ferramenta eléctrica está desligada, antes de
a ligar à corrente eléctrica e/ou à bateria, de a
apanhar ou de a carregar. Se ao transportar a
ferramenta eléctrica tiver o dedo sobre o botão ou
se conectar o aparelho já ligado à corrente, poderá
provocar acidentes graves.
d) Remova as chaves de ajuste ou chaves de
fenda, antes de ligar a ferramenta eléctrica.
Uma ferramenta ou chave que se encontre numa
parte rotativa do aparelho, pode provocar
ferimentos.
e) Evite uma postura corporal fora do normal.
Garanta um apoio de pés firme e mantenha
sempre o equilíbrio.
Desta forma conseguirá controlar melhor a
ferramenta eléctrica em situações inesperadas.
f) Use roupa apropriada. Não use roupa larga
ou jóias. Mantenha o cabelo e a roupa
afastados de partes em movimento. As roupas
largas, as jóias ou os cabelos longos podem ser
agarrados por partes em movimento.
g) Se estiver prevista a montagem de
dispositivos de aspiração de pó e de recolha,
certifique-se de que estão conectados e que
são utilizados correctamente. A utilização de
um dispositivo de aspiração de pó pode reduzir os
riscos provocados pelo pó.
h) Não avalie erradamente a sua segurança e
não proceda de forma a desrespeitar as
regras de segurança, mesmo se estiver
familiarizado com a ferramenta eléctrica
devido à utilização frequente. As acções
descuidadas podem provocar ferimentos graves
num espaço de segundos.
2.4 Utilização e tratamento da ferramenta
eléctrica
a) Não sobrecarregue a ferramenta. Use a
ferramenta eléctrica adequada para o seu
trabalho. Com a ferramenta eléctrica adequada
realizará o seu trabalho de forma melhor e mais
segura dentro da faixa de potência indicada.
b) Não utilize ferramentas eléctricas com o
botão avariado. As ferramentas eléctricas que já
ligam ou desligam são perigosas e devem ser
reparadas.
c) Antes de efectuar ajustes na ferramenta,
substituir acessórios ou armazenar a
ferramenta eléctrica, deverá puxar a ficha da
tomada e/ou retirar a bateria amovível. Esta
medida de segurança evita que a ferramenta
eléctrica seja ligada acidentalmente.
d) Guarde ferramentas eléctricas que não
estiverem a ser utilizadas, fora do alcance de
crianças. Não permita que a ferramenta seja
utilizada por pessoas não familiarizadas com
a mesma ou que não tenham lido estas
instruções. As ferramentas eléctricas são
perigosas quando utilizadas por pessoas sem
experiência.
e) Trate a sua ferramenta eléctrica e os
acessórios com cuidado. Verifique se as
partes móveis funcionam na perfeição e não
estão emperradas e se há peças quebradas
ou danificadas que possam influenciar o
funcionamento da ferramenta eléctrica. Peças
danificadas devem ser reparadas antes da
utilização da ferramenta. Muitos acidentes são
causados pela manutenção insuficiente das
ferramentas eléctricas.
f) Mantenha as ferramentas de corte afiadas e
limpas. Ferramentas de corte devidamente
tratadas, com cantos afiados emperram com
menos frequência e podem ser controladas com
maior facilidade.
g) Utilize a ferramenta eléctrica, os
acessórios, as ferramentas acopláveis, etc.
de acordo com estas instruções. Considere
também as condições de trabalho e o trabalho
a ser efectuado. A utilização de ferramentas
eléctricas para outros fins que não os previstos,
pode resultar em situações perigosas.
h) Mantenha os punhos e as áreas do punho
secos, limpos e livres de óleo e de graxa. Os
punhos e as áreas do punho escorregadias não
permitem o manuseamento seguro e o controlo da
ferramenta eléctrica em situações inesperadas.
2.5 Serviço
a) A sua ferramenta eléctrica só deve ser
reparada por pessoal qualificado e com
peças sobressalentes originais. Desta forma é
assegurada a segurança da ferramenta eléctrica.
2.6 Indicações de segurança adicionais
– Este manual de instruções destina-se a
pessoas com conhecimentos técnicos básicos
no manuseamento de aparelhos como o aqui
descrito. Se não tiver qualquer experiência na
utilização de aparelhos deste género, deverá de
início, procurar a ajuda de pessoas com
experiência.
– O fabricante não assume qualquer garantia
sobre danos decorrentes da inobservância
deste manual de instruções.
As informações contidas neste manual de
instruções estão identificadas da seguinte forma:
Índice
1. Utilização correcta
2. Indicações gerais de
segurança
Página: 63
PORTUGUÊS
pt
64
Perigo!
Alerta para danos pessoais ou danos
para o meio ambiente.
Perigo de choque eléctrico!
Alerta para danos pessoais devido à
existência de corrente eléctrica.
Perigo de arrasto!
Alerta para danos pessoais provoca-
dos pelo facto de partes do corpo ou
roupa ficarem presas.
Atenção!
Alerta perante danos materiais.
Indicação:
Informações complementares.
3.1 Indicações de segurança relacionadas
com as tampas de protecção
a) Mantenha as tampas de protecção
montadas. As tampas de protecção devem
estar operacionais e ser montadas
correctamente. As tampas de protecção soltas,
danificadas ou que não estejam a funcionar
devem ser reparadas ou substituídas.
b) Para efectuar cortes utilize sempre a
tampa de protecção da lâmina de serra e a
cunha abridora. No caso de cortes, nos quais a
lâmina de serra corta através da espessura
completa da peça de trabalho, a tampa de
protecção, bem como outros dispositivos de
segurança reduzem o risco de ferimentos.
c) Após a conclusão de processos de
trabalho (por ex. ao fazer dobras), que
necessitem da tampa de protecção e da
cunha abridora, volte imediatamente a fixar o
sistema de protecção. A tampa de protecção e
a cunha abridora reduzem o risco de ferimentos.
d) Antes de ligar a ferramenta eléctrica,
certifique-se de que a lâmina de serra não
toca na tampa de protecção, na cunha
abridora ou na peça de trabalho. O contacto
acidental destes componentes com a lâmina de
serra pode provocar situações perigosas.
d) Ajuste a cunha abridora de acordo com a
descrição neste manual de instruções.
Distâncias, posição ou alinhamento errados
podem fazer com que a cunha abridora não
consiga evitar um contragolpe de forma eficiente.
f) Para uma acção eficaz da cunha abridora,
esta deverá encontrar-se na fenda de corte. A
cunha abridora é ineficaz em cortes em peças de
trabalho demasiado curtas para a cunha abridora
entrar em funcionamento. Nestas condições a
cunha abridora não poderá evitar um
contragolpe.
g) Utilize a lâmina de serra adequada para a
cunha abridora. Para que a cunha abridora
produz o devido efeito, o diâmetro da lâmina de
serra deve ser o adequado para a cunha
abridora, a lâmina base da lâmina de serra deve
ser mais fina que a cunha abridora e a largura
dos dentes deve ser superior à espessura da
cunha abridora.
3.2 Indicações de segurança para
processos de serrar
a) PERIGO Nunca chegue com os seus
dedos e mãos perto da lâmina de serra
ou da zona de corte. Um momento de
distracção ou um deslizamento poderia levar a
sua mão para a lâmina de serra e provocar
ferimentos graves.
b) Guie a peça de trabalho apenas no sentido
contrário à rotação da lâmina de serra. A
introdução da peça de trabalho no mesmo
sentido da rotação da lâmina de serra por cima
da mesa pode fazer com que a peça de trabalho
e a sua mão sejam puxadas para a lâmina de
serra.
c) Em caso de cortes longitudinais nunca
utilize o batente de esquadria para
introdução da peça de trabalho e para cortes
transversais com o batente de esquadria
nunca utilize adicionalmente o batente
paralelo para o ajuste do comprimento. A
condução da peça de trabalho com o batente
paralelo e o batente de esquadria aumenta a
probabilidade da lâmina de serra emperrar e
provocar um contragolpe.
d) Em cortes longitudinais exerça a força de
alimentação sobre a peça de trabalho
sempre entre a calha de encosto e a lâmina
de serra. Utilize um dispositivo de arrasto se
a distância entre a calha de encosto e a
lâmina de serra foi inferior a 150 mm e um
bloco de arrasto se a distância for inferior a
50 mm. Estes "meios auxiliares de trabalho"
fazem com que a sua mão se mantenha a uma
distância segura da lâmina de serra.
e) Utilize apenas o dispositivo de arrasto
fornecido pelo fabricante ou um que tenha
sido fabricado de acordo com as instruções.
