Manual do Hormann ProMatic 2

Abaixo está disponível um manual do Hormann ProMatic 2. Todos os manuais do ManualsCat.com podem ser visualizados gratuitamente. Pelo botão "Seleccionar uma língua", podes escolher em que lingua preferes visualizar o manual.

  • Marca: Hormann
  • Produto: Abridor de porta de garagem
  • Modelo/nome: ProMatic 2
  • Tipo de ficheiro: PDF
  • Línguas disponíveis: Holandês, Inglês, Alemão, France, Espagnol, Italien, Português

Índice

Página: 113
1	 Relativamente a estas instruções...................... 115
1.1	 Documentação igualmente válida......................... 115
1.2	Instruções de aviso utilizadas.
............................... 115
1.3	 Definições utilizadas.............................................. 115
1.4	Simbologia utilizada.
.............................................. 115
1.5	 Abreviaturas utilizadas.
.......................................... 116
2	 Instruções de segurança.............................. 116
2.1	Utilização, segundo as disposições...................... 116
2.2	Utilização, que não cumpre as disposições.......... 116
2.3	 Qualificação da pessoa responsável
pela montagem...................................................... 116
2.4	Instruções de segurança para a montagem,
manutenção, reparação e desmontagem do
dispositivo da porta............................................... 116
2.5	Instruções de segurança relativas
à montagem.
.......................................................... 117
2.6	Instruções de segurança relativas
à colocação em funcionamento e
ao funcionamento.................................................. 117
2.7	Instruções de segurança relativas ao emissor...... 117
2.8	 Dispositivos de segurança ensaiados................... 117
2.9	Instruções de segurança
relativas ao ensaio e à manutenção...................... 117
3	 Montagem............................................................ 117
3.1	 Verificar porta/dispositivo da porta.
....................... 117
3.2	 Espaço livre necessário......................................... 118
3.3	 Montar o automatismo para
a porta de garagem............................................... 118
3.4	 Montar a barra de guia.......................................... 119
3.5	 Fixar a placa de prevenção................................... 120
3.6	Ligar o automatismo para portas
de garagem à rede eléctrica.................................. 120
3.7	Ligar componentes adicionais/acessórios............ 120
4	 Colocação em funcionamento........................... 121
4.1	Colocar em funcionamento o automatismo.......... 121
4.2	 Ajustar as funções adicionais
através do interruptor DIL.
..................................... 122
5	 Radiofrequência................................................... 124
5.1	 Emissor HSM 4...................................................... 124
5.2	 Módulo de radiofrequência integrado................... 125
5.3	 Receptor externo .................................................. 125
5.4	 Extracto da declaração de
conformidade para o destinatário.
......................... 125
6	 Funcionamento.................................................... 126
6.1	Instruir os utilizadores.
........................................... 126
6.2	 Ensaio de funções................................................. 127
6.3	 Funcionamento normal.......................................... 127
6.4	 Funcionamento manual......................................... 127
6.5	 Funcionamento após o desbloqueio mecânico.
.... 127
Índice
A	 Artigos fornecidos................................................... 2
B	 Ferramentas necessárias para a montagem........ 2
É proibida a divulgação e a reprodução do presente
documento, bem como a utilização e a comunicação do seu
teor, desde que não haja autorização expressa para o efeito.
O incumprimento obriga a indemnizações. Reservados todos
os direitos de patentes, modelos registados ou registo de
modelos registados de apresentação. Reservados os direitos
de alteração.
6.6	 Medidas a tomar aquando de falhas
na tensão (sem o acumulador de emergência).
..... 127
6.7	 Medidas a tomar após falhas na tensão
(sem o acumulador de emergência)...................... 127
6.8	Ponte em caso de falha de rede
com um acumulador de emergência .................... 127
6.9	Comunicações da iluminação
do automatismo.
.................................................... 127
6.10	 Mensagens de erro / LED de diagnóstico............. 128
7	 Ensaio e manutenção.......................................... 128
7.1	Lâmpada de substituição...................................... 129
8	 Acessórios opcionais.......................................... 129
9	 Desmontagem e tratamento............................... 129
10	 Condições da garantia........................................ 129
10.1	 Trabalhos............................................................... 129
11	 Extracto da declaração de incorporação.......... 129
12	 Dados técnicos.................................................... 130
13	 Resumo das funções dos interruptores DIL..... 131
14	 Resumo dos erros e eliminação de erros.......... 132
Parte ilustrada........................................... 133
114 TR10A033-E RE / 03.2010
PORTUGUÊS
Página: 114
Exma. cliente, Exmo. cliente,
agradecemos por ter optado por um dos nossos produtos de
qualidade.
Relativamente a estas instruções
1	
Estas instruções são instruções de funcionamento
originais segundo a directiva comunitária 2006/42/EG. Leia,
cuidadosamente e na íntegra, estas instruções que contêm
informações importantes acerca do produto. Cumpra as
instruções e respeite sobretudo as instruções de segurança e
de aviso.
Guarde cuidadosamente estas instruções e providencie, que
as mesmas estejam acessíveis a todo o momento e possam
ser consultadas pelo utilizador do produto.
Documentação igualmente válida
1.1	
Ao utilizador final terá de ser disponibilizada a seguinte
documentação para uma utilização e manutenção segura do
dispositivo da porta:
Estas instruções
•	
Livro de ensaio anexo
•	
A instrução da porta de garagem
•	
Instruções de aviso utilizadas
1.2	
O símbolo geral de aviso assinala um perigo, que
poderá levar a lesões ou à morte. Na parte escrita, o
símbolo geral de aviso é utilizado em conjunto com os
seguintes níveis de aviso. Na parte ilustrada, uma
informação adicional remete para as explicações na parte
escrita.
PERIGO
Assinala um perigo, que poderá levar imediatamente à
morte ou a lesões graves.
AVISO
Assinala um perigo, que poderá levar à morte ou a lesões
graves.
CUIDADO
Assinala um perigo que poderá levar a lesões leves ou
médias.
ATENÇÃO
Assinala um perigo que poderá levar à danificação ou
destruição do produto.
Definições utilizadas
1.3	
Tempo de abertura
Tempo de espera antes do fecho da porta da posição final
Porta aberta em fecho automático.
Fecho automático
Fecho automático da porta após decurso de um tempo, da
posição final Porta aberta.
Interruptores DIL
Interruptores, que se encontram na platina de comando para
ajuste do comando.
Comando por impulso
Quando for premida qualquer tecla, a porta é accionada no
sentido contrário ao último percurso ou é imobilizada uma
deslocação da porta.
Deslocação de ajuste das forças
Aquando desta deslocação de ajuste são programadas as
forças necessárias para a actuação da porta.
Célula fotoeléctrica
Aquando do accionamento do dispositivo de segurança
"célula fotoeléctrica", durante a deslocação no sentido
Porta fechada, imobiliza e reverte a porta. O tempo de
abertura é reiniciado.
Funcionamento normal
Actuação da porta com os percursos e as forças ajustadas.
Deslocação de referência
Deslocação da porta no sentido posição final Porta aberta
para definir a posição base.
Deslocação de reversão/retorno de segurança
Actuação da porta em sentido contrário durante o
accionamento do equipamento de segurança ou da limitação
de força.
Limite de reversão
Até o limite de reversão (máx. 50 mm) um pouco antes da
posição final Portão Fechado, uma deslocação no sentido
contrário (deslocação de reversão) é efectuada ao accionar
um dispositivo de segurança. Ao exceder este limite, este
comportamento não existe, para que o portão atinja a
posição final com segurança sem uma interrupção da
deslocação.
Deslocação de ajuste de percursos
Deslocação da porta, que ajusta o percurso de desvio no
automatismo.
Tempo de pré-aviso
O tempo entre a ordem de deslocação (impulso) e o início da
deslocação da porta.
Reset de fábrica
Reposição dos valores ajustados no estado de entrega /
ajuste de fábrica.
Simbologia utilizada
1.4	
Na parte ilustrada é apresentada a montagem do
automatismo numa porta seccional. Os desvios de montagem
da porta basculante são mostrados adicionalmente. Neste
caso, é atribuída à numeração das ilustrações as seguintes
letras:
a = Porta seccional
TR10A033-E RE / 03.2010 115
PORTUGUÊS
Página: 115
b = Porta basculante
Nota:
Todas as medidas da parte ilustrada são indicadas em [mm].
Algumas ilustrações incluem este símbolo com uma
referência ao texto. Aí pode obter informações importantes
referentes à montagem e ao funcionamento do automatismo
para a porta de garagem.
