Manual do Metabo KS 66

Abaixo está disponível um manual do Metabo KS 66. Todos os manuais do ManualsCat.com podem ser visualizados gratuitamente. Pelo botão "Seleccionar uma língua", podes escolher em que lingua preferes visualizar o manual.

  • Marca: Metabo
  • Produto: Máquina de serrar
  • Modelo/nome: KS 66
  • Tipo de ficheiro: PDF
  • Línguas disponíveis: Holandês, Inglês, Alemão, France, Espagnol, Italien, Suédois, Português, Dinamarquês, Polonês, Russo, Norueguês, Finlandês, Grego, Húngaro

Índice

Página: 37
PORTUGUÊS
pt
38
Manual original
Declaramos, sob nossa responsabilidade: Estas
serras circulares manuais, identificadas pelo tipo e
número de série *1), estão em conformidade com
todas as disposições aplicáveis das Directivas *2) e
Normas *3). Documentações técnicas junto ao *4) -
vide página 3.
A máquina é apropriada para serrar madeira,
plásticos e metais ou materiais semelhantes.
A ferramenta não é destinada para cortes de imersão.
O utilizador é inteiramente responsável por
qualquer dano que seja fruto de um uso indevido.
Deve sempre cumprir-se toda a regulamentação
aplicável à prevenção de acidentes, assim como a
informação sobre segurança que aqui se incluí.
Para sua própria protecção e para
proteger a sua ferramenta eléctrica,
cumpra muito em especial todas as refe-
rências marcadas com este símbolo!
AVISO – Ler as Instruções de Serviço para
reduzir um risco de ferimentos e lesões.
AVISO Leia todas as indicações de segu-
rança e instruções. A um descuido no
cumprimento das indicações de segurança e das
instruções podem haver choque eléctrico, incêndio
e/ou graves lesões
Guarde todas as indicações de segurança e
instruções para futuras consultas.
Quando entregar esta ferramenta eléctrica a
outros, faça
a) PERIGO: jamais chegue com as mãos
na área de corte, tampouco na lâmina de
serra. Com sua outra mão, segure o punho
auxiliar ou o corpo do motor. Segurando a serra
com ambas as mãos, elas não podem ser lesadas
pela lâmina de serra.
b) Jamais pegue por baixo da peça a serrar.
Sob a peça a serrar, o resguardo da lâmina não
poderá protegê-lo diante da lâmina de serra.
c) Ajuste a profundidade de corte à espessura
da peça a serrar. Por debaixo da peça a serrar
deverá ficar visível menos do que uma altura
completa do dente.
d) Nunca segure a peça a serrar na mão ou
sobre a perna. Proteja a peça a cortar num
apoio firme. É muito importante fixar bem a peça a
serrar para minimizar o perigo de contacto com o
corpo, o emperrar da lâmina de serra ou a perda de
controlo.
e) Aquando executar trabalhos nos quais o
acessório acoplável possa atingir condutores
de corrente ocultados ou o próprio cabo de
rede, segure a ferramenta eléctrica apenas nas
superfícies isoladas do punho. O contacto com
um cabo sob tensão também coloca as partes
metais da ferramenta eléctrica sob tensão e leva a
um choque eléctrico.
f) No corte longitudinal use sempre um batente
ou uma guia de aresta recta. Isto melhora a
precisão de corte e reduz a possibilidade do
emperrar da lâmina de serra.
g) Sempre utilize lâminas de serra no tamanho
correcto e com a devida perfuração de
admissão (p.ex. forma estrelada ou redonda).
Lâminas de serra que não se adaptam às partes de
montagem, não andam na circular e levam à perda
de controlo.
h) Jamais use arruelas planas ou parafusos da
lâminas de serra danificados ou errados. Tanto
as arruelas planas como os parafusos da lâmina de
serra foram construídos especialmente para sua
serra, a fim de produzir potência e segurança de
operação optimizadas.
Causas de um contragolpe e sua prevenção:
- um contragolpe é a reacção repentina devido a
uma lâmina de serra encravando, emperrando ou
não alinhada correctamente, que leva com que a
serra incontrolável, levante e se desloque para
fora da peça a cortar, em direcção ao operador da
serra;
- a lâmina de serra, quando encrava ou emperra na
fenda cortada a fechar, ela bloqueia, e a força
motora causa o contragolpe da serra, em
direcção ao operador da serra;
- se a lâmina de serra é virada ou não alinhada
correctamente ao corte, os dentes da aresta
posterior da lâmina de serra podem encravar na
superfície da peça a cortar, no que a lâmina de
serra se desloca para fora da fenda cortada e a
serra salta para trás, em direcção ao operador da
serra.