O dispositivo de arrasto proporciona a distância
suficiente entre a mão e a lâmina de serra.
f) Nunca utilize um dispositivo de arrasto
danificado ou serrado. Um dispositivo de arrasto
danificado pode quebrar ou levar a que a sua
mão vá parar à lâmina de serra.
g) Não trabalhe "com as mãos livres". Utilize
sempre o batente paralelo ou o batente de
esquadria para colocar e para guiar a peça
de trabalho. "Com as mãos livres" significa que
deverá apoiar ou guiar a peça de trabalho com as
mãos em vez de guiar com o batente paralelo ou
o batente de esquadria. Serrar com as mãos
livres leva ao alinhamento incorrecto, ao
encravamento e a contragolpes.
h) Nunca agarre à volta ou por cima de uma
lâmina de serra em rotação. Ao tentar agarrar a
peça de trabalho pode entrar acidentalmente em
contacto com a lâmina de serra em rotação.
i) Apoie peças de trabalho compridas e/ou
largas por trás e/ou na lateral da mesa de
serrar, de forma a que as mesmas
permaneçam na horizontal. As peças de
trabalho compridas e/ou largas tem tendência a
tombar na margem da mesa de serrar; isto leva à
perda de controlo, encravamento da lâmina de
serra e contragolpes.
j) Conduza a peça de trabalho
uniformemente. Não torça ou rode a peça de
trabalho. Caso a lâmina de serra encrave,
desligue imediatamente a ferramenta
eléctrica, retire a ficha de rede e elimine a
causa do encravamento. O encravamento da
lâmina de serra devido à peça de trabalho pode
provocar contragolpes ou o bloqueio do motor.
k) Não remova o material serrado enquanto a
serra está em funcionamento. O material
cortado pode acumular-se entre a lâmina de
serra e a calha de encosto ou na tampa de
protecção e puxar os seus dedos para a lâmina
de serra ao retirar. Desligue a serra e espere até
que a lâmina de serra pare antes de remover o
material.
I) Para cortes longitudinais em peças de
trabalho com menos de 2 mm utilize um
batente paralelo adicional. Peças de trabalho
finas podem acumular-se por baixo do batente
paralelo e provocar contragolpes.
3.3 Contragolpes - Causas e respectivas
indicações de segurança
Um contragolpe é a reacção repentina da peça
de trabalho, provocada quando a lâmina de serra
fica presa ou encrava, ou por um corte torto da
lâmina de serra na peça de trabalho, ou quando
uma parte da peça de trabalho fica entalada entre
a lâmina de serra e o batente paralelo ou outro
objecto fixo.
Na maioria dos casos, num contragolpe a peça
de trabalho é apanhada pela parte traseira da
lâmina de serra, levantada da mesa de serrar e
projectada na direcção do operador.
O contragolpe é a consequência de uma
utilização errada ou inadequada da serra circular
de bancada. Este pode ser evitado através de
medidas de segurança adequadas, conforme
descrito em seguida.
a) Nunca se posicione alinhado directamente
com a lâmina de serra. Mantenha-se sempre
no lado da lâmina de serra onde se encontra
a calha de encosto. Num contragolpe, a peça
de trabalho pode ser projectada a alta velocidade
sobre as pessoas que se encontram diante ou
alinhadas com a lâmina de serra.
b) Nunca agarre por cima ou por trás da
lâmina de serra para puxar ou apoiar a peça
de trabalho. Pode entrar acidentalmente em
contacto com a lâmina de serra ou fazer com que
os seus dedos sejam puxados para a lâmina de
serra devido a um contragolpe.
c) Nunca segure ou pressione a peça de
trabalho que está a ser serrada contra a
lâmina de serra em rotação. O facto de
pressionar a peça de trabalho que está a ser
serrada contra a lâmina de serra pode fazer com
que fique presa e ocorra um contragolpe.
d) Alinhe a calha de encosto em paralelo com
a lâmina de serra. Uma calha de encosto que
não esteja alinhada pressiona a peça de trabalho
contra a lâmina de serra e provoca um
contragolpe.
e) Em cortes ocultos (por ex. ao efectuar
dobras) utilize um carril de pressão para
guiar a peça de trabalho contra a mesa e a
calha de encosto. Com um carril de pressão é
possível controlar melhor a peça de trabalho em
caso de contragolpes.
f) Apoie as placas grandes para reduzir o
risco de contragolpes que ocorrem quando a
lâmina de serra fica presa. As placas grandes
podem curvar-se sob o seu próprio peso. As
placas devem ser apoiadas em ambos os lados,
quer junto da fenda de corte como na aresta.
g) Esteja particularmente atento ao cortar
peças de trabalho que torcidas, amarradas,
empenadas ou que não disponham de uma
aresta recta através da qual poderá guiar
com um batente de esquadria ou ao longo da
calha de encosto. As peças de trabalho
torcidas, amarradas ou empenadas são instáveis
e levam ao alinhamento incorrecto da junta de
corte com a lâmina de serra, emperram e
provocam contragolpes.
h) Nunca serre várias peças de trabalho
empilhadas umas por cima das outras ou
atrás umas das outras. A lâmina de serra
poderia prender uma ou mais peças e provocar
um contragolpe.
i) Se pretender voltar a ligar uma serra que se
encontra dentro da peça de trabalho, centre
a lâmina de serra na fenda de corte, de modo
a que os dentes da serra não fiquem presos
na peça de trabalho. Se a lâmina de serra
encravar, pode levantar a peça de trabalho e
provocar um contragolpe, quando a serra voltar a
ser ligada.
j) Mantenha as lâminas de serra limpas,
afiadas e suficientemente cruzadas. Nunca
utilize lâminas de serra torcidas ou com
dentes rachados ou quebrados. As lâminas de
serra afiadas e correctamente cruzadas reduzem
o encravamento, o bloqueio e os contragolpes.
3.4 Indicações de segurança para a
utilização de serras circulares de
bancada
a) Desligue a serra circular de bancada e
desconecte-a da corrente antes de remover a
placa de inserção, substituir a lâmina de
serra, realizar ajustes na cunha abridora, na
protecção contra contragolpes ou na tampa
de protecção da lâmina de serra, bem como
após a conclusão de cada processo de
serrar. As medidas de segurança servem para
evitar acidentes.
b) Nunca deixe a serra circular de bancada a
trabalhar sem supervisão. Desligue a
ferramenta eléctrica e não a abandone até ter
parado por completo. Uma serra a funcionar
sem supervisão representa um perigo
descontrolado.
c) Instale a serra circular de bancada num
local plano e bem iluminado, onde possa
estar de pé seguro e manter o equilíbrio O
local de instalação deve dispor de espaço
suficiente para manusear com facilidade o
tamanho das suas peças de trabalho. A
desarrumação, as áreas de trabalho com pouca
iluminação e os chãos irregulares e
escorregadios podem provocar acidentes.
d) Retire regularmente as aparas e a
serradura por baixo da mesa de serrar e/ou
da aspiração do pó. A serradura acumulada é
inflamável e pode incendiar-se.
e) Fixe a serra circular de bancada. Uma serra
circular de bancada fixada incorrectamente pode
deslocar-se ou tombar.
f) Retire as ferramentas de ajuste, restos de
madeira, etc. da serra circular de bancada,
antes de a ligar. Distracções ou possíveis
encravamento podem ser perigosos.