No exemplo significa 2.2:
2.2
Veja a parte escrita, capítulo 2.2
Para além disso, nas ilustrações e nos textos em que são
explicados os menus do automatismo, é mostrado o seguinte
símbolo que indica o ajuste de fábrica:
Ajuste de fábrica
Abreviaturas utilizadas
1.5	
Códigos de cor para material condutor, condutores
individuais e componentes
As abreviaturas das cores para assinalar o material
condutor e os condutores, bem como os componentes,
cumprem os códigos de cor internacionais, de acordo com
o IEC 757:
BN Castanho WH Branco
GN Verde YE Amarelo
Designações dos artigos
HE 1 Receptor com 1 canais
IT 1 Interruptor interno com tecla
de impulso
IT 1b Interruptor interno com tecla
de impulso iluminada
EL 101 Célula fotoeléctrica de um
sentido
EL 301 Célula fotoeléctrica de um
sentido
STK Contacto de porta
incorporada
PR 1 Relé opcional
HSM 4 Mini-emissor de 4 teclas
HNA 18 Acumulador de emergência
2	 Instruções de segurança
2.1	 Utilização, segundo as disposições
O automatismo para porta de garagem tem como finalidade
exclusiva o funcionamento por impulsos de portas
basculantes e seccionais compensadas por molas no âmbito
particular/não industrial.
Tenha em atenção as instruções do fabricante no que diz
respeito à combinação de porta e automatismo. Evitam-se
possíveis perigos, de acordo com a norma europeia
DIN EN 13241-1 devido à construção e montagem segundo
as nossas instruções. Os dispositivos de porta, que se
encontrem em áreas públicas e só disponham de um
dispositivo de protecção, como por exemplo a limitação de
força, terão de ser accionados sob vigilância.
O automatismo para porta de garagem foi concebido visando
o funcionamento em espaços secos.
Utilização, que não cumpre as disposições
2.2	
A aplicação na área industrial não é permitida.
O automatismo não poderá ser utilizado em portas sem
dispositivo de segurança contra quedas.
Qualificação da pessoa responsável pela
2.3	
montagem
Só a montagem e a manutenção correctas por parte de uma
empresa especializada / competente ou pessoal
especializado / competente, em conformidade com as
instruções, é que pode garantir um modo de funcionamento
previsto e seguro de uma montagem. Uma pessoa
qualificada, de acordo com a EN 12635 é uma pessoa que
dispõe de formação e qualificações adequadas, bem como,
de experiência prática para proceder à montagem, ao ensaio
e à manutenção correctos do dispositivo da porta.
Instruções de segurança para a montagem,
2.4	
manutenção, reparação e desmontagem do
dispositivo da porta
PERIGO
Molas de compensação estão sob elevada tensão
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 3.1
A montagem, manutenção, reparação e desmontagem do
dispositivo de porta e do automatismo para porta de garagem
terão de ser realizados por pessoal qualificado.
Se forem verificadas falhas no automatismo para porta
▶	
de garagem, uma pessoa qualificada deverá ser
contactada de imediato para proceder ao ensaio ou à
reparação.
116 TR10A033-E RE / 03.2010
PORTUGUÊS
Página: 116
Instruções de segurança relativas à montagem
2.5	
Durante a realização de trabalhos de montagem, o pessoal
especializado terá de cumprir as normas vigentes relativas à
segurança no trabalho, bem como as normas de
funcionamento de equipamento eléctrico. As directivas
nacionais têm de ser igualmente cumpridas. Evitam-se
possíveis perigos, de acordo com a norma europeia
DIN EN 13241-1, seguindo as nossas instruções com relação
à construção e montagem.
O automatismo para portas de garagem foi concebido para o
funcionamento em espaços secos não podendo, por essa
razão, ser montado ao ar livre. O tecto da garagem terá de
estar disposto de forma a que seja garantida uma fixação
segura do automatismo. Em tectos demasiado leves ou altos,
o automatismo terá de ser fixado a escoras suplementares.
Perigo
Tensão de rede
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 3.6
AVISO
Materiais de fixação não adequados
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 3.3
Perigo de vida devido ao cabo manual
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 3.3
Perigo de lesão durante a deslocação indesejada da
porta
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 3.3
Instruções de segurança relativas à colocação
2.6	
em funcionamento e ao funcionamento
AVISO
Perigo de lesão durante a deslocação da porta
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 4
Cuidado
Perigo de entalamento na guia
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 4
Perigo de lesão devido à campânula de cabo
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 4
Perigo de lesão por lâmpada quente
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 4, capítulo 6 e
capítulo 7.1
Perigo de lesão em caso de valor de força muito alto
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 4.1.3
Perigo de lesão devido ao movimento da porta
descontrolado no sentido Porta fechada em caso de
quebra da mola de torção e desbloqueio do cursor de
guia.
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 3.4.1 e
capítulo 6
Instruções de segurança relativas ao emissor
2.7	
AVISO
Perigo de lesão durante a deslocação da porta
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 5.1
Cuidado
Perigo de lesão aquando de uma deslocação
involuntária da porta
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 5.1
Dispositivos de segurança ensaiados
2.8	
As funções e os componentes do comando relevantes para a
segurança, como a limitação de força e as células
fotoeléctricas externas, se existirem, foram construídos e
ensaiados conforme a categoria 2, PL "c" da norma
EN ISO 13849-1:2008.
AVISO
Perigo de lesão devido a dispositivos de segurança
inactivos
Ver o capítulo sobre nota de advertência 
▶	 4.1.2
Instruções de segurança relativas ao ensaio e à
2.9	
manutenção
AVISO
Perigo de lesão devido à deslocação inesperada do
portão
Ver o capítulo sobre a nota de advertência 
▶	 7
Montagem
3	
3.1	 Verificar porta/dispositivo da porta
PERIGO
Molas de compensação estão sob elevada tensão
O ajuste ou o desaparafusamento das molas de
compensação pode provocar lesões graves!
Para sua própria segurança, solicite a pessoal
▶	
habilitado para realizar os trabalhos nas molas de
compensação da porta e se for necessário, os
trabalhos de manutenção e reparação!
Não tente substituir, reajustar, reparar ou deslocar as
▶	
molas de compensação durante a compensação de
peso da porta ou seus dispositivos de fixação.
Para além disso, controle todo o dispositivo de porta
▶	
(uniões articuladas, apoio da porta, cabos, molas e
peças de fixação) quanto a desgaste e eventuais
danos.
Verifique se existe ferrugem, corrosão e fissuras.
▶	
As anomalias no dispositivo da porta ou portas mal
alinhadas podem provocar lesões graves!
Não utilize o dispositivo da porta durante a realização
▶	
de trabalhos de reparação ou ajuste!
TR10A033-E RE / 03.2010 117
PORTUGUÊS
Página: 117
A construção do automatismo não se adequa ao
funcionamento de portões pesados, isto é, portões que já
não abram ou fechem ou abram ou fechem dificilmente à
mão.
A porta terá de se encontrar em perfeito estado mecânico e
em equilíbrio, de forma a que possa ser facilmente accionada
à mão (EN 12604).
Eleve a porta aprox. um metro e solte-a. A porta deverá
▶	
permanecer imobilizada nesta posição, não se movendo
nem para cima nem para baixo. Se a porta se deslocar
para um dos sentidos, então existe o perigo das molas
de compensação ou pesos não estarem ajustados
correctamente ou estarem com defeito. Neste caso, terá
de contar com um desgaste elevado e falha nas funções
do dispositivo da porta.
Verifique se a porta abre e fecha correctamente.
▶	
Imobilize os bloqueios mecânicos da porta que não
▶	
sejam necessários para o accionamento com um
automatismo para porta de garagem. Aqui incluem-se,
sobretudo, os mecanismos de bloqueio da fechadura da
porta (ver o capítulo 3.3 e capítulo 3.6).
Para a montagem e colocação em funcionamento, vá
▶	
para a parte ilustrada. Leia o respectivo texto se a
referência do texto for indicada por um símbolo.
Espaço livre necessário
3.2	
O espaço livre entre o ponto mais alto da porta e do tecto
terá (igualmente durante a abertura da porta) de
corresponder, no mínimo, a 30 mm (ver ilustrações 1.1a/1.1b).
Verifique esta medida!
▶	
Em espaços reduzidos, o automatismo poderá ser igualmente
montado atrás da Porta aberta, desde que exista espaço
suficiente. Nestes casos, terá de ser aplicado um dispositivo
de arrastamento prolongado da porta, que terá de ser
encomendado em separado. Para além disso, o automatismo
para portas de garagem poderá ser montado
excentricamente 50 cm no máximo. A excepção são as
portas seccionais com condução elevada (guia H); neste
caso, no entanto, é necessária uma guia especial. A tomada
de corrente necessária para a ligação eléctrica deverá ser
montada aprox. 50 cm ao lado da base do automatismo.
Por favor verifique estas dimensões!
3.3	 Montar o automatismo para a porta de
garagem
AVISO
Materiais de fixação não adequados
A utilização de materiais de fixação não adequados pode
levar a que o automatismo não se encontre fixo de uma
forma segura e se possa soltar.
A utilização dos materiais de montagem fornecidos
▶	
terá de ser verificada pela pessoa responsável pela
montagem quanto à sua aptidão no local de montagem
previsto.
Utilize o material de fixação fornecido (buchas) só para
▶	
betão ≥ B15 (ver ilustrações 1.6a/1.8b/2.4).