O contragolpe é a consequência de uma utilização
errada ou inadequada da serra. Poderá evitar o
contragolpe através de medidas de segurança
adequadas, descritas a seguir.
a) Segure a serra sempre com ambas as mãos
e coloque os seus braços numa posição, na
qual poderá amortecer as forças de contra-
golpe. Posicione-se sempre na lateral à lâmina
de serra, nunca fique com o corpo e a lâmina
de serra numa linha. Num contragolpe, a serra
circular pode saltar para trás, porém, devido a
medidas de precaução adequadas, o operador da
serra pode resistir às forças de impacto.
c) No caso em que a lâmina de serra encravar
ou quando interromper a operação, desligue
sempre a serra e mantenha-a segura dentro da
peça a cortar, até a paralisação total da lâmina
de serra. Jamais tente retirar a serra da peça a
cortar ou puxá-la para trás enquanto a lâmina
de serra está em movimento, de contrário
poderá haver um contragolpe. Verifique e
1. Declaração de Conformidade
2. Utilização autorizada
3. Regras gerais de segurança
4. Notas de segurança especiais
Página: 38
PORTUGUÊS pt
39
elimine a causa do encravamento da lâmina de
serra.
c) Se pretende rearrancar a serra presa numa
peça a serrar, centralize a lâmina de serra na
fenda serrada e verifique se os dentes não
estão encravados na peça a serrar. Se a lâmina
de serra emperra, pode deslocar-se para fora da
peça a serrar ou causar um contragolpe durante o
rearranque da serra.
d) Providencie um apoio para placas grandes a
fim de evitar o risco de um contragolpe devido
ao emperrar da lâmina de serra. As placas
grandes podem curvar-se sob seu próprio peso.
Estas placas devem ser apoiadas em ambos os
lados, tanto próximo à fenda de corte como na
borda.
e) Nunca utilize lâminas de serra embotadas ou
danificadas. As lâminas de serra com dentes
embotados ou mal alinhados, devido a uma fenda
serrada demasiada estreita, causam uma maior
fricção, o emperrar da lâmina e um contragolpe.
f) Antes de serrar, aperte bem os ajustes de
profundidade de corte e de ângulo de corte. Se
durante o serra, alterarem-se os ajustes, a lâmina
de serra pode emperrar e causar um contragolpe.
f) Proceda com maior cuidado no caso de
"recortes" em paredes montadas ou outras
áreas não apercebidas. Durante o corte, a lâmina
no recorte pode bloquear em objectos ocultos e
causar um contragolpe.
4.1 Função do resguardo da lâmina inferior
a) Jamais utilize a serra quando o resguardo da
lâmina inferior não for livremente móvel e não
fechar imediatamente. Nunca bloqueie ou
amarre o resguardo da lâmina inferior na
posição aberta. Se por um acaso a serra cair no
chão, o resguardo da lâmina inferior pode entortar.
Abra o resguardo pela alavanca (10) (conforme
equipamento) e certifique-se de seu movimento
livre e de que não toca a lâmina de serra ou outras
partes a qualquer ângulo de corte ou profundidade
de corte.
b)Verifique a função da mola para o resguardo
da lâmina inferior. Providencie a manutenção
da serra quando o resguardo da lâmina inferior
e a mola não funcionarem devidamente. Peças
danificadas, depósitos grudentes ou acumulações
de aparas retardam o funcionamento do resguardo
da lâmina inferior.
c) Abra a tampa de protecção inferior a mão,
apenas para cortes especiais como „cortes
imersos e angulares“. Abra o resguardo da
lâmina inferior com a alavanca (10) (conforme
equipamento) e solte-a, logo após o ataque da
lâmina de serra na peça a cortar. Para todas as
demais operações de corte, o resguardo da lâmina
inferior deve funcionar automaticamente.
c) Não deposite a lâmina sobre a bancada de
trabalho ou no piso, sem que o resguardo infe-
rior da lâmina cobre a lâmina de serra. Uma
lâmina de serra desprotegida, funcionando por
inércia, movimenta a serra contra o sentido de corte
e corta o que lhe vem a caminho. Portanto, observe
o tempo do funcionamento por inércia da serra.