3. Indicações especiais de
segurança
Página: 64
PORTUGUÊS pt
65
g) Utilize sempre lâminas de serra com o
tamanho correcto e a devida perfuração de
admissão (por ex. forma em estrela ou
redonda). Lâminas de serra que não se adaptam
às peças de montagem rodam de forma não
circular levam à perda de controlo.
h) Nunca utilize material de montagem da
lâmina de serra danificado ou incorrecto,
como por ex. flanges, arruelas planas,
parafusos ou porcas. Este material de
montagem da lâmina de serra foi concebido
especialmente para a sua serra de forma a
proporcionar um funcionamento seguro e um
rendimento perfeito.
i) Nunca se coloque por cima da serra
circular de bancada e não a utilize como
banco. Podem ocorrer ferimentos graves caso a
ferramenta eléctrica tombe ou caso entre
acidentalmente em contacto com a lâmina de
serra.
j) Certifique-se de que a lâmina de serra está
montada no sentido de rotação correcto. Não
utilize discos abrasivos ou escovas de arame
de aço com a serra circular de bancada. A
montagem incorrecta da lâmina de serra ou a
utilização de acessórios não recomendados por
provocar ferimento graves.
3.5 Indicações de segurança adicionais
 Respeite as instruções especiais de segurança
nos respectivos capítulos.
 Se necessário, respeite as directivas legais ou
as normas relativas à prevenção de acidentes
previstas para o manuseamento de serras
circulares.
Perigos gerais!
 Ter em consideração as condições ambientais.
 No caso de peças de trabalho compridas utilize
suportes adequados.
 Esta ferramenta só deve ser colocada em
funcionamento e utilizada por pessoas que
estejam familiarizadas com serras circulares e
que estejam conscientes dos riscos que advêm
da sua utilização.
Os menores de 18 anos somente poderão
utilizar a ferramenta no âmbito de uma
formação profissional, sob supervisão de um
formador.
 Mantenha terceiros, especialmente crianças
fora da zona de perigo. Durante o
funcionamento, não deixe que outras pessoas
toquem na ferramenta ou no cabo de
alimentação.
 Evite o sobreaquecimento dos dentes da serra.
 Ao serrar plásticos, evite que o plástico derreta.
Perigo devido a corrente eléctrica!
 Não exponha a ferramenta eléctrica a chuva.
Não utilize a ferramenta em ambientes húmidos
ou molhados.
Ao trabalhar com esta ferramenta evite o
contacto do corpo com peças ligadas à terra
(por ex. radiadores, tubos, fogões, frigoríficos).
 Nunca utilize o cabo de alimentação para fins
não previstos.
Perigo de ferimentos e esmagamentos
provocados por peças em movimento!
 Não coloque esta ferramenta em
funcionamento sem ter montado os dispositivos
de protecção.
 Mantenha sempre uma distância suficiente em
relação à lâmina de serra. Se necessário, utilize
dispositivos de alimentação adequados.
Durante o funcionamento deverá manter uma
distância suficiente em relação aos
componentes em movimento.
 Espere que a lâmina de serra pare antes de
retirar pequenos recortes da peça de trabalho,
restos de madeira, etc. da zona de trabalho.
 Nunca trave a lâmina de serra em movimento
por inércia exercendo pressão lateral.
 Antes de efectuar quaisquer trabalhos de
manutenção, certifique-se de que a ferramenta
está desligada da rede eléctrica.
 Antes de ligar a ferramenta (por exemplo após
trabalhos de manutenção) deverá certificar-se
de que já não se encontram ferramentas de
montagem ou peças soltas no aparelho.
Perigo de corte mesmo com a
ferramenta de corte parada!
 Utilize luvas de protecção para efectuar a troca
de ferramentas de corte.
 Guarde as lâminas de serra de forma a que
ninguém se possa ferir.
Perigo devido ao contragolpe de
peças de trabalho!
 Trabalhe sempre com a cunha abridora
devidamente ajustada.
 Não incline as peças de trabalho.
 Certifique-se de que a lâmina de serra é
adequada para a peça de trabalho.
 Serre peças de trabalho finas ou de paredes
finas apenas com lâminas de serra com dentes
finos.
 Utilize sempre lâminas de serra afiadas.
 Em caso de dúvida, examine as peças de
trabalho em relação a corpos estranhos (por
exemplo pregos ou parafusos).
 Serre apenas peças de trabalho, cujas
dimensões permitam agarrar de forma segura
ao serrar.
Perigo de arrasto!
 Certifique-se de que durante o funcionamento,
as peças em rotação não agarram e puxam
partes do corpo ou peças de roupa (não usar
gravatas, não usar luvas, nem usar peças de
roupa com mangas largas; em caso de cabelos
compridos colocar sempre uma rede).
 Nunca serrar peças de trabalho que contenham
– cordas,
– cordões,
– fitas,
– cabos ou
– Arames ou que sejam compostas por estes
materiais.
Perigo devido a equipamento de
protecção pessoal insuficiente!
 Use protecção auditiva.
 Use óculos de protecção.
 Use uma máscara de protecção contra o pó.
 Use roupa de trabalho adequada.
 Ao trabalhar ao ar livre recomendamos calçado
antiderrapante.
Perigo provocado por pó de madeira!
 Alguns tipos de pó de madeira (por ex. faia,
carvalho e freixo) podem causar cancro ao ser
inalados. Trabalhe sempre com um dispositivo
de aspiração. O dispositivo de aspiração deve
cumprir os valores mencionados no capítulo
7.1.
Reduzir os níveis de pó:
 As partículas que se formam ao trabalhar com
esta ferramenta podem conter substâncias
cancerígenas e provocar reacções alérgicas,
doenças respiratórias, malformações
congénitas ou outros problemas no sistema
reprodutor. Alguns exemplos destas
substâncias são: chumbo (em tintas à base de
chumbo), aditivos para o tratamento de madeira
(cromo, agente de preservação de madeira),
alguns tipos de madeira (como pó de carvalho
ou faia).
 O risco depende do tempo a que o utilizador, ou
as pessoas que se encontram nas
proximidades, estão sujeitos à sobrecarga.
 Não deixe que estas partículas entrem em
contacto com o seu corpo.
 Para reduzir a sobrecarga destas substâncias:
Areje bem o local de trabalho e use
equipamento de protecção adequado, como
por ex. máscaras de protecção respiratória que
estejam em condições de filtrar partículas
microscópicas.
 Respeite as directivas (por ex. disposições
relativas à segurança no trabalho, eliminação)
válidas para o seu material, pessoal, caso de
utilização e local de utilização.
 Apanhe as partículas formadas no local de
formação e evite deposições nas imediações.
 Utilize o dispositivo de recolha de pó
juntamente fornecido e uma aspiração de pó
adequada. Através disso, reduz a expulsão
descontrolada de partículas no ambiente.
 Reduza as sobrecargas de pó:
– direccionando as partículas expelidas e o
fluxo de descarga da máquina para longe de
si, das pessoas que se encontram nas
proximidades ou do pó acumulado,
– montando um dispositivo de aspiração e/ou
um purificador de ar,
– arejando bem o local de trabalho e aspirando-
o para o manter limpo. Varrer ou soprar por
jacto de ar forma remoinhos de pó.
– Aspire ou lave o vestuário de protecção. Não
limpar soprando, batendo ou escovando.
Perigo devido a modificações técnicas
ou devido à utilização de peças não
comprovadas nem aprovadas pelo
fabricante!
 Monte esta ferramenta seguindo exactamente
este manual.
 Utilize apenas peças autorizadas pelo
fabricante. Especialmente no caso de:
– Lâminas de serra (número de pedido ver
capítulo 12. Acessórios);
– dispositivos de segurança.
 Não efectue modificações nas peças.
Perigo de danos no aparelho!
 Limpar cuidadosamente a ferramenta bem
como os acessórios. Cumpra as normas de
manutenção.