AVISO
Perigo de vida devido ao cabo manual
O cabo manual pode levar ao estrangulamento.
Aquando da montagem do automatismo remova o
▶	
cabo manual (ver a ilustração 1.2a).
AVISO
Perigo de lesão durante a deslocação
indesejada da porta
A montagem ou o manuseamento
incorrectos do automatismo podem
accionar movimentos indesejados da
porta. Em resultado disso, pessoas ou
objectos poderão permanecer
entalados.
Cumpra todas as instruções, que se
▶	
encontram neste manual de
instruções.
A aplicação incorrecta do equipamento
de comando (como por exemplo,
interruptores) pode accionar
movimentos indesejados da porta. Em
resultado disso, pessoas ou objectos
poderão ser entalados.
Aplique o equipamento de
▶	
comando numa altura min. de 1,5 m
(fora do alcance das crianças).
O equipamento de comando fixo
▶	
(como por exemplo, interruptores,
etc.) terá de ser montado no raio de
visibilidade da porta, mas longe das
peças móveis.
ATENÇÃO
Danos devido à sujidade
O pó de perfuração e as aparas podem provocar avarias no
funcionamento.
Aquando de trabalhos de perfuração tape o
▶	
automatismo.
Nota:
Para garagens sem uma entrada secundária, o desbloqueio
de emergência é necessário, pois evita que permaneça
trancado pelo lado de fora. Este desbloqueio deve ser
encomendado separadamente.
Inspeccione o desbloqueio de emergência mensalmente
▶	
quanto à sua funcionalidade.
O bloqueio mecânico na
1.	 porta seccional terá de ser
completamente desmontado (ver a ilustração 1.3a).
Fixe excentricamente a união articulada do lintel e a
2.	
cantoneira de arrastamento em portas seccionais com
um fecho central (ver a ilustração 1.5a).
No que diz respeito ao perfil de reforço excêntrico na
3.	
porta seccional, a cantoneira de arrastamento terá de ser
montada do lado esquerdo ou direito do perfil de reforço
mais próximo (ver a ilustração 1.5a).
118 TR10A033-E RE / 03.2010
PORTUGUÊS
Página: 118
Nota:
Divergente da ilustração 1.5a: em portas de madeira terão de
ser utilizados os parafusos de madeira 5 x 35, que fazem
parte do kit de acessórios da porta (perfuração Ø 3 mm).
Imobilizar os bloqueios mecânicos na
4.	 porta basculante
(ver ilustrações 1.3b/1.4b/1.5b). O cliente deve fixar os
ferrolhos nos modelos de porta que não estejam aqui
especificados.
Divergente da ilustração 
5.	 1.6b/1.7b: fixar excentricamente
a união articulada do lintel e a cantoneira de
arrastamento em portas basculantes com um puxador
em ferro forjado artificial.
Nota:
Em portas N80 com interior em madeira terão de ser
utilizados os orifícios inferiores da união articulada do lintel
para se proceder à montagem (ver a ilustração 1.7b).
Montar a barra de guia
3.4	
Notas:
Antes de montar a guia no lintel ou debaixo do tecto, a
•	
guia deve ser deslocada, em estado acoplado (ver o
capítulo 3.4.1), aprox. 20 cm da posição final
Porta fechada no sentido da posição final Porta aberta.
Isto não poderá ser realizado em estado acoplado, assim
que os batentes de fecho e o automatismo estiverem
montados (ver a ilustração 2.1).
Utilize exclusivamente as guias que recomendamos aos
•	
automatismos para portas de garagem, dependendo do
respectivo uso (ver as informações sobre o produto)!
3.4.1	 Tipos de funcionamento da guia
A guia tem dois tipos de funcionamento diferentes:
Funcionamento manual
•	
Funcionamento automático
•	
Funcionamento manual
Ver a ilustração
▶	  4
O cursor de guia está desacoplado da fechadura da
cremalheira e da correia de forma que a porta possa ser
deslocada manualmente.
Para desacoplar o cursor de guia:
Puxe o cadernal do desbloqueio mecânico.
▶	
Cuidado
Perigo de lesão devido ao movimento da porta
descontrolado no sentido Porta fechada em caso de
quebra da mola de torção e desbloqueio do cursor de
guia.
Sem a montagem de um jogo de reequipagem, o cursor de
guia pode ser desbloqueado sem controlo.
A pessoa responsável pela montagem deve montar um
▶	
jogo de reequipagem no cursor de guia aquando das
seguintes condições:
A norma DIN EN 13241-1 é válida.
–	
O automatismo para porta de garagem é instalado
–	
numa porta seccional sem dispositivo de
segurança contra a quebra de molas (BR30)
Hörmann por um especialista neste tipo de porta.
Este jogo é composto por um parafuso que protege o
cursor de guia contra o desbloqueio descontrolado e uma
placa para a campânula de cabo, onde são exibidas
ilustrações que mostram como manusear o jogo e o cursor
de guia para os dois tipos de funcionamento das guias.
Nota:
O uso de um desbloqueio de emergência ou de uma
fechadura com bloqueio de emergência não é possível
junto com o jogo de reequipagem.
Funcionamento automático
Ver a ilustração 
▶	 6
No cursor de guia, a fechadura da cremalheira e da correia
está acoplada de forma que a porta possa ser deslocada
com o automatismo.
Preparar o cursor de guia para o acoplamento:
Premir o botão verde.
1.	
Desloque a cremalheira ou a correia no sentido do cursor
2.	
de guia até que a fechadura da cremalheira ou da correia
esteja acoplada.
Cuidado
Perigo de entalamento na guia
Durante a deslocação da porta, não introduza os dedos nas
guias, uma vez que podem permanecer entalados.
Não introduza os dedos na guia durante a deslocação
▶	
da porta.
Determinar as posições finais pela montagem
3.4.2	
dos batentes finais.
Colocar o batente final para a posição final
1.	 Porta aberta
entre o cursor de guia e o automatismo solto na guia.
Deslocar a porta manualmente até a posição final
2.	
Porta aberta.
Desta forma, o batente final é deslocado para a posição
correcta.
Fixar o batente final para a posição final
3.	 Porta aberta
(ver ilustração 5.1).
Nota:
Se a porta não atingir a altura de passagem completa na
posição final Porta aberta, o batente de fecho pode ser
retirado de forma que o batente integrado (na base de
automatismo) seja utilizado.
TR10A033-E RE / 03.2010 119
PORTUGUÊS
Página: 119
Colocar o batente final para a posição final
4.	 Porta fechada
entre o cursor de guia e a porta solta na guia.
Deslocar a porta manualmente até a posição final
5.	
Porta fechada.
Assim, o batente final é deslocado próximo à posição
correcta.
Após atingir a posição final
6.	 Porta fechada, deslocar o
batente final aprox. 1 cm no sentido Porta fechada e fixar
o batente final (ver a ilustração 5.2).
Nota:
Se não for fácil deslocar manualmente a porta para a posição
final pretendida Porta aberta ou Porta fechada, então o
mecanismo da porta para o funcionamento com o
automatismo para porta de garagem encontra-se com a
marcha pesada e deve ser inspeccionado
(ver o capítulo 1.1.2)!
Tensão da cremalheira e da correia dentada
3.4.3	
A cremalheira ou a correia dentada da guia já vem pré-
ajustado de fábrica. Na fase de arranque e bloqueio em
portas grandes, a cremalheira ou a correia podem
permanecer temporariamente suspensos do perfil da barra.
No entanto, este efeito não provoca qualquer dano técnico e
também não prejudica a função e a durabilidade do
automatismo.
Fixar a placa de prevenção
3.5	
Fixe a placa de prevenção referente ao entalamento
permanentemente num local visível, limpo e sem lubrificantes,
por exemplo, próxima ao interruptor fixo do automatismo.
Ver a ilustração 
▶	 8
3.6	 Ligar o automatismo para portas de garagem à
rede eléctrica
Perigo
Tensão de rede
Aquando do contacto com tensão de rede existe o perigo
de um choque eléctrico mortal.
Por essa razão, tenha em atenção as seguintes instruções:
As ligações eléctricas terão de ser realizadas por
▶	
pessoal especializado.
A instalação eléctrica a realizar pelo cliente terá de
▶	
corresponder às respectivas normas de segurança
(230/240 V AC, 50/60 Hz).
Desligar a ficha de rede antes da realização de
▶	
qualquer trabalho no automatismo.
ATENÇÃO
Tensão externa nos bornes de ligação
A tensão externa nos bornes de ligação do comando
poderá levar à destruição do sistema electrónico.
Não aplique nos bornes de ligação do comando
▶	
tensão de rede (230/240 V AC).
Para evitar falhas:
Instalar os cabos de comando do automatismo (24 V DC)
▶	
em um sistema de instalação separado de outros cabos
de abastecimento (230 V AC).
Ligação eléctrica / Bornes de ligação
3.6.1	
Ver a ilustração
▶	  9
Retire a cobertura da ficha para atingir os bornes de
▶	
ligação.