4.2 Demais indicações de segurança
Indicações de segurança adicionais para o
corte com cunha abridora:
a) Use a cunha abridora adequada para a
lâmina de serra em utilização. A cunha abridora
deve ser mais espessa do que a espessura da
lâmina mestre porém, mais fina do que a largura
dos seus dentes.
b) Ajuste a cunha abridora de acordo com a
descrição nas Instruções de Serviço. Espes-
sura, posição ou alinhamento errados podem ser a
causa de uma acção ineficiente da cunha abridora
para evitar um contragolpe.
c) Utilize sempre a cunha abridora, excepto no
caso de corte por imersão. Volte a montar a
cunha abridora depois do corte por imersão. A
cunha abridora incomoda nos cortes por imersão e
pode causar um contragolpe.
d) Para uma acção eficaz da cunha abridora,
ela deve encontrar-se na fenda serrada. Nos
cortes breves, a cunha abridora é ineficaz de evitar
um contragolpe.
e) Não opere a serra com a cunha abridora
deformada. Já uma pequena falha pode retardar o
fechamento do resguardo da lâmina.
Não utilize discos abrasivos.
Antes de iniciar qualquer manutenção ou ajuste,
puxe a ficha da tomada da rede.
Não pegue na ferramenta em rotação! Remover
aparas e semelhantes apenas quando a máquina
estiver parada.
Utilize protecção auditiva.
Use óculos de protecção.
Carregue no botão de bloqueio do veio apenas com
o motor totalmente parado.
A lâmina de serra não deve ser travada por meio de
contrapressão lateral.
O resguardo móvel da lâmina não deve ser fixo na
posição retraída durante o corte.
O resguardo móvel da lâmina deve permanecer
livremente móvel, podendo voltar por si, fácil e
exactamente à sua posição limite.
Durante o corte de materiais com intensa formação
de pó, a ferramenta deve ser limpa regularmente.
Deverá ser garantido o devido funcionamento dos
equipamentos de protecção (p.ex. resguardo
móvel da lâmina).
Matérias que durante o tratamento geram pós ou
vapores nocivos à saúde (p.ex. asbesto) não
devem ser tratados.
Controle a ferramenta quanto a corpos estranhos.
Durante a operação, deve sempre cuidar para não
cortar em pregos ou semelhantes.
A um bloqueio da lâmina de serra, deve desligar
imediatamente o motor.
Não tentar serrar peças extremamente pequenas.
Página: 39
PORTUGUÊS
pt
40
A peça a ser trabalhada deve estar apoiada firme-
mente e protegida contra deslizes durante o trata-
mento.
Os pós de materiais como revestimentos que
contenham chumbo, alguns tipos de madeira,
minerais e metais podem ser nocivos à saúde. O
contacto ou a inalação de pós pode causar
reacções alérgicas e/ou doenças das vias
respiratórias ao operador ou a pessoas a se
encontrar nas proximidades.
Determinados pós como de carvalho ou faia são
cancerígenos, principalmente quando em contacto
com substâncias adicionais para tratamento da
madeira (cromato, substâncias para tratamento da
madeira). Material de asbesto só pode ser tratado
por pessoas que comprovam ter conhecimentos
técnicos.
- Assim que possível, utilize um dispositivo aspi-
rador de pó.
- Para obter um elevado grau de aspiração de pó,
utilize um aspirador de pó Metabo adequado,
juntamente com esta ferramenta eléctrica.
- Providencie uma boa ventilação do local de
operação.
- Recomenda-se o uso de uma máscara respi-
ratória com classe de filtração P2.
Siga as regulamentações válidas no seu País, para
os materiais a serem tratados.
Utilize a lâmina de serra adequada para o respec-
tivo material a cortar.
Limpar lâminas de serra sujas com resina ou cola.
Lâminas de serra sujas causam uma maior fricção,
bloqueiam a lâmina e aumentam o perigo de contra-
golpe.
Ver página 2.
1 Roda de ajuste para selecção da rotação*
2 Indicador de sinal*
3 Guia do cabo
4 Base-guia
5 Escala (ângulo de cortes enviesados)
6 Parafuso fixador (cortes enviesados)
7 Mostrador de corte
8 Parafuso fixador (paralela para cortes
longitudinais)
9 Paralela para cortes longitudinais
10 Alavanca (girar de volta o resguardo móvel da
lâmina)*
11 Botão de travamento
12 Gatilho
13 Casquilho
14 Contraporca (ajustar o ângulo da lâmina de
serra)
15 Parafuso de ajuste (ajustar o ângulo da lâmina
de serra)
16 Depósito para chave sextavada
17 Parafuso fixador (profundidade de corte)
18 Botão de bloqueio do veio
19 Escala (profundidade de corte)
20 Marcação (diâmetro externo da lâmina de serra)
21 Flange interno da lâmina de serra
22 Lâmina de serra
23 Flange externo da lâmina de serra
24 Parafuso de fixação da lâmina de serra
25 Cunha abridora
26 Resguardo móvel da lâmina
27 Parafuso sextavado interno (ajuste da cunha
abridora)
* dependente do equipamento
Antes de ligar o cabo de alimentação,
verifique se a voltagem e a frequência da rede
de alimentação se adequam aos valores inscritos
na placa técnica da ferramenta.