 Antes de cada funcionamento verifique se a
ferramenta apresenta eventuais danos: antes
de continuar a utilizar a ferramenta deverá
controlar a função correcta e impecável dos
dispositivos de segurança e equipamentos de
protecção, bem como das peças ligeiramente
danificadas. Verificar se todas as peças móveis
funcionam correctamente e não estão
emperradas. Todas as peças deverão ser
correctamente montadas e cumprir todas as
condições para, assim, garantir o perfeito
funcionamento do aparelho.
 Os dispositivos de protecção ou as peças
danificadas devem ser reparadas ou
substituídas por uma oficina especializada
autorizada. Para a substituição de botões
danificados dirija-se a uma oficina de
assistência técnica. Não utilize a ferramenta se
não for possível ligar ou desligar através do
botão.
Perigo devido a ruído!
 Use protecção auditiva.
 Certifique-se de que a cunha abridora não está
dobrada. Uma cunha abridora dobrada
pressiona a peça de trabalho lateralmente
contra a lâmina de serra. Isto produz ruído.
Perigo devido a peças de trabalho a
bloquear ou partes da peça de trabalho!
Se surgir um bloqueio:
1. desligar o aparelho,
2. Retirar a ficha de rede.
3. Usar luvas,
4. remover o bloqueio com uma ferramenta
adequada.
Página: 65
PORTUGUÊS
pt
66
3.6 Símbolos na ferramenta
Informações sobre a placa de características:
a Fabricante
b Número de série
c Designação do aparelho
d Dados do motor (ver também "Dados
Técnicos")
e Marca CE – este equipamento cumpre as
directivas da UE de acordo com a declaração
de conformidade
f Ano de fabrico
g Símbolo de eliminação – o aparelho pode ser
eliminado através do fabricante
h Dimensões das lâminas da serra autorizadas
Sinal de segurança
Perigo!
A não observância dos seguintes
avisos pode resultar em ferimentos
graves ou danos materiais.
Ler o manual de instruções.
Não agarrar na lâmina de serra em
funcionamento.
Usar óculos de protecção e
protecção auditiva.
Não usar a ferramenta em ambientes
húmidos ou molhados.
3.7 Dispositivos de segurança
Cunha abridora
A cunha abridora (5) impede que a peça de
trabalho seja apanhada pelos dentes
ascendentes e seja projectada contra o operador.
A cunha abridora tem de estar sempre montada
durante o funcionamento.
Resguardo contra aparas
O resguardo contra aparas (7) protege contra o
toque acidental na lâmina de serra e de aparas
projectadas.
O resguardo contra aparas tem de estar sempre
montado durante o funcionamento.
Dispositivo de arrasto
O dispositivo de arrasto (13) serve de
prolongamento da mão, para guiar a peça de
trabalho de forma segura, passando-a pela
lâmina de serra, e protege contra toques
acidentais na lâmina de serra.
Se a distância entre a lâmina de serra e o batente
paralelo for inferior a 120 mm, deverá usar o
dispositivo de arrasto.
O dispositivo de arrasto deve ser introduzido num
ângulo de 20° … 30° em relação à superfície da
mesa de serrar.
Se o dispositivo de arrasto não estiver a ser
utilizado deverá ser guardado juntamente com a
ferramenta.
Se o dispositivo de arrasto estiver danificado
deverá ser substituído.
Ver página 2.
1 Depósito do batente paralelo
2 Extensão da mesa no comprimento
3 Batente transversal
4 Inserção para mesa
5 Cunha abridora
6 Alavanca de aperto para fixação do resguardo
contra aparas
7 Resguardo contra aparas
8 Pega de retenção para fixação do batente
transversal
9 Extensão lateral da mesa
10 Alavanca de aperto para a extensão lateral da
mesa
11 Batente paralelo
12 Alavanca de aperto para fixação do batente
paralelo
13 Dispositivo de arrasto
14 Depósito do dispositivo de arrasto
15 Botão Ligar
16 Botão Desligar
17 Manivela para regulação da altura de corte
18 Volante para a regulação do ângulo de
inclinação
19 Alavanca de aperto para bloquear o ângulo de
inclinação
20 Paragem do limitador de inclinação
21 Pé regulável para compensar as
irregularidades do chão (apenas no
TS 216 Floor) *
22 Suporte da mangueira de aspiração
23 Mangueira de aspiração
24 Parafuso de ajuste (prender o batente
paralelo)
25 Casquilho de aspiração no resguardo contra
aparas
26 Depósito do resguardo contra aparas
27 Adaptador de aspiração
28 Depósito do batente transversal
29 Chave de bocas
30 Pedal / punho do cavalete (apenas na TS 216
/ equipamento não disponível na
TS 216 Floor) *
* consoante o equipamento / consoante o modelo
Garanta um apoio de pés firme e
mantenha sempre o equilíbrio.
Montagem sem cavalete:
1. A ferramenta deve ser retirada da embalagem
por duas pessoas.
2. Depositar a serra sobre uma mesa ou
bancada estável.
3. Aparafusar fixamente a serra na mesa ou na
bancada.
4. Compensar as irregularidades do chão com o
pé regulável (21): soltar o parafuso, ajustar o
pé regulável e voltar a apertar com força o
parafuso.
Montagem com cavalete:
1. A ferramenta deve ser retirada da embalagem
por duas pessoas.
2. Colocar a ferramenta no chão.
3. Erguer a ferramenta pelos punhos e colocá-la
em pé
4. Puxar os punhos (30), girar e engatar.
5. Desdobrar ambos os pés inferiores da mesa.
Para tal, pressionar as alavancas giratórias
vermelhas (31) para baixo (com a mão ou com
o pé) e girar os pés da mesa para baixo.
6. Virar a ferramenta ligeiramente para trás e
pressionar ambos os pés da mesa para baixo.
As alavancas giratórias vermelhas (31) têm de
engatar.
7. Desdobrar ambos os pés superiores da mesa.
Para tal, deslocar as alavancas giratórias
vermelhas (32) para a direita e oscilar os pés
da mesa para baixo.
As alavancas giratórias vermelhas têm de
engatar.
8. Pegar no centro da armação superior da
serra. Puxar a serra para cima e pousar.
(apoiar o pé de ajuste com o pé para evitar um
deslizamento da serra ao instalar).
D-72622 Nürtingen
Germany
xxxx
30
216
mm
max.
63
mm
a
b
c
d
e f g h
13
4. Vista geral
5. Montagem
30
31
32
Página: 66
PORTUGUÊS pt
67
9. Compensar desníveis no piso com o pé de
ajuste (33).
Indicação:
Na primeira ligação podem ser projectadas
aparas de borracha. Isto deve-se ao tipo de
construção e não é prejudicial.
6.1 Montagem
Ajustar a cunha abridora (em caso de
necessidade)
Indicação:
A cunha abridora (5) já se encontra
correctamente ajustada na entrega. A cunha
abridora apenas necessita de ser regulada
durante a colocação em funcionamento, caso
tenha sofrido uma desregulação durante o
transporte.
1. Rodar a manivela para colocar a lâmina de
serra na sua posição mais alta.
2. Inserir a chave de bocas (28) na abertura da
inserção para mesa (4), levantar e remover a
inserção para mesa.
3. Soltar a alavanca de bloqueio (34) (rodar no
sentido contrário ao dos ponteiros do
relógio!).
4. Puxar a cunha abridora (5) da posição de
transporte inferior para cima até ao encosto.
5. Verificar o alinhamento da cunha abridora:
– A distância entre a margem exterior da lâmina
de serra e a cunha abridora deve ser de
3 a 8 mm.
– A cunha abridora tem de estar alinhada com a
lâmina de serra.
Perigo!
A cunha abridora é parte integrante dos
equipamentos de segurança e deverá estar
correctamente montada de forma a garantir
um funcionamento livre de perigos.
6. Apertar bem a alavanca de bloqueio (34)
(rodar no sentido dos ponteiros do
relógio!).
Ajustar o alinhamento lateral (apenas em caso de
necessidade):
A cunha abridora (5) e a lâmina de serra devem
estar alinhadas com precisão.