Nota:
Todas as ligações de borne podem ser ocupadas por vários
bornes. No entanto, observe as seguintes forças
(ver a ilustração 10):
Força mínima: 1 x 0,5 mm
•	 2
Força máxima: 1 x 2,5 mm
•	 2
Ligar componentes adicionais/acessórios
3.7	
Nota:
Os acessórios podem sobrecarregar o automatismo com no
máximo 100 mA.
Interruptores externos *
3.7.1	
Os interruptores externos servem para accionar ou imobilizar
deslocações de porta. Um ou mais interruptores com
contactos de fecho (sem potência), por exemplo, selectores
de chave ou interruptores interiores podem ser ligados em
paralelo (ver a ilustração 11/12).
Receptor por radiofrequência adicional
3.7.2	
externo *
Adicionalmente ou ao invés de um módulo de radiofrequência
integrado (ver o capítulo 5.2), é possível ligar um receptor
externo para as função impulso.
Encaixar a ficha do receptor no respectivo encaixe
▶	
(ver a ilustração 13).
Para colocar o receptor externo em funcionamento, os
▶	
dados do módulo de radiofrequência integrado devem
ser anulados (ver o capítulo 5.2.2).
Célula fotoeléctrica com 2 fios *
3.7.3	
Ligue as células fotoeléctricas como descrito na
▶	
ilustração 14.
Após o accionamento da célula fotoeléctrica, o automatismo
é imobilizado e a porta realiza um retorno de segurança até a
posição final Porta aberta.
Nota:
Montar a caixa do emissor e do receptor o mais próximo do
solo, ver as instruções da célula fotoeléctrica.
Contacto de porta incorporada STK *
3.7.4	
Ligar o contacto de porta incorporada com abertura
▶	
obrigatória e ensaio como representado na ilustração 15.
Através da abertura do contacto da porta incorporada, as
deslocações da porta são imobilizadas imediatamente e
impedidas permanentemente.
Relé opcional PR 1 *
3.7.5	
Ligar o relé opcional como representado na ilustração 
▶	 16.
O relé opcional PR 1 pode ser utilizado para a comunicação
de posição final Porta fechada e para o comando de
iluminação.
* Os acessórios não estão incluídos no equipamento
standard!
120 TR10A033-E RE / 03.2010
PORTUGUÊS
Página: 120
Acumulador de emergência HNA 18 *
3.7.6	
Ligar o acumulador de emergência como representado
▶	
na ilustração 22.
Para poder deslocar a porta, em caso de falha de rede, um
acumulador de emergência opcional terá de ser ligado.
A comutação para funcionamento com acumulador é feita
automaticamente em caso de falha de rede. Durante o
funcionamento do acumulador, a iluminação do automatismo
mantém-se desligada.
AVISO
Perigo de lesão devido à deslocação inesperada da
porta
A deslocação inesperada da porta pode ocorrer se, mesmo
que a ficha de rede estiver fora da tomada, o acumulador
de emergência ainda estiver ligado ao automatismo.
Em todos os trabalhos no dispositivo da porta, retire a
▶	
ficha de rede e a ficha do acumulador de emergência.
4	 Colocação em funcionamento
AVISO
Perigo de lesão durante a deslocação
da porta
Na zona da porta poderão verificar-se
lesões ou danos.
As crianças não brinquem junto do
▶	
dispositivo da porta.
Certifique-se que na área de
▶	
movimento da porta não se
encontrem pessoas ou objectos.
Accione apenas o automatismo
▶	
para porta de garagem, se
conseguir visualizar a zona de
movimento da porta e esta tiver
apenas um dispositivo de
segurança.
Verifique a deslocação da porta até
▶	
que a mesma tenha atingido a
posição final.
Transponha as aberturas de porta
▶	
de dispositivos accionados à
distância somente quando a porta
de garagem se encontrar na
posição final Porta aberta!
Nunca permaneça sob a
▶	
Porta aberta.
Cuidado
Perigo de entalamento na guia
Durante a deslocação da porta, não introduza os dedos nas
guias, uma vez que podem permanecer entalados.
Não introduza os dedos na guia durante a deslocação
▶	
da porta.
Cuidado
Perigo de lesão devido à campânula de cabo
Se pendurar à campânula de cabo poderá cair e
magoar-se. O automatismo pode cair e magoar pessoas,
que se encontrem debaixo do mesmo, danificar objectos
ou o próprio automatismo pode ser destruído.
Não suspenda o peso do seu corpo à campânula de
▶	
desbloqueio.
Cuidado
Perigo de lesão por lâmpada quente
Não tocar na lâmpada durante ou directamente após o
funcionamento, dado poder queimar-se.
Não toque na lâmpada, se a mesma esteve ligada ou
▶	
logo depois de a mesma ter estado ligada.
Colocar em funcionamento o automatismo
4.1	
O automatismo tem uma memória, segura quanto a falhas de
tensão, que durante o ajuste dos dados específicos da porta
(percurso de desvio, forças necessárias durante a deslocação
da porta, etc.) faz o registo e após deslocações de porta
seguintes faz a actualização. Estes dados só são válidos para
esta porta e, por essa razão, terão de ser anulados e
ajustados de novo, no caso de uma aplicação numa outra
porta ou se a porta tiver sofrido alterações no seu
comportamento de funcionamento (por exemplo, durante
uma deslocação posterior dos batentes finais ou da aplicação
de molas novas, etc.).
4.1.1	 Anular dados da porta
Ver a ilustração 
▶	 18
No estado de entrega, os dados da porta não foram gravados
e o automatismo pode ser ajustado de imediato
(ver capítulo 4.1.2).
Se for necessário um novo ajuste, os dados da porta poderão
ser anulados da seguinte forma:
Retirar a ficha de rede.
1.	
Premir e manter premido o interruptor transparente na
2.	
caixa.
Introduzir a ficha de rede e manter premido o interruptor
3.	
transparente na caixa até que a iluminação do
automatismo pisque uma vez.
Os dados da porta são anulados e o automatismo pode
ser ajustado imediatamente.
4.1.2	 Ajustar o automatismo
Durante o ajuste, são programados o percurso de desvio e as
forças necessárias durante a abertura e o fecho, entre outros
e memorizadas de uma forma segura quanto a falhas de
tensão.
Notas:
Antes que o automatismo possa ser ajustado de novo,
•	
os dados existentes da porta terão de estar anulados
(ver capítulo 4.1.1).
Durante o ajuste, não se encontra activa uma célula
•	
fotoeléctrica eventualmente ligada.
TR10A033-E RE / 03.2010 121
PORTUGUÊS
Página: 121
Para ajustar o automatismo:
Se for necessário, preparar o cursor de guia desacoplado
1.	
através da pressão do botão verde no cursor de guia
para se proceder ao acoplamento (ver a ilustração 6).
Para isso, desloque a porta manualmente até que o
cursor de guia acople na fechadura de correia.
Se necessário, introduzir a ficha de rede.
2.	
Depois a iluminação do automatismo pisca duas vezes
(ver a ilustração 19).
Accionar o interruptor transparente na cobertura do
3.	
automatismo (ver a ilustração 19).
A porta fecha automaticamente. A iluminação do
automatismo sinaliza com intermitência.
Accionar novamente o interruptor transparente na
4.	
cobertura do automatismo (ver a ilustração 19).
A porta abre, fecha e abre novamente de forma
a.	
automática. Durante as deslocações, a iluminação do
automatismo sinaliza com intermitência, sendo que o
percurso de desvio e as forças necessárias são
ajustadas.
A porta permanece na posição
b.	 Porta aberta e a
iluminação do automatismo está ligada
permanentemente.
O automatismo encontra-se ajustado e funcional.
AVISO
Perigo de lesão devido a dispositivos de segurança
inactivos
Devido a dispositivos de segurança inactivos, é possível
que ocorram lesões em caso de falha.
Após os percursos de ajuste, o pessoal qualificado
▶	
deve inspeccionar a(s) função(ões) do(s) dispositivo(s)
de segurança e os ajustes (ver o capítulo 4.2).
O dispositivo estará pronto para o funcionamento
somente após este procedimento.
Notas:
Se o automatismo parar com a iluminação em
•	
intermitência ou as posições finais não forem atingidas,
as forças máximas foram ajustadas muito baixo e devem
ser reajustadas (ver o capítulo 4.1.3).
O processo de ajuste poderá ser interrompido, em
•	
qualquer altura, por um impulso de deslocação. Um novo
impulso de deslocação reiniciará todo o processo de
ajuste.
4.1.3	 Ajustar as forças
CUIDADO
Perigo de lesão em caso de valor de força muito alto
(potenciómetro P1/P2)
Se o valor de força estiver ajustado muito alto, a limitação
de força não funcionará. Isto pode levar a lesões e danos.
Não programe um alto valor de força
▶	
As forças necessárias para o ajuste também serão
reajustadas automaticamente nas deslocações seguintes da
porta. Por motivos de segurança é necessário que as forças
não sejam reajustadas sem limites se o comportamento de
deslocação for piorando (p. ex. reajuste da tensão da mola).