Antes de iniciar qualquer manutenção ou
ajuste, puxe a ficha da tomada da rede.
6.1 Ajustar a cunha abridora
A cunha abridora (25) evita com que a madeira se
fecha logo atrás da lâmina de serra durante a
serração, emperrando a lâmina de serra. O que
poderia causar um impacto inverso.
A cunha abridora deve ser ajustada, de modo
que a distância entre seu arredondamento
interno e a cremalheira da lâmina de serra não seja
maior que 5 mm. Ajustar a cunha abridora, de modo
que o ponto mais baixo da lâmina de serra não
sobressai por mais de 5 mm abaixo da aresta
inferior da cunha abridora. Vide figura na página 3.
Para reajustar, soltar o parafuso sextavado interno
(27), ajustar as distâncias correctas à lâmina de
serra e apertar novamente o parafuso sextavado
interno.
6.2 Ajustar a profundidade de corte
Para ajustar, soltar o parafuso fixador (17).
Levantar ou baixar a parte do motor contra a base-
guia (4). A profundidade de corte ajustada pode ser
deduzida da escala (19). Apertar novamente o
parafuso fixador (17).
Um ajuste da profundidade de corte é adequado,
de modo que os dentes da lâmina de serra não
sobressaem por mais da metade da altura dos
dentes, da peça a ser trabalhada. Vide figura na
página 2.
A força de aperto do parafuso fixador (17) pode ser
ajustada. Para isso, desparafusar o parafuso da
alavanca. Remover a alavanca e colocar
desalinhado contra o sentido dos ponteiros do
relógio. Fixar o parafuso. Aqui deve-se observar
que quando a alavanca está aberta o ajuste da
proundidade do corte é de andamento fácil.
6.3 Ajuste da inclinação da lâmina de serra
para cortes enviesados
Para ajustar, soltar os parafuso fixadores (6).
Inclinar a parte do motor contra a base-guia (4). O
ângulo ajustado pode ser deduzido da escala (5).
Apertar novamente os parafusos fixadores (6).
5. Vista Geral
6. Colocação em operação,
ajustes
Página: 40
PORTUGUÊS pt
41
6.4 Corrigir o ângulo da lâmina de serra
O ângulo da lâmina de serra encontra-se ajustado
de fábrica.
Quando a lâmina de serra a 0° não está num ângulo
recto à base-guia: Soltar os parafusos fixadores (6).
Soltar a contraporca (14) e corrigir o ângulo da
lâmina de serra com o parafuso de ajuste (15). A
seguir apertar novamente a contraporca. Apertar
novamente os parafusos fixadores (6).
6.5 Seleccionar as rotações (KSE 68 Plus)
Seleccionar as rotações na roda de ajuste (1).
Rotações recomendadas vide página 3.
6.6 Ajustar o casquilho de aspiração /
extracção de aparas
O casquilho (13) pode ser girado à posição
desejada, para a aspiração ou para a extracção de
aparas. Para isso, inserir o casquilho até o batente,
torcer e retirar novamente. O casquilho pode ser
bloqueado contra torção na escala de 45°.
Aspiração de serradura:
Para a aspiração de serradura, deve conectar à
serra circular um aparelho aspirador adequado
com mangueira de aspiração
7.1 Ligar e desligar
Ligar: premir o botão de travamento (11) e mantê-
lo premido, a seguir activar o interruptor (12).
Desligar: soltar o interruptor (12).
7.2 Indicador de sinal (KSE 68 Plus)
O indicador de sinal (2) acende brevemente na
ligação e sinaliza a prontidão de funcionamento.
Quando o indicador de sinal acende durante o
trabalho, é sinalizada uma sobrecarga.
Descarregar a máquina.
7.3 Indicações sobre a utilização
Assentar o cabo de rede, de modo que o corte
possa ser executado livremente.
Para isso, o cabo de rede pode ser segurado pelo
guia-cabo (3).