7. Soltar os três parafusos com sextavado
interior (35).
8. Alinhar a cunha abridora (5) em relação à
lâmina de serra.
9. Voltar a apertar bem os três parafusos com
sextavado interior (35).
10.Voltar a colocar a inserção para mesa (4) e
pressionar fixamente.
Montar o resguardo contra aparas
1. Rodar a manivela para colocar a lâmina de
serra na sua posição mais alta.
2. Montar o resguardo contra aparas (7) no
encabadouro da cunha abridora (5).
3. Fixar bem o resguardo contra aparas usando
a alavanca de aperto (36).
Ajuste em altura da inserção para mesa
(em caso de necessidade)
A inserção para mesa (4) está correctamente
ajustada, quando a sua superfície se encontrar 0
mm a 0,7 mm abaixo da superfície da mesa.
Rodar os 4 parafusos nos cantos da inserção
para mesa (4) para ajustar em altura.
6.2 Ligação à rede
Perigo! Corrente eléctrica
 Utilize a ferramenta exclusivamente em
ambientes secos.
 Utilize a ferramenta apenas ligada a uma
fonte de energia que cumpra os seguintes
requisitos (ver também "Dados técnicos"):
– Tomadas devidamente instaladas, li-
gadas à terra e testadas;
– A tensão e a frequência da rede de-
vem corresponder aos dados indica-
dos na placa de características da fer-
ramenta;
– Protecção com fusível equipada com
um interruptor FI (RCD) com um
disjuntor residual de 30 mA;
Indicação:
Para saber se sua ligação doméstica cumpre
estes requisitos, contacte a sua empresa
subsidiária de energia ou o seu electricista.
 Estenda o cabo de alimentação de modo a
não impedir o trabalho e a não ficar
danificado.
 Proteja o cabo de alimentação contra calor,
líquidos agressivos e arestas afiadas.
 Utilize apenas cabos de extensão de
borracha com corte transversal suficiente.
 Ao ar livre utilize apenas cabos de extensão
aprovados e identificados para a utilização
no exterior.
 Nunca retire a ficha de rede puxando-a pelo
cabo de alimentação.
 Evite o arranque involuntário: assegure-se
de que o botão para Ligar/Desligar está
desligado ao ligar a ficha na tomada de
rede.
Perigo de acidentes!
A serra apenas pode ser manuseada por uma
pessoa de cada vez. As restantes pessoas
poderão apenas encontrar-se afastadas da
serra para introduzir ou retirar as peças de
trabalho.
Antes de começar a trabalhar verifique se os
seguintes componentes estão funcionais:
– Cabo de alimentação e ficha de rede;
– Botão Ligar/Desligar;
– cunha abridora;
– resguardo contra aparas;
– dispositivos de alimentação (dispositivo
de arrasto, cabo para pegar madeira e
punho).
Use equipamento de protecção pessoal:
– máscara de protecção;
– protecção auditiva;
– óculos de protecção.
Ao serrar adopte uma posição de trabalho
correcta:
– à frente no lado do operador;
– de frente para a serra;
– à esquerda a lado da linha da lâmina de
serra;
– em caso de operar a máquina com duas
pessoas, a segunda pessoa deverá man-
ter uma distância suficiente da serra.
Consoante a necessidade, durante o trabalho
utilize os seguintes dispositivos:
– depósitos apropriados para peças de tra-
balho se depois de cortadas, as peças de
trabalho caírem da mesa;
– dispositivo de aspiração de aparas.
Evitar erros típicos de manuseamento:
– Não bloquear a lâmina de serra exercen-
do pressão lateral. Existe risco de contra-
golpe.
– Ao serrar, pressione sempre a peça de
trabalho contra a mesa e não a incline.
Existe risco de contragolpe.
– Nunca corte várias peças de trabalho em
simultâneo – nem qualquer conjunto
composto por diversas peças individuais.
Existe risco de acidentes quando diver-
sas peças individuais são agarradas des-
controladamente pela lâmina de serra.
Perigo de arrasto!
Nunca corte peças de trabalho nas quais
existam cordas, cordões, fitas, cabos ou
6. Colocação em funcionamento
33
5
34
max. 8 mm
5 35
7
5 36
7. Manuseamento
Página: 67
PORTUGUÊS
pt
68
arames ou que sejam compostas pelos
mesmos.
7.1 Dispositivo de aspiração de aparas /
Aspiradores universais
Perigo!
Alguns tipos de pó de madeira (por ex. de
faia, carvalho ou freixo) podem provocar
cancro ao ser inalados. Em compartimentos
fechados, deverá trabalhar sempre com um
dispositivo de aspiração de aparas
adequado. O dispositivo de aspiração deve
cumprir os seguintes requisitos:
– Adequado para o diâmetro do casquilho
de aspiração (resguardo contra aparas
38 mm; caixa de aparas 35/44 mm);
– quantidade de ar  460 m3/h;
– vácuo no casquilho de aspiração da serra
 530 Pa;
– velocidade do ar no casquilho de aspiração
da serra  20 m/s.
O casquilho de aspiração para a aspiração de
aparas encontra-se na caixa de protecção da
lâmina de serra e no resguardo contra aparas.
Respeite também sempre o manual de instruções
do dispositivo de aspiração de aparas!
7.2 Ajuste da altura de corte
Perigo!
As partes do corpo ou os objectos que se
encontram na zona de ajuste, podem ser
apanhados pelas lâminas de serra em
rotação! Proceda apenas à regulação da
altura de corte com a lâmina de serra parada!
A altura de corte da lâmina de serra deve ser
adaptada à altura da peça de trabalho: o
resguardo contra aparas tem de estar pousado
com a sua aresta dianteira inferior sobre a peça
de trabalho.
 Ajustar a altura de corte rodando a manivela
(17).
Indicação:
Para compensar uma eventual folga no
ajuste da altura de corte, desloque a lâmina
de serra sempre a partir de baixo para a
posição pretendida.
7.3 Ajustar a inclinação da lâmina de serra
Perigo!
As partes do corpo, objectos ou peças da
ferramenta que se encontram na zona de
ajuste, podem ser apanhados pela lâmina de
serra em rotação! Proceda apenas à
inclinação da lâmina de serra com a lâmina
de serra parada!
A inclinação da lâmina de serra pode ser
ajustada entre -1,5° e 46,5°.
1. Soltar a alavanca de aperto (19).
2. Ajustar a inclinação da lâmina de serra
pretendida rodando o volante (18).
3. (19)Bloquear o ângulo de inclinação ajustado,
fixando a alavanca de aperto (rodar no sentido
dos ponteiros do relógio).
Ajuste para cortes tapados
A regulação da inclinação possui um batente a 0°
e a 45°. Porém, para cortes especiais em meia-
esquadria (corte tapado), o ângulo de inclinação
poderá ser aumentado em ambos os sentidos,
em 1,5°.
 Puxar a paragem do limitador de inclinação (20)
para fora e colocar por cima do disco excêntrico
direito = o ângulo de inclinação da lâmina de
serra poderá ser regulado entre -1,5° e 45°.
 Puxar a paragem do limitador de inclinação (20)
para fora e colocar por cima do disco excêntrico
esquerdo = o ângulo de inclinação da lâmina de
serra poderá ser regulado entre 0° e 46,5°.
Botão Ligar/Desligar
 Ligar = carregar no botão (15) superior durante
1 a 2 segundos.
 Desligar = pressionar o botão (16) inferior.
7.4 Ajustar o batente paralelo
A montagem é realizada no perfil de guia
localizado na parte dianteira da serra.
– Posicionar o batente paralelo (11) à direita da
lâmina de serra.
A marca na lupa indica na escala a distância
regulada do batente paralelo em relação à
lâmina de serra.
– Soltar a alavanca de aperto (12) do batente
paralelo e deslocar o batente paralelo até a
marca na lupa indicar a distância pretendida em
relação à lâmina de serra.
Pressionar a alavanca de aperto (12) para
baixo para bloquear.