Caso contrário podem ocorrer riscos de segurança no
accionamento manual da porta (p. ex. queda da porta).
Por este motivo, as forças máximas ajustadas para o fecho e
a abertura no estado de entrega foram pré-ajustadas com
limite (centro do potenciómetro).
Se, aquando do ajuste do automatismo (ver o capítulo 4.1.2),
uma ou ambas as posições finais não tiverem sido atingidas,
as forças devem ser reajustadas.
Para isso existem dois potenciómetros que estão acessíveis
ao retirar-se a tampa do automatismo (ver a ilustração 20):
P1
•	 : força máxima no sentido Porta aberta
P2
•	 : força máxima no sentido Porta fechada
Ao girar no sentido horário, as forças são elevadas e o giro no
sentido oposto, reduz as mesmas.
Se a posição final Porta aberta não for atingida:
Ajustar o
1.	 P1 com uma rotação de 45º no sentido horário
(ver a ilustração 20).
Deslocar a porta para a posição final
2.	 Porta fechada
premindo o interruptor transparente e, antes de atingir
essa posição, imobilizar a porta premindo o interruptor
novamente.
Deslocar a porta no sentido
3.	 Porta aberta.
Se a posição final Porta aberta não for atingida novamente,
repetir os passos 1 a 3.
Se a posição final Porta fechada não for atingida:
Ajustar o
1.	 P2 com uma rotação de 45º no sentido horário
(ver a ilustração 20).
Anular os dados da porta.
2.	
Ajustar novamente o automatismo (ver o capítulo 
3.	 4.1.2).
Se a posição final Porta fechada não for atingida novamente,
repetir os passos 1 a 3.
Nota:
As forças máximas ajustadas no potenciómetro têm pouco
efeito sobre a sensibilidade da limitação de força, pois as
forças realmente necessárias foram memorizadas durante o
percurso de ajuste. As forças ajustadas na fábrica são
adequadas ao funcionamento de portas standard.
4.2	 Ajustar as funções adicionais através do
interruptor DIL
Algumas funções do automatismo são programadas através
de interruptores DIL. Antes da primeira colocação em
funcionamento, os interruptores DIL encontram-se no ajuste
de fábrica, isto é, os interruptores encontram-se em OFF
(ver a ilustração 9).
Nota:
Altere os ajustes dos interruptores DIL somente quando o
automatismo se encontrar em repouso e a radiofrequência
não estiver a ser programada.
De acordo com os regulamentos nacionais, ajuste os
dispositivos de segurança pretendidos e, de acordo com a
situação local, os interruptores DIL como na descrição que se
segue.
122 TR10A033-E RE / 03.2010
PORTUGUÊS
Página: 122
Comunicação de posição final
4.2.1	 Porta fechada:
interruptor DIL A e B
Ver a ilustração 
▶	 17.1
A OFF
Comunicação de posição final
Porta fechada activada
B ON
Função da iluminação do automatismo e do relé
Tab. 1:
opcional em caso de comunicação de posição final
Porta fechada
Iluminação do
automatismo
Luz permanente durante a
•	
deslocação da porta
Tempo de iluminação posterior
•	
após a posição final
Porta fechada
Relé opcional Comunicação de posição final
Porta fechada
Tempo de pré-aviso: interruptor DIL A e B
4.2.2	
Ver a ilustração 
▶	 17.2
A ON Tempo de pré-aviso activado
B OFF
Função da iluminação do automatismo e do relé
Tab. 2:
opcional em caso de tempo de pré-aviso activado
Iluminação do
automatismo
Intermitência rápida durante o
•	
tempo de pré-aviso
Luz permanente durante a
•	
deslocação da porta
Relé opcional O relé é compassado lentamente
durante a deslocação da porta
(função de uma lâmpada de aviso
auto-intermitente)
Iluminação externa: interruptor DIL A e B
4.2.3	
Ver a ilustração 
▶	 17.3
A OFF
Iluminação externa activada
B OFF
Função da iluminação do automatismo e do relé
Tab. 3:
opcional em caso de iluminação externa activada
Iluminação do
automatismo
Luz permanente durante a
•	
deslocação da porta
Tempo de iluminação posterior
•	
após a posição final
Porta fechada
Relé opcional Mesma função que iluminação do
automatismo
Fecho automático: interruptor DIL A, B e D
4.2.4	
Depois de atingir a posição final Porta aberta e após o
decurso do tempo de abertura de aprox. 30 segundos é
iniciado o fecho automático. Após um impulso, uma
passagem ou um ciclo da célula fotoeléctrica, o tempo de
abertura é alargado automaticamente em aprox. 30 s.
Notas:
O fecho automático só poderá ser activado se estiver
•	
ligado a um dispositivo de segurança, no âmbito de
aplicação da DIN EN 12453.
O ajuste do fecho automático pode ser realizado apenas
•	
com a célula fotoeléctrica activa (interruptor DIL D
em ON).
Ver a ilustração 
▶	 17.4
A ON Fecho automático activado
B ON
D ON
Função do automatismo da iluminação do
Tab. 4:
automatismo e do relé opcional no fecho automático
activado.
Automatismo Após o tempo de abertura e o tempo
de pré-aviso fecho automático da
posição final Porta aberta
Iluminação do
automatismo
Luz permanente durante o
•	
tempo de abertura e a
deslocação da porta
Sinaliza com intermitência
•	
rapidamente durante o tempo
de pré-aviso
Relé opcional Contacto permanente aquando
•	
do tempo de abertura
É compassado rapidamente
•	
durante o tempo de pré-aviso e
lentamente durante a
deslocação da porta
Tipo de porta: interruptor DIL C
4.2.5	
Ver a ilustração 
▶	 17.5
C ON Porta basculante, percurso comprido com
imobilização suave
C OFF
Porta seccional, percurso curto com
imobilização suave
Célula fotoeléctrica: interruptor DIL D
4.2.6	
Ver a ilustração 
▶	 17.6
D ON Activado, após accionamento da célula
fotoeléctrica a porta reverte para a
posição final Porta aberta
D OFF
Não activado, não é possível o fecho
automático (interruptor DIL A/B)
Circuito de corrente de repouso e circuito de
4.2.7	
imobilização com ensaio: interruptor DIL E
Ver a ilustração 
▶	 17.7
E ON Activado para o contacto de porta
incorporada com ensaio
E OFF
Não activado
Nota:
Inspeccionar os dispositivos de segurança sem ensaio a cada
seis meses.
TR10A033-E RE / 03.2010 123
PORTUGUÊS
Página: 123
Indicação de manutenção da porta:
4.2.8	
interruptor DIL F
Ver a ilustração 
▶	 17.8
F ON Activado, se exceder o ciclo de
manutenção o mesmo é sinalizado através
da intermitência reiterada da iluminação
do automatismo, após finalização de
qualquer deslocação da porta.
F OFF
Não activado, sem sinal depois de
exceder o ciclo de manutenção.
O intervalo de manutenção é atingido se o automatismo tiver
sido operado mais do que 1 ano ou tiver atingido 2000 fechos
ou excedido este número desde o último ajuste.
Nota:
Devido ao novo ajuste do automatismo (ver o capítulo 4.1.2),
os dados de manutenção serão anulados.
5	 Radiofrequência
5.1	 Emissor HSM 4
AVISO
Perigo de lesão durante a deslocação
da porta
Se for accionado o emissor, pessoas
podem ficar feridas devido ao
movimento da porta.
Certifique-se que os emissores não
▶	
estejam ao alcance das crianças e
só sejam utilizados por pessoas,
que estejam devidamente instruídas
sobre o modo de funcionamento do
dispositivo de porta comandado à
distância!
De modo geral, terá de accionar o
▶	
emissor com contacto visual para a
porta, se a mesma só tiver um
dispositivo de segurança!
Transponha as aberturas de porta
▶	
de dispositivos accionados à
distância somente quando a porta
de garagem se encontrar na
posição final Porta aberta!
Nunca permaneça sob a
▶	
Porta aberta.
Observe que pode acontecer o
▶	
accionamento por descuido de uma
tecla no emissor (por exemplo, no
bolso da calça ou na bolsa) e
ocasionar uma deslocação
indesejada do portão.
Cuidado
Perigo de lesão aquando de uma deslocação
involuntária da porta
Durante o processo de ajuste no sistema de
radiofrequência podem verificar-se deslocações de porta
não intencionais.
Aquando do ajuste do sistema de radiofrequência
▶	
tenha em atenção, que na área de movimento da porta
não se encontrem pessoas ou objectos.
ATENÇÃO
Danificação da função devido às influências ambientais
Aquando de incumprimento poderá ser danificada a
função!
Proteja o emissor das seguintes influências:
Insolação directa (temperatura ambiente admissível:
•	
-20 °C a +60 °C)
Humidade
•	
Poeira
•	
Notas:
Se não existir nenhum acesso separado à garagem,
•	
realize qualquer alteração ou extensão de programações
dentro da garagem.