A seta (20) sobre a base-guia serve como posição
de ajuda ao colocar a ferramenta na peça a ser
trabalhada, e durante a serração. Na profundidade
de corte máxima ela marca aproximadamente o
diâmetro externo da lâmina de serra, e com isso a
aresta de corte.
Não ligar ou desligar a máquina enquanto a
lâmina de serra ainda toca na peça a ser
trabalhada.
Antes de iniciar o corte, aguarde até a lâmina
de serra atingir a plena rotação.
Colocando a serra circular manual ao corte, o
resguardo móvel da lâmina é girado de volta
através da peça.
KSE 68 Plus: Para facilitar a colocar a ferramenta
na peça a ser trabalhada, o resguardo móvel da
lâmina pode ser girada manualmente de volta
mediante a alavanca (10).
Não tirar a máquina do material durante a
serração, quando a lâmina de serra está em
rotação. Aguardar sempre primeiro a paragem da
lâmina de serra.
Quando a lâmina de serra bloqueia, desligar
imediatamente a máquina.
Serrar segundo traçado prévio: para isso serve o
mostrador de corte (7). A largura do mostrador de
corte corresponde a aproximadamente a largura da
lâmina de serra.
O mostrador de corte (7) pode ser ajustado. Para
isso, realizar um corte de teste. Soltar o parafuso de
fixação do mostrador de corte. Ajustar o mostrador
de corte conforme o corte. Apertar novamente o
parafuso de fixação.
Serrar segundo uma régua fixada sobre a peça:
para alcançar um corte exacto de arestas, existe a
possibilidade de fixar uma régua sobre a peça e
guiar a serra circular manual com a base-guia (4)
junto a esta régua.
Serrar com paralela para cortes longitudinais:
para cortes paralelos à aresta recta.
KS 66, KS Partner Edition: A paralela para cortes
longitudinais (9) pode ser montada no seu
dispositivo de fixação, a partir do lado direito.
Ler a largura de corte a direita, no mostrador de
corte (7). Apertar o parafuso fixador (8). O melhor
modo de apurar a largura de corte exacta é através
de um corte de teste.
KSE 68 Plus: A paralela para cortes longitudinais
dupla (9) pode ser montada no seu dispositivo de
fixação, a partir de ambos os lados. Ao ajustar o
paralelismo, observar à lâmina de serra. Ler a
largura de corte a direita, ou seja, a esquerda, no
mostrador de corte (7). Apertar os parafusos
fixadores (8). O melhor modo de apurar a largura
exacta de corte é através de um corte de teste.
7.4 Cortar com a calha-guia 6.31213
Para cortes milimétricos, rectilíneos e sem lascar
em arestas de corte. O revestimento antiderrapante
providencia um apoio seguro e serve à peça de
corte como protecção contra riscos. Devido aos
batentes sobre a calha-guia, a ferramenta pode ser
apoiada no caso de recortes, para poder-se efec-
tuar cortes com igual comprimento.
Para a utilização, têm de ser montadas as peças de
adaptação 6.31020. Veja capítulo Acessórios..
Limpar regularmente a máquina. Aspirar também
as aberturas de ventilação do motor com um
aspirador de pó.
Substituição da lâmina de serra
Antes de iniciar qualquer manutenção ou
ajuste, puxe a ficha da tomada da rede.
Premir o botão de bloqueio do veio (18) e mantê-lo
premido. Girar lentamente o veio da serra com a
chave sextavada interna no parafuso de fixação da
lâmina de serra (24), até o engate do bloqueio.
Desparafusar o parafuso de fixação da lâmina de
serra (24) contra o sentido dos ponteiros do relógio.
7. Utilização
8. Manutenção
Página: 41
PORTUGUÊS
pt
42
Remover o flange externo da lâmina de serra (23).
Puxar o resguardo móvel da lâmina (26) para trás e
tirar a lâmina de serra (22).
As áreas de apoio entre o flange interno da lâmina
de serra (21), a lâmina de serra (22), o flange
externo da lâmina de serra (23) e o parafuso de
fixação da lâmina de serra (24) devem estar limpas.
Para se garantir a função devida da
embraiagem automática de segurança, o
parafuso de fixação da lâmina de serra (24), na
superfície de contacto à lâmina de serra, deve
ficar coberto por uma película de óleo. Usar um
óleo multi-uso (DIN 51825 - ME / HC 3/4 K -30).