– O perfil do batente (37) deve encontrar-se em
paralelo com a lâmina de serra ao serrar com
batente paralelo e ser bloqueado com a
alavanca de aperto (12). Para tal, deve
pressionar a alavanca de aperto (12) para
baixo.
– Porcas serrilhadas (38) para fixar o perfil do
batente. O perfil do batente pode ser removido
e reposicionado após soltar ambas as porcas
serrilhadas (38):
Margem de encosto baixa:
– para serrar peças de trabalho planas;
– quando a lâmina de serra está inclinada.
Margem de encosto alta:
– para serrar peças de trabalho altas.
7.5 Ajustar o indicador no batente paralelo
1. Alinhar o batente paralelo com a lâmina de
serra.
2. Soltar o parafuso no indicador do batente
paralelo.
3. Fazer coincidir o indicador no batente paralelo
e o "0" da escala.
4. Voltar a apertar o parafuso no indicador do
batente paralelo.
Indicação:
Para evitar que a peça de trabalho fique presa ao
serrar com o batente paralelo:
deverá deslocar o batente paralelo totalmente
para a direita e, em seguida, ajustar a largura de
corte pretendida.
Indicação:
Ajustar o batente paralelo (se necessário): para
evitar que a peça de trabalho fique presa entre o
batente paralelo e a lâmina de serra, o batente
paralelo deverá estar alinhado em paralelo com
lâmina de serra, ou
ser ajustado de forma a abrir para trás no máx.
0,3 mm Para ajustar deverá soltar os 2 parafusos
no lado superior do batente paralelo, e em
seguida, voltar a apertar bem.
Indicação:
Ajustar a força de aperto do batente paralelo (se
necessário): caso a peça de aperto traseira
prenda mais cedo ou mais tarde que a peça de
aperto dianteira, esta situação poderá ser
ajustada rodando a porca (24). Soltar a porca
(24) de forma a que a peça de aperto traseira
prenda mais tarde. Apertar a porca (24) de forma
a que a peça de aperto traseira prenda mais
cedo.
17
19 18
20
-1,5° ... 45°
0° ... 46°
15
16
37 11 12
38
Página: 68
PORTUGUÊS pt
69
7.6 Ajustar o batente transversal
O batente transversal (3) é inserido pela parte da
frente na ranhura existente na mesa de serrar.
Para cortes em ângulo, o batente transversal
pode ser regulado para ambos os lados em 60°.
Para cortes em ângulo de 45° e 90° existem
batentes adequados.
Para ajustar um ângulo: soltar a pega de retenção
(8) rodando no sentido contrário ao dos ponteiros
do relógio
Perigo de ferimentos!
A pega de retenção tem de estar apertada
fixamente ao serra com o batente
transversal.
O perfil de adaptação pode ser deslocado ou
removido soltando as porcas serrilhadas (39).
7.7 Ajustar a extensão lateral da mesa
A extensão lateral da mesa (9) amplia a
superfície de apoio de modo a que as peças de
trabalho maiores possam ser apoiadas com
segurança.
 Para regular a extensão lateral da mesa deve
soltar a (9) alavanca de aperto (10).
(Para ajustar a extensão lateral esquerda da
mesa, accionar a alavanca de aperto traseira.
Para ajustar a extensão lateral direita da mesa,
accionar a alavanca de aperto dianteira.)
Perigo de ferimentos!
A pega de retenção tem de estar sempre
apertada ao serrar.
Leitura da escala ao trabalhar com o batente
paralelo
A leitura da escala da largura de corte depende
de como o perfil do batente está montado no
batente paralelo:
– Margem de encosto alta =
escala com letras pretas sobre fundo branco.
– Margem de encosto baixa =
escala com letras brancas sobre fundo preto.
Em caso de larguras de corte pequenas, a
extensão lateral da mesa não é estendida. A
largura de corte é lida na escala direita do
indicador do batente paralelo:
– margem de encosto alta: larguras de corte
possíveis de 0 a 25 cm.
– margem de encosto baixa: larguras de corte
possíveis de 0 a 18,5 cm.
Se pretender cortas peças de trabalho maiores
deverá estender a extensão lateral da mesa (9).
1. Deslocar o batente paralelo para a posição
final da escala.
2. Puxar a extensão lateral da mesa para fora e
regular o batente paralelo para a distância
pretendida. A largura de corte é lida na escala
esquerda através do indicador da escala.
7.8 Ajustar a extensão da mesa no
comprimento
A extensão da mesa no comprimento (2) amplia a
superfície de apoio de modo a que as peças de
trabalho mais compridas possam ser apoiadas
com segurança.
1. Para retirar a extensão da mesa no
comprimento, deverá desapertar ambos os
parafusos serrilhados (40).
2. Puxar a extensão da mesa no comprimento
para fora e ajustar a distância pretendida.
3. Voltar a apertar bem ambos os parafusos
serrilhados.
7.9 Serrar
Perigo!
Se a distância entre a lâmina de serra e o
batente paralelo for inferior a 120 mm, deverá
usar o dispositivo de arrasto.
Corte recto
1. Ajustar o ângulo de inclinação e bloquear.
2. Ajustar a altura de corte. A parte dianteira do
resguardo contra aparas deve pousar
completamente sobre a peça de trabalho.
3. Em caso de lâmina de serra inclinada, montar
a paralela no lado esquerdo da lâmina de
serra e ajustar.
4. Ligar a serra.
5. Deslocar a peça de trabalho uniformemente
para trás e serrar com uma só passagem.
6. Desligue a ferramenta, caso não queira
continuar a trabalhar imediatamente em
seguida.
Corte em ângulo
1. O batente transversal (3) é inserido pela parte
da frente na ranhura existente na mesa de
serrar.
2. Regule o ângulo pretendido soltando a pega
de retenção (8) no batente transversal e volte
a aparafusar a pega de retenção.
3. Ajustar a distância lateral entre o perfil de
adaptação e a lâmina de serra:
Solte a porca serrilhada (39) e desloque o
perfil de adaptação.
Apertar fixamente a porca serrilhada (39).
4. Pressionar a peça de trabalho contra o
batente transversal.
5. Cortar a peça de trabalho deslocando o
batente transversal para a frente.
6. Desligue a ferramenta, caso não queira
continuar a trabalhar imediatamente
Perigo!
Antes de cada transporte:
 Desligar a ferramenta.
 Aguardar até que a lâmina de serra esteja
parada.
 Puxar a ficha da rede.
 Desmontar as peças montadas (resguardo
contra aparas, aspiração de aparas). Guardar o
resguardo contra aparas junto à mesa de serrar.
 Colocar a cunha abridora na posição de
transporte. Proceder conforme descrito no
capítulo 6.1, no entanto deslocar para baixo a
cunha abridora (5) até ao encosto (posição de
transporte).
 Baixar a lâmina de serra completamente com a
manivela.
 Regular o ângulo de inclinação da lâmina de
serra a 0°, e fixar com a alavanca de aperto.
 Enrolar o cabo de alimentação no enrolador de
cabo.
Apenas ferramentas com cavalete:
 Erguer a ferramenta pela armação e oscilar
para trás. Colocar a ferramenta em pé e
recolher os pé superiores. As alavancas
giratórias vermelhas tem de engatar
novamente.
 Girar a ferramenta para trás e recolher os pés
inferiores. As alavancas giratórias vermelhas
tem de engatar novamente.
 Recolher os punhos e pousar a ferramenta.
Perigo de ficar entalado
Recolher ambas as extensões laterais da
mesa e bloquear com a alavanca de aperto.
Para transportar a ferramenta, utilize os punhos
laterais (41) da mesa.
Atenção!
A ferramenta não deve ser transportada
pelos dispositivos de protecção, pelas
extensões laterais da mesa estendidas / não
8
3
39
10
10
9
9
40
13
8. Transporte
8
39
41
Página: 69
PORTUGUÊS
pt
70
bloqueadas ou pelos elementos de
comando!
Atenção!
Transporte o aparelho com duas pessoas
(peso)!
Transporte móvel:
 Puxar os punhos para fora, girar e engatar.