Após a programação ou a extensão do sistema de
•	
radiofrequência, realize um ensaio de funções.
Para a colocação em funcionamento ou a extensão do
•	
sistema de radiofrequência, utilize apenas peças
originais.
As realidades locais podem ter influência no alcance do
•	
sistema de radiofrequência. Para além disso, os
telemóveis GSM podem influenciar o alcance aquando
de uma utilização em simultâneo.
Descrição do emissor HSM 4
5.1.1	
Ver a ilustração
▶	  23
1 LED
2 Teclas do emissor
3 Tampa do compartimento das pilhas
4 Pilha
5 Botão Reset
6 Suporte do emissor
Colocar/substituir a pilha
5.1.2	
Ver a ilustração 
▶	 23
Utilize exclusivamente o tipo de pilha 23A
▶	
Reposição do código de fábrica
5.1.3	
Ver a ilustração
▶	  23
A qualquer tecla do emissor está agregado um código de
radiofrequência. O código de fábrica original só poderá ser
novamente conseguido através dos seguintes passos.
Nota:
Os seguintes passos de comando só são necessários
aquando de processos de extensão ou ajuste inadvertidos.
Abra a tampa do compartimento das pilhas.
1.	
O interruptor Reset (5) está acessível na platina.
Atenção
Destruição do interruptor
Não utilize objectos pontiagudos e não pressione os
▶	
interruptores com muito força.
Prima cuidadosamente o interruptor Reset com um
2.	
objecto obtuso e mantenha-o premido.
Prima a tecla do emissor que quer codificar e
3.	
mantenha-a premida.
O LED do emissor sinaliza com intermitência lentamente.
Se mantiver premido o pequeno interruptor até final da
4.	
intermitência lenta, a tecla do emissor será ocupada
novamente com o código de fábrica original e o LED
começa a sinalizar com intermitência rapidamente.
Feche a tampa do compartimento das pilhas.
5.	
O código de fábrica foi novamente reposto.
124 TR10A033-E RE / 03.2010
PORTUGUÊS
Página: 124
Extracto da declaração de conformidade para o
5.1.4	
emissor.
A conformidade do produto acima referido foi comprovada,
de acordo com as normas das directivas nos termos do artigo
3º das directivas R&TTE 1999/5/CE. As seguintes normas
foram igualmente cumpridas:
EN 60950:2000
•	
EN 300 220-1
•	
EN 300 220-3
•	
EN 301 489-1
•	
EN 300 489-3
•	
A declaração de conformidade original pode ser exigida do
fabricante.
5.2	 Módulo de radiofrequência integrado
Aquando de um módulo de radiofrequência integrado, as
funções impulso (Aberto-Imobilizado-Fechado-Imobilizado)
podem ser ajustadas no máximo em 6 emissores diferentes.
Se forem ajustados mais de 6 emissores, as funções
ajustadas no primeiro serão anuladas.
Para programar o módulo de radiofrequência ou anular os
seus dados, as seguintes condições devem ser cumpridas:
O automatismo está em repouso.
•	
O tempo de abertura ou o tempo de pré-aviso não estão
•	
activos.
Notas:
Para o funcionamento do automatismo por
•	
radiofrequência, uma tecla do emissor deve estar
ajustada em módulo de radiofrequência integrado ou
num receptor de radiofrequência externo.
A distância entre o emissor e o automatismo deveria
•	
corresponder, no mínimo, a 1 m.
Aquando da utilização em simultâneo, os telemóveis
•	
GSM 900 poderão influenciar o alcance do telecomando.
Ajuste da função
5.2.1	 impulso
Premir brevemente uma vez o interruptor 
1.	 P da tampa do
automatismo (ver a ilustração 21). Se premir novamente
o interruptor P duas vezes, é concluída de imediato a
disponibilização de programação de radiofrequência.
O LED vermelho no interruptor da tampa do automatismo
sinaliza com intermitência 1x. Durante esse tempo pode
ser programada uma tecla do emissor para a função
pretendida.
Premir a tecla do emissor que deve ser ajustada, até que
2.	
o LED vermelho no interruptor da tampa do automatismo
sinalize com intermitência e rápido.
O código de radiofrequência desta tecla do emissor está
agora memorizada no módulo de radiofrequência
integrado.
5.2.2	 Anulação de todos os dados num módulo de
radiofrequência integrado
Premir e manter premido o interruptor
1.	 P na tampa do
automatismo.
O LED vermelho no interruptor da tampa do automatismo
sinaliza com intermitência lentamente e sinaliza a
disponibilidade de anulação.
A intermitência passa para um ritmo mais rápido.
Agora os códigos de radiofrequência ajustados de todos
os emissores estão anulados.
Soltar o interruptor 
2.	 P na tampa do automatismo.
Receptor externo *
5.3	
Ao invés de um módulo de radiofrequência integrado, um
receptor externo para as função impulso e pode ser utilizado.
Ligar o receptor externo
5.3.1	
Encaixar a ficha de um receptor externo no respectivo
1.	
local de encaixe (ver a ilustração 13).
As linhas do receptor externo devem ser ligadas da
seguinte forma:
GN
–	 ao borne 20 (0 V)
WH
–	 ao borne 21 (sinal para o comando de impulso,
canal 1)
BN
–	 ao borne 5 (+24 V)
Anular os dados de um módulo de radiofrequência
2.	
integrado para evitar a configuração dupla
(ver capítulo 5.2.2).
Ajuste das teclas do emissor
5.3.2	
Função
▶	 impulso
Ajustar a tecla do emissor para a função
1.	 impulso
(canal 1) de acordo com as instruções de montagem
para o receptor externo.
Nota:
O fio da antena do receptor de radiofrequência externo não
deverá entrar em contacto com objectos de metal (pregos,
escoras, etc.). A melhor orientação terá de ser conseguida
através de tentativas. Aquando da utilização em simultâneo,
os telemóveis GSM 900 poderão influenciar o alcance do
telecomando.
Extracto da declaração de conformidade para o
5.4	
destinatário
A conformidade do produto acima referido foi comprovada,
de acordo com as normas das directivas nos termos do artigo
3º das directivas R&TTE 1999/5/CE. As seguintes normas
foram igualmente cumpridas:
EN 60950:2000
•	
EN 300 220-1
•	
EN 300 220-3
•	
EN 301 489-1
•	
EN 300 489-3
•	
A declaração de conformidade original pode ser exigida do
fabricante.
* Os acessórios não estão incluídos no equipamento
standard!
TR10A033-E RE / 03.2010 125
PORTUGUÊS
Página: 125
6	 Funcionamento
AVISO
Perigo de lesão durante a deslocação
da porta
Na zona da porta poderão verificar-se
lesões ou danos.
As crianças não brinquem junto do
▶	
dispositivo da porta.
Certifique-se que na área de
▶	
movimento da porta não se
encontrem pessoas ou objectos.
Accione apenas o automatismo
▶	
para porta de garagem, se
conseguir visualizar a zona de
movimento da porta e esta tiver
apenas um dispositivo de
segurança.
Verifique a deslocação da porta até
▶	
que a mesma tenha atingido a
posição final.
Transponha as aberturas de porta
▶	
de dispositivos accionados à
distância somente quando a porta
de garagem se encontrar na
posição final Porta aberta!
Nunca permaneça sob a
▶	
Porta aberta.
Cuidado
Perigo de entalamento na guia
Durante a deslocação da porta, não introduza os dedos nas
guias, uma vez que podem permanecer entalados.
Não introduza os dedos na guia durante a deslocação
▶	
da porta.
Cuidado
Perigo de lesão devido à campânula de cabo
Se pendurar à campânula de cabo poderá cair e
magoar-se. O automatismo pode cair e magoar pessoas,
que se encontrem debaixo do mesmo, danificar objectos
ou o próprio automatismo pode ser destruído.
Não suspenda o peso do seu corpo à campânula de
▶	
desbloqueio.
Cuidado
Perigo de lesão devido ao movimento da porta
descontrolado no sentido Porta fechada em caso de
quebra da mola de torção e desbloqueio do cursor de
guia.
Sem a montagem de um jogo de reequipagem, o cursor de
guia pode ser desbloqueado sem controlo.
A pessoa responsável pela montagem deve montar um
▶	
jogo de reequipagem nos cursores de guia aquando
das seguintes condições:
A norma DIN EN 13241-1 é válida.
–	
O automatismo para porta de garagem é instalado
–	
numa porta seccional sem dispositivo de
segurança contra a quebra de molas (BR30)
Hörmann por um especialista neste tipo de porta.
Este jogo é composto por um parafuso que protege o
cursor de guia contra o desbloqueio descontrolado e uma
placa para a campânula de cabo, onde são exibidas
ilustrações que mostram como manusear o jogo e o cursor
de guia para os dois tipos de funcionamento das guias.
Nota:
O uso de um desbloqueio de emergência ou de uma
fechadura com bloqueio de emergência não é possível
junto com o jogo de reequipagem.
Cuidado
Perigo de lesão por lâmpada quente
Não tocar na lâmpada durante ou directamente após o
funcionamento, dado poder queimar-se.