Colocar a nova lâmina de serra. Observar o sentido
de rotação correcto. O sentido de rotação é
indicado com setas sobre a lâmina de serra e o
resguardo da lâmina.
Colocar o flange externo da lâmina de serra (23).
Apertar bem o parafuso de fixação da lâmina de
serra (24).
Utilizar somente lâminas de serra afiadas e
sem danificações. Não utilizar lâminas de
serra com fissuras ou com a sua forma alterada.
Não utilizar lâminas de serra com espessura
do corpo básico maior, ou com largura de
corte menor do que a espessura da cunha abridora.
Não utilizar lâminas de serra de aço de liga de
alta velocidade (HSS).
Não utilizar lâminas de serra que não
correspondam aos dados característicos
indicados.
A lâmina de serra deve ser adequada
para a rotação em vazio.
Utilizar a lâmina de serra adequada para o
respectivo material a cortar.
Utilize apenas acessórios Metabo genuínos.
Só deve utilizar acessórios que cumprem as requi-
sições e os dados de identificação, indicados
nestas Instruções de Serviço.
Programa completo de acessórios, consultar
www.metabo.com ou o catálogo principal.
As reparações de equipamento deste tipo APENAS
podem ser efectuadas por pessoal qualificado!
Qualquer ferramenta eléctrica da Metabo que
necessite de reparação pode ser enviada para um
dos endereços que se incluem na lista de peças
sobressalentes.
Favor descrever o defeito constatado antes de
enviar a peça para reparação.
Proteja o ambiente, não jogando ferra-
mentas eléctricas e acumuladores no lixo
doméstico. Siga as determinações nacionais
em relação à entrega separada de resíduos assim
como, em relação à reciclagem de ferramentas
eléctricas usadas, embalagens e acessórios.
Há mais notas explicativas na página 3.
Reserva-se o direito de proceder a alterações
devidas ao progresso tecnológico.
P1 =Consumo nominal
P2 =Potência liberada
n0 =Rotação em vazio
n1 =Rotação em carga
T90° =Profundidade máx. de corte (90°)
T45° =Profundidade máx. de corte (45°)
A =Ângulo do corte enviesado ajustável
D =Diâmetro da lâmina de serra
d =Diâmetro do furo da lâmina de serra
a =Espessura máx. do corpo básico da
lâmina de serra
b =Largura de serração da lâmina
de serra
c =Espessura da cunha abridora
m =Peso
Valores medidos de acordo com a norma
EN 60745.
Ferramenta eléctrica da classe de protecção II
~Corrente alternada
Os dados técnicos indicados são tolerantes (de
acordo com os padrões válidos individuais).
Valor da emissão
Estes valores possibilitam uma avaliação de
emissões da ferramenta eléctrica, e de compará-
los com diversas outras ferramentas eléctricas.
Consoante as condições de aplicação, situação da
ferramenta eléctrica ou dos acessórios acopláveis,
o carregamento efectivo poderá ser superior ou
inferior. Para a avaliação, deve ainda considerar os
intervalos de trabalho e as fases com menores
carregamentos. Em razão dos correspondentes
valores avaliados deverá determinar a aplicação de
medidas de protecção, p.ex. medidas a nível de
organização.
Valor total de vibrações (soma vectorial de três
direcções) averiguado conforme norma EN 60745:
ah, D =Valor da emissão de vibrações
(cortar placa de aglomerado de madeira)
Kh,D =Insegurança (vibração)
Valores típicos e ponderados pela escala A para o
ruído:
LpA = Nível de pressão sonora
LWA = Nível de energia sonora
KpA, KWA = Insegurança
Durante a operação, o nível de ruído pode passar
de 80 dB(A).
Utilizar protecções auriculares.
9. Acessórios
10. Reparações
11. Protecção ao meio-ambiente
12. Dados técnicos

Perguntas e respostas

Ainda não há perguntas sobre o Metabo KS 66.

Pede informação sobre o Metabo KS 66

Tens uma pergunta sobre o Metabo KS 66 mas não consegues encontrar uma resposta no manual de utilizador? Provavelmente os utilizadores do ManualsCat.com podem ajudar-te a responder à tua pergunta. Ao completar o seguinte formulário, a tua pergunta irá aparecer abaixo do manual do Metabo KS 66. Certifica-te de descrever o problema encontrado no Metabo KS 66 na forma mais precisa possível. Quanto mais precisa for a tua pergunta, mais possibilidades terás de receber rapidamente uma resposta por um outro utilizador. Receberás automaticamente um e-mail para informar-te que alguém respondeu à tua pergunta.