 Puxar ou empurrar a serra pelo punho
Para transportar utilize, sempre que possível, a
embalagem de origem.
Perigo!
Antes de todos os trabalhos de manutenção
ou limpeza:
1.Desligar a ferramenta.
2.Aguardar até que a serra pare.
3.Puxar a ficha da rede.
– Após os trabalhos de manutenção e limpeza
colocar todos os dispositivos de segurança em
funcionamento e controlá-los.
– Substitua as peças danificadas, especialmente
dispositivos de segurança, apenas por peças
originais, uma vez que as peças não
comprovadas nem aprovadas pelo fabricante
podem provocar danos inesperados.
– Os restantes trabalhos de manutenção ou de
reparação, não descritos neste capítulo, só
devem ser efectuados por técnicos
especializados.
Perigo!
Caso exista uma inserção para mesa
danificada existe o perigo de objectos
pequenos ficarem presos entre a inserção
para mesa e a lâmina de serra, podendo
bloquear o a lâmina de serra. Substitua
imediatamente as inserções para mesa!
9.1 Substituição da lâmina de serra
Perigo!
Logo após os cortes, a lâmina de serra
poderá ficar muito quente – existe risco de
queimaduras! Deixe uma lâmina de serra
quente arrefecer. Nunca limpe a lâmina de
serra com líquidos inflamáveis.
Existe risco de corte mesmo com a lâmina de
serra parada. Use sempre luvas ao substituir
a lâmina de serra.
Durante a montagem, ter em consideração o
sentido de rotação da lâmina de serra!
1. Rodar a manivela para colocar a lâmina de
serra na sua posição mais alta.
2. Retirar o resguardo contra aparas (7).
3. Inserir a chave de bocas (28) na abertura da
inserção para mesa (4), levantar e remover a
inserção para mesa.
4. Rodar a porca de aperto (43) da lâmina de
serra com uma chave de bocas (29), e em
simultâneo, puxar para cima a alavanca de
retenção da lâmina de serra (42), até a
mesma engatar.
5. Segurar a alavanca (42) e desaparafusar a
porca de aperto (43) no sentido dos ponteiros
do relógio.
6. Remova a porca de aperto (43), o flange
exterior da lâmina de serra (44) e a lâmina de
serra para fora do eixo da lâmina de serra.
7. Limpar as superfícies de aperto dos flanges
da lâmina de serra (44) e (45) da lâmina de
serra.
Perigo!
Não utilizar produtos de limpeza (por ex.
para eliminar resíduos de resina), que
possam ser agressivos para os componentes
de metal leve; caso contrário a fixação da
serra pode ser influenciada.
8. Introduzir o flange interno da lâmina de serra
(45) no eixo do motor.
9. Colocar a nova lâmina de serra (respeitar o
sentido de rotação!).
Perigo!
Utilize apenas lâminas de serra que
correspondam com as especificações dos
Dados técnicos e com a norma EN 847-1 – se
utilizar lâminas de serra inapropriadas ou
danificadas podem soltar-se fragmentos
devido à força centrífuga e ser projectados.
Nunca utilizar:
– lâminas de serra, cuja rotação máxima
esteja abaixo da rotação nominal do eixo
da lâmina de serra (ver "Dados técni-
cos");
– lâminas de serra em liga de aço rápido de
alta qualidade (HS ou HSS);
– lâminas de serra cuja largura de corte é
inferior, ou cuja espessura da lâmina
base é superior à espessura da cunha
abridora.
– Lâminas com danos visíveis;
– discos de corte.
Perigo!
– Monte a lâmina de serra apenas com pe-
ças originais.
– Não utilize anéis redutores soltos; caso
contrário a lâmina de serra pode soltar-
se.
– As lâminas de serra devem ser montadas
de modo a funcionarem sem desequilí-
brio nem contragolpes e de modo a não
se soltarem durante o funcionamento.
10.Introduzir o flange exterior da lâmina de serra
(44).
11.Abrir a porca de aperto (43) (rosca à
esquerda!). Rodar a porca de aperto (43) com
uma chave de bocas (29), e em simultâneo,
puxar para cima a alavanca de retenção da
lâmina de serra (42), até engatar.
12.Segurar fixamente a alavanca (42) e apertar a
porca de aperto manualmente no sentido
contrário ao dos ponteiros do relógio.
Perigo!
– Não prolongar a ferramenta para aparafu-
sar fixamente a lâmina de serra.
– Não apertar o parafuso tensor na ferra-
menta com pancadas.
13.Ajustar a cunha abridora de acordo com o
tamanho da lâmina de serra (46).
(auste da cunha abridora, ver 6.1)
14.Voltar a colocar a (4) inserção para mesa e
pressionar fixamente.
15.Fixar (7) o resguardo contra aparas.
9.2 Ajustar o limitador do batente
1. Ajustar a paragem do limitador de inclinação
(20) para a área do ângulo a 0° / 45°.
2. Bloquear o ângulo de inclinação ajustado,
fixando a alavanca de aperto (19).
3. Verificar o ângulo de inclinação:
– 0° = em ângulo recto em relação à mesa de
serrar
– 45° com transferidor separado.
Se os valores não forem atingidos com precisão:
4. Desapertar o parafuso de fenda em cruz (47)
no respectivo disco excêntrico e regular o
disco excêntrico até o ângulo de inclinação
em relação à mesa de serrar ser de
exactamente 0°
(= ângulo recto), ou seja, 45° nas posições
finais.
5. Voltar a apertar bem o parafuso de fenda em
cruz junto ao disco excêntrico.
6. Depois de ajustar o limitador do batente,
deverá, se necessário, reajustar a escala
angular no lado dianteiro.
9. Manutenção e conservação
42
43
44
45
46
47
20
19
45°
Página: 70
PORTUGUÊS pt
71
Indicação:
Para ajustar a limitação de inclinação de -1,5° a
46,5°, deverá puxar a alavanca de limitação do
batente para fora.
9.3 Guardar a máquina
Perigo!
Guarde a ferramenta longe do alcance de
crianças. Guarde a ferramenta de modo a
que não possa ser colocada em
funcionamento por pessoas não autorizadas
e de modo a que e ninguém se possa ferir na
ferramenta parada.
Atenção!
Não guardar o aparelho desprotegido ao ar
livre ou em ambientes húmidos.
9.4 Manutenção
Limpeza da serra
 Remover as aparas e o pó com um aspirador ou
uma escova:
– nos elementos de guia para o ajustamento da
lâmina de serra;
– nas aberturas de ventilação do motor;
– na caixa de protecção da lâmina de serra;
– Regulação em altura
– Guia giratória
Antes de cada ligação
Efectuar controlo visual para verificar se
– a distância entre a lâmina de serra e a cunha
abridora se encontra entre os 3 e os 8 mm.
– a cunha abridora está alinhada com a lâmina de
serra.
Efectuar controlo visual para verificar se o cabo
de alimentação e a ficha de rede estão
danificados; se necessário, as peças danificadas
deverão ser substituídas por um electricista.
A cada desligamento
Verificar se o movimento de inércia da lâmina de
serra demora mais de 10 segundos; caso a
inércia demore mais tempo, o motor deverá ser
substituído por um electricista.
Mensalmente (se usado diariamente)
Remover as aparas com um aspirador ou pincel;
lubrificar ligeiramente os elementos de guia:
– barra roscada e barras de guia para a regulação
em altura;
– segmentos do sistema de inclinação.
A cada 150 horas de funcionamento
Controlar todas as uniões roscadas, se
necessário, apertar bem.
Se necessário:
ajustar as buchas de guia nos pés da mesa.
 Rodar os parafusos com sextavado interior (48)
no sentido dos ponteiros do relógio =
deslocação difícil da guia.
 Rodar os parafusos com sextavado interior (48)
no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio
=
deslocação fácil da guia.
 ajuste fino adicional com parafuso sem cabeça
(49).