Não toque na lâmpada, se a mesma esteve ligada ou
▶	
logo depois de a mesma ter estado ligada.
ATENÇÃO
Danos devido ao cabo do desbloqueio mecânico
Se o cabo de desbloqueio mecânico ficar preso num
sistema de sustentação do telhado ou noutros ressaltos do
veículo ou da porta poderá levar a danos.
Tenha em atenção, que o cabo não fique preso.
▶	
Calor resultante da iluminação
Devido ao calor resultante da iluminação do automatismo é
possível que ocorra danos se a distância por muito
pequena.
A menor distância em relação a materiais facilmente
▶	
inflamáveis ou superfícies sensíveis à água deve ser no
mínimo de 0,1 m (ver a ilustração 7).
Instruir os utilizadores
6.1	
Instrua todas as pessoas, que utilizam o dispositivo da
▶	
porta acerca do manuseamento correcto e seguro do
automatismo para porta de garagem.
Demonstre e controle o bloqueio mecânico, bem como o
▶	
retorno de segurança.
126 TR10A033-E RE / 03.2010
PORTUGUÊS
Página: 126
Ensaio de funções
6.2	
Para verificar o retorno de
▶	
segurança, segure a porta com
as duas mãos, enquanto fecha.
O dispositivo da porta terá de se
imobilizar e accionar a reversão
de segurança. Para além disso e
durante a abertura da porta, o
dispositivo da porta terá de se
desligar e imobilizar a porta.
Aquando de falhas do retorno de segurança, solicite de
▶	
imediato a uma pessoa habilitada para proceder ao
ensaio ou à reparação.
Funcionamento normal
6.3	
O automatismo para porta de garagem trabalha em
funcionamento normal, exclusivamente e de acordo com o
comando sucessório de impulsos, sendo indiferente, se foi
accionado um interruptor externo, uma tecla programada do
emissor, o interruptor transparente ou o interruptor
transparente.
1º Impulso: A porta desloca-se no sentido de uma
posição final.
2º Impulso: A porta fica imobilizada.
3º Impulso: A porta desloca-se em sentido contrário.
4º Impulso: A porta fica imobilizada.
5º Impulso: A porta desloca-se no sentido da posição
final seleccionada no 1º impulso.
etc.
A iluminação do automatismo está ligada durante a
deslocação da porta, desligando-se automaticamente depois
de aproximadamente 2 minutos após a conclusão.
Funcionamento manual
6.4	
Para deslocar a porta manualmente, a porta deve ser
desbloqueada mecanicamente. Aqui o cursor de guia é
desacoplado da fechadura de correia.
Para desbloquear a porta mecanicamente, retirar o
▶	
cadernal do desbloqueio mecânico (ver a ilustração 4).
Notas:
A função do desbloqueio mecânico terá de ser verificada
•	
mensalmente.
A campânula de cabo só poderá ser accionada, quando
•	
a porta se encontrar fechada, caso contrário existe o
perigo da porta fechar demasiado depressa aquando de
molas fracas, partidas, defeituosas ou uma
compensação de peso deficiente.
Funcionamento após o desbloqueio mecânico
6.5	
Se, por exemplo, devido a uma falha da tensão de rede, tiver
sido accionado o desbloqueio mecânico, terá de ser
acoplado de novo o cursor de guia na fechadura da
cremalheira para o funcionamento normal:
Deslocar o automatismo até que a fechadura da
1.	
cremalheira na guia esteja bem acessível ao cursor de
guia.
Premir o botão verde no cursor de guia
2.	
(ver a ilustração 6).
Deslocar a porta manualmente até que o cursor de guia
3.	
acople novamente na fechadura da cremalheira.
Através de várias deslocações de porta contínuas
4.	
verifique, se a porta atinge na íntegra a sua posição
fechada e se a porta abre totalmente (o cursor de guia
fica imobilizado brevemente antes do batente final
Porta aberta).
O automatismo encontra-se agora novamente disponível
para o funcionamento normal.
Medidas a tomar aquando de falhas na tensão
6.6	
(sem o acumulador de emergência)
Para se poder abrir ou fechar manualmente a porta de
garagem durante uma falha de tensão terá de ser
desacoplado do cursor de guia.
Ver o capítulo 
▶	 3.4.1
Tipos de funcionamento da guia / Funcionamento manual
Medidas a tomar após falhas na tensão (sem o
6.7	
acumulador de emergência)
Após o retorno da tensão, o cursor de guia deve ser
reacoplado.
Ver o capítulo 
▶	 3.4.1
Tipos de funcionamento da guia / Funcionamento
automático
Ponte em caso de falha de rede com um
6.8	
acumulador de emergência *
Para poder deslocar a porta em caso de falha de rede, um
acumulador de emergência opcional terá de ser ligado
(ver a ilustração 22).
A comutação para funcionamento com acumulador é feita
automaticamente em caso de falha de rede. Durante o
funcionamento do acumulador, a iluminação do automatismo
mantém-se desligada.
Nota:
Utilizar somente o acumulador de emergência com
comutação de carga integrada.
Comunicações da iluminação do automatismo
6.9	
Ser a ficha de rede for encaixada sem que o interruptor
transparente tenha sido premido (com a tampa do
automatismo retirada do interruptor de platina T), a
iluminação do automatismo sinaliza com intermitência duas,
três ou quatro vezes.
Pisca duas vezes
Não existem dados sobre a porta ou os mesmos foram
anulados (estado de entrega). O automatismo pode ser
ajustado imediatamente.
Sinaliza com intermitência três vezes
Existem memorizados dados sobre a porta mas a última
posição de porta não é conhecida. Portanto, a próxima
deslocação é uma deslocação de ajuste Porta aberta.
Em seguida seguem-se deslocações de porta normais.
* Os acessórios não estão incluídos no equipamento
standard!
TR10A033-E RE / 03.2010 127
PORTUGUÊS
Página: 127
Pisca quatro vezes
Tanto existem dados sobre a porta memorizados como
também é suficientemente conhecida a última posição da
porta, de forma a que poderão verificar-se percursos de porta
normais, tendo em conta o comando sucessório de impulsos
(aberto-imobilizado-fechado-imobilizado-aberto, etc.)
(comportamento normal após um ajuste bem sucedido e uma
falha de corrente). Por razões de segurança e após uma falha
de corrente durante uma deslocação da porta procede-se
sempre à abertura com a primeira ordem de impulso.
Mensagens de erro / LED de diagnóstico
6.10	
Ver a ilustração 
▶	 9.1
O LED vermelho de diagnóstico é visível através do
interruptor transparente inclusive se a caixa estiver fechada.
Com a ajuda do LED vermelho poderão ser identificadas
facilmente as causas para o funcionamento não esperado.
No estado ajustado (funcionamento normal), o LED
encontra-se ligado continuamente, desligando-se quando se
verificar um impulso ligado externamente.
Nota:
Devido ao comportamento aqui mencionado, poderá ser
reconhecido um curto-circuito no cabo de ligação do
interruptor externo ou um curto-circuito do interruptor, se for
possível um funcionamento normal do automatismo para
porta de garagem com o módulo de radiofrequência ou o
interruptor transparente.
LED pisca 2 x
Causa A célula fotoeléctrica foi interrompida ou
não foi ligada.
Regularização Verificar a célula fotoeléctrica, se for
necessário ligar ou substituir.
LED pisca 3 x
Causa A limitação de força Porta fechada foi
accionada – verificou-se o retorno de
segurança.
Regularização Remover o obstáculo. Se o retorno de
segurança foi realizado sem razão
aparente, o mecanismo da porta deve ser
verificado. Se for necessário, anular os
dados da porta e programar novamente.
LED pisca 4 x
Causa O circuito de corrente de repouso ou o
contacto da porta incorporada
encontra-se aberto ou foi aberto durante
uma deslocação da porta.
Regularização Verificar a unidade ligada e fechar o
circuito.
LED pisca 5 x
Causa A limitação de força Porta aberta foi
accionada. A porta permanece
imobilizada durante a abertura da
mesma.
Regularização Remover o obstáculo. Se a porta parar
antes da posição final Porta aberta sem
razão aparente, o mecanismo da porta
deve ser verificado. Se for necessário,
anular os dados da porta e programar
novamente.
LED pisca 6 x
Causa Erro no automatismo/anomalia no
sistema do automatismo.
Regularização Se for necessário, anular os dados da
porta e programar novamente. Se o erro
do automatismo persistir, substituir o
automatismo.
LED pisca 7 x
Causa O automatismo ainda não está ajustado.
Isto é uma indicação e não uma falha.
Regularização O percurso de ajuste terá de ser
accionado através de um interruptor
externo, do módulo de radiofrequência
ou do interruptor transparente (com a
tampa do automatismo retirada do
interruptor de platina T).
LED pisca 8 x
Causa O automatismo necessita de uma
deslocação de referência de Porta aberta.