Ajustar as buchas de guia dos porta-pés
dianteiros:
 Rodar os parafusos com sextavado interior (50)
no sentido dos ponteiros do relógio =
deslocação difícil da guia.
 Rodar os parafusos com sextavado interior (50)
no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio
=
deslocação fácil da guia.
Ajustar as buchas de guia dos porta-pés
traseiros:
 Rodar os parafusos com sextavado interior (51)
no sentido dos ponteiros do relógio =
deslocação difícil da guia.
 Rodar os parafusos com sextavado interior (51)
no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio
= deslocação fácil da guia.
Apertar uniformemente todos os parafusos
com sextavado interior.
 Antes de cortar, efectuar cortes de teste em
restos de madeira apropriados.
 Colocar sempre a peça de trabalho na mesa de
serrar de forma a que a peça de trabalho não
possa tombar ou abanar (por ex. uma tábua
empenadas, o lado empenado para cima).
 Para cortes racionais de recortes do mesmo
comprimento, utilize o batente longitudinal.
 Mantenha as superfícies da mesa de apoio
limpas.
Perigo!
Antes de qualquer reparação:
1.Desligar a ferramenta.
2.Puxar a ficha da rede.
3.Espere que a lâmina de serra pare.
Depois de cada reparação de avarias volte a
colocar todos os dispositivos de segurança
em funcionamento e verifique-os.
O motor não funciona
A protecção contra rearranque involuntário
reagiu. A ferramenta eléctrica não funciona
quando a ficha de rede é inserida com a
ferramenta ligada ou quando a fonte de
alimentação é restabelecida após uma
interrupção:
 Desligar e voltar a ligar a ferramenta.
Não há tensão eléctrica:
 Verificar o cabo, a ficha, a tomada e
o fusível.
Motor sobreaquecido, por ex. através da lâmina
de serra cega ou acumulação de aparas na
caixa:
 elimine a causa do sobreaquecimento e deixe
arrefecer alguns minutos. Depois volte a ligar a
ferramenta eléctrica.
A rotação não está a ser atingida
Protecção de sobrecarga: a rotação em carga
diminuiu CONSIDERAVELMENTE:
 A temperatura do motor é demasiado elevada!
Deixar a ferramenta eléctrica a funcionar em
vazio até a ferramenta arrefecer.
Protecção de sobrecarga: a rotação em carga
diminuiu LIGEIRAMENTE:
 A ferramenta está a ser sobrecarregada.
Continue a trabalhar com carga reduzida.
A rotação máxima não está a ser atingida - o
motor recebe pouca tensão eléctrica:
 Utilizar um cabo de ligação mais curto ou com
maior secção transversal
( 1,5 mm2).
 A fonte de alimentação deverá ser verificada
por um electricista.
Desempenho da lâmina diminuiu
Lâmina de serra cega (lâmina de serra tem
eventualmente marcas de sobreaquecimento no
lado):
 Substituir a lâmina de serra (ver capítulo 9.
Manutenção).
Extracção de aparas entupida
O dispositivo de aspiração não está ligado ou a
sua potência de aspiração não é suficiente:
 Conectar o dispositivo de aspiração ou
aumentar a potência de aspiração (velocidade
do ar  20 m/segundo no tubo ejector de
aparas).
Utilize apenas acessórios Metabo originais.
Utilize apenas acessórios que cumpram os
requisitos e dados característicos indicados
presentes neste manual de instruções.
Lâmina de serra circular Precision Cut, n.º de ped.:
6.28062
– Espectro de aplicação muito amplo ao trabalhar
com madeiras
– Para resultados de corte muito bons e limpos
em cortes longitudinais e transversais em
madeira macia e dura
Lâmina de serra circular Multi Cut, n.º de ped.:
6.28063
– Aplicação universal em materiais exigentes
– Adequado idealmente para várias utilizações na
renovação de interiores
– Resultados de corte perfeitos mesmo em cortes
transversais em madeira maciça,
contraplacados e aglomerados em bruto,
revestidos ou laminados, MDF
– Para máxima exigência no que diz respeito à
qualidade de corte, por ex. no caso de
laminados, plásticos, perfis finos em alumínio,
cobre e latão
Poderá consultar o programa completo de
acessórios em www.metabo.com ou no catálogo.
Perigo!
Por motivos de segurança, as reparações em
ferramentas eléctricas apenas devem ser
efectuadas por um electricista e usando
peças sobressalentes originais!
Se possuir aparelhos Metabo que necessitem de
reparações, dirija-se ao seu representante
Metabo. Poderá consultar os endereços em
www.metabo.com
Poderá descarregar as listas de peças
sobressalentes em www.metabo.com
49
48
10. Conselhos e truques
11. Problemas e avarias
50
51
12. Acessórios
13. Reparações
Página: 71
PORTUGUÊS
pt
72
Respeite as normas nacionais sobre a eliminação
ecológica e sobre a reciclagem de ferramentas
usadas, embalagens e acessórios.
Apenas para países da UE: não colocar as
ferramentas eléctricas no lixo doméstico!
De acordo com a directriz europeia 2002/
96/CE sobre equipamentos eléctricos e
electrónicos usados e a conversão ao direito
nacional, as ferramentas eléctricas usadas
devem ser recolhidas em separado e entregues a
uma reciclagem ecologicamente correcta.
Explicações sobre os dados na página 3.
Reservamo-nos o direito de proceder a alterações
relacionadas com o progresso tecnológico.
U =Tensão de rede
P1 =Potência nominal
P2 =Potência de saída
I =Corrente nominal
F =Protecção fusível mín.
IP =Tipo de protecção
n0 =Rotações em vazio
v0 =Velocidade de corte máx.
W =Espessura da cunha abridora
D =Diâmetro da lâmina de serra (exterior)
d =Furação da lâmina de serra (interior)
b =Largura de corte
a =Espessura máx. do corpo básico da
lâmina de serra
T90° =Altura de corte com lâmina de serra em
posição vertical
T45° =Altura de corte em inclinação da lâmina
de serra a 45°
Sx° =Âmbito de inclinação da lâmina de serra
Lp =Largura máx. de corte com batente
paralelo
LW =Largura máx. da secção transversal com
batente angular
A1 =Dimensões sem cavalete (CxLxA)
A2 =Dimensões com cavalete (CxLxA)
SL =Comprimento da mesa de serrar
SB =Largura da mesa de serrar
m =Peso da ferramenta
~ Corrente alternada
Os dados técnicos indicados são tolerantes (de
acordo com os padrões individuais válidos).
Valores da emissão
Estes valores possibilitam a avaliação de
emissões da ferramenta eléctrica e a comparação
com diversas ferramentas eléctricas. Consoante
as condições de utilização, o estado da
ferramenta eléctrica ou das ferramentas
acopláveis, a sobrecarga efectiva poderá ser
superior ou inferior. Para a avaliação, deve ainda
considerar os intervalos de trabalho e as fases
com menores sobrecargas. Com base nos
respectivos valores avaliados deverá determinar a
aplicação de medidas de protecção para o
utilizador, por ex. medidas a nível de organização.
Valores típicos e ponderados pela escala A para o
ruído:
LpA =Nível sonoro
LWA =Nível de potência sonora
KpA, KWA= Insegurança
Usar protecção auditiva!
14. Protecção do ambiente
15. Dados técnicos

Perguntas e respostas

Ainda não há perguntas sobre o Metabo TS 216.

Pede informação sobre o Metabo TS 216

Tens uma pergunta sobre o Metabo TS 216 mas não consegues encontrar uma resposta no manual de utilizador? Provavelmente os utilizadores do ManualsCat.com podem ajudar-te a responder à tua pergunta. Ao completar o seguinte formulário, a tua pergunta irá aparecer abaixo do manual do Metabo TS 216. Certifica-te de descrever o problema encontrado no Metabo TS 216 na forma mais precisa possível. Quanto mais precisa for a tua pergunta, mais possibilidades terás de receber rapidamente uma resposta por um outro utilizador. Receberás automaticamente um e-mail para informar-te que alguém respondeu à tua pergunta.