Este é o estado normal após falhas na
tensão de rede, se não existirem dados
sobre a porta ou se os mesmos se
encontrarem anulados e/ou a última
posição da porta não for conhecida.
Regularização O percurso de ajuste Porta aberta terá de
ser accionado através do módulo de
radiofrequência ou do interruptor
transparente (com a tampa do
automatismo retirada do interruptor de
platina T).
7	 Ensaio e manutenção
O automatismo para porta de garagem não necessita de
manutenção.
Para sua própria segurança recomendamos, no entanto, a
inspecção e a manutenção no dispositivo do portão sejam
realizadas por uma pessoa qualificada, de acordo com as
instruções do fabricante.
AVISO
Perigo de lesão devido à deslocação inesperada do
portão
A deslocação inesperada do portão pode ocorrer se,
aquando dos trabalhos de ensaio e de manutenção no
sistema de portão, outras pessoas religarem
acidentalmente o sistema.
Em todos os trabalhos no sistema de portão, retire a
▶	
ficha de rede e, se necessário, a ficha do acumulador
de emergência.
Proteger o sistema de portão de uma religação
▶	
acidental.
Só uma pessoa habilitada é que poderá realizar um ensaio ou
uma reparação necessária. Entre em contacto com o seu
fornecedor.
O operador pode realizar um ensaio óptico.
Verificar todas as funções de segurança e protecção
▶	
mensalmente.
Os erros ou as anomalias existentes devem ser
▶	
regularizadas imediatamente.
128 TR10A033-E RE / 03.2010
PORTUGUÊS
Página: 128
7.1	 Lâmpada de substituição
Cuidado
Perigo de lesão por lâmpada quente
Não tocar na lâmpada durante ou directamente após o
funcionamento, dado poder queimar-se.
Não toque na lâmpada, se a mesma esteve ligada ou
▶	
logo depois de a mesma ter estado ligada.
Para substituir a lâmpada:
Fechar a porta
1.	
Retirar a ficha de rede.
2.	
Arrefecer a lâmpada
3.	
Substituir a lâmpada 24 V / 10 W B(a) 15 s
4.	
(ver a ilustração 24).
Introduzir a ficha de rede.
5.	
A iluminação do automatismo pisca quatro vezes.
Acessórios opcionais
8	
Acessórios opcionais, que não estão incluídos no volume de
entrega.
Os acessórios eléctricos podem sobrecarregar o
automatismo com máx. 100 mA.
Os seguintes acessórios podem ser ligados ao automatismo:
Célula fotoeléctrica de um sentido
•	
Receptor de radiofrequência externo
•	
Interruptores de impulsos externos
•	
(por exemplo, selectores de chave)
Acumulador de emergência para o abastecimento de
•	
corrente de emergência
Contacto de porta incorporada
•	
Lâmpada de sinalização
•	
Desmontagem e tratamento
9	
Nota:
Durante a desmontagem, cumpra todas as normas vigentes
relativas à segurança no trabalho.
A desmontagem do automatismo (em ordem contrária) para
portas de garagem deverá ser realizada por uma pessoa
habilitada, de acordo com estas instruções e o automatismo
terá de ser tratado em conformidade.
Condições da garantia
10	
Garantia
Sem a nossa autorização prévia, fica excluída a garantia e a
responsabilidade, no que diz respeito ao produto, se forem
feitas alterações de construção ou forem providenciadas ou
feitas instalações indevidas, que vão contra as nossas
instruções de montagem. Para além disso, não assumimos
qualquer responsabilidade no que diz respeito ao
funcionamento descuidado do automatismo e dos
acessórios, bem como à manutenção incorrecta da porta e
sua compensação de peso. As pilhas e as lâmpadas
incandescentes permanecem igualmente excluídas das
pretensões de garantia.
Duração da garantia
Para além da garantia legal do vendedor resultante do
contrato de compra damos a seguinte garantia em peças, a
partir da data de compra:
5 anos aplicáveis ao mecanismo do automatismo, ao
•	
motor e ao comando do motor
2 anos aplicáveis para a radiofrequência, os acessórios e
•	
as instalações especiais
Não existem pretensões de garantia em meios de consumo
(por  exemplo, fusíveis, baterias, meios de iluminação).
O prazo da garantia não se prolonga com a utilização.
O prazo de garantia para fornecimentos suplementares e
trabalhos de melhoramento é de seis meses, no mínimo, o
prazo da garantia em curso.
Pressupostos
O direito à garantia só se aplica ao país no qual foi comprado
o equipamento. A mercadoria tem de passar pelo nosso
sistema de processamento. O direito à garantia só existe se
forem verificados danos no próprio objecto contratual.
A restituição de despesas relativas à desmontagem e à
montagem, à verificação das respectivas peças, bem como,
às pretensões de perda e indemnização encontra-se excluída
da garantia.
O recibo serve de comprovativo para ter direito à garantia.
Trabalhos
10.1	
Durante o prazo da garantia reparamos todos os defeitos do
produto que resultaram de um erro de fabrico ou de material.
Comprometemo-nos a substituir gratuitamente as
mercadorias defeituosas por mercadorias sem defeitos a
melhorá-las ou a aplicar um valor mais baixo, de acordo com
a nossa escolha.
Excluem-se danos que resultaram devido:
à montagem e ligação incorrectas
•	
colocação em funcionamento e manuseamento
•	
incorrectos
a influências externas, como por exemplo, fogo, água,
•	
condições atmosféricas anormais
danos mecânicos por acidente, queda, embate
•	
destruição intencional ou negligente
•	
ao desgaste normal ou à falta de manutenção
•	
reparação por parte de pessoal não qualificado
•	
à utilização de peças de um outro fabricante
•	
à remoção ou adulteração do logotipo
•	
Ficaremos com as peças substituídas.
Extracto da declaração de
11	
incorporação
(no âmbito da directiva de máquinas europeia 2006/42/EG
para a montagem de uma máquina incompleta de acordo
com o anexo II, parte B)
O produto descrito na parte posterior é desenvolvido,
construído e fabricado em concordância com a:
Directiva 2006/42/EG para máquinas
•	
Directiva comunitária respeitante aos produtos de
•	
construção 89/106/CEE
Directiva comunitária respeitante à baixa tensão
•	
2006/95/EG
Directiva comunitária respeitante à compatibilidade
•	
magnética 2004/108/EG
TR10A033-E RE / 03.2010 129
PORTUGUÊS
Página: 129
Normas relacionadas e aplicadas:
EN ISO 13849-1, PL "c", categoria 2
•	
Segurança de máquinas – peças relativas à segurança
dos comandos – parte 1: Princípios gerais de
planeamento
EN 60335-1/2, respeitante à segurança dos aparelhos
•	
eléctricos e automatismos para portas
EN 61000-6-3
•	
Compatibilidade electromagnética – Emissão de
interferência
EN 61000-6-2
•	
Compatibilidade electromagnética – Resistência a
interferência
As máquinas incompletas, no âmbito da directiva comunitária
2006/42/EG, foram concebidas apenas para serem
integradas ou acopladas a outras máquinas ou em outras
máquinas incompletas ou em dispositivos para formarem
uma máquina no âmbito da directiva citada acima.
Por isso, este produto deve entrar em funcionamento apenas
se toda a máquina ou o dispositivo, no qual foi montado,
cumprir com as disposições da directiva comunitária citada
acima.
Dados técnicos
12	
Ligação à rede 230/240 V, 50/60 Hz
Stand-by aprox.5 W
Tipo de protecção Só para espaços secos
Intervalo de temperatura -20 °C a +40 °C
Lâmpada de
substituição
24 V / 10 W B(a) 15s
Motor Motor de corrente contínua
com sensor de Hall
Transformador Com protecção térmica
Ligação Técnica de ligação sem
parafusos para equipamento
externo com fraca tensão de
segurança 24 V DC, como por
exemplo,  interruptores
interiores e exteriores com
funcionamento por impulso.
Telecomando Funcionamento com receptor
de radiofrequência interno ou
externo
Automatismo de
desconexão
É programado
automaticamente e em
separado para ambos os
sentidos. Auto-ajustável, sem
desgaste, sem interruptores
mecânicos.
Desconexão das
posições finais/
Limitação de força
Durante qualquer deslocação
de porta, automatismo de
desconexão reajustável.
Guia Extremamente plana (30 mm)
Com dispositivo de deslocação
integrado
Com cremalheira patenteada,
que não necessita de
manutenção, com tensão
automática na correia
Velocidade de
deslocação da porta
Depende da dimensão e do
peso da porta, aprox. 13 cm/s
Carga nominal Ver logotipo
Força de tracção e
pressão
Ver logotipo
Carga máxima de curta
duração
Ver logotipo
Funções especiais Iluminação do automatismo, luz
de 2 minutos a partir de fábrica
Interruptor de imobilização/
Interruptor passível de
activação
Célula fotoeléctrica conectável
Relé opcional para lâmpada de
aviso, iluminação externa
adicional passível de activação
Contacto de porta incorporada
com ensaio
Desbloqueio de
emergência
Aquando de um corte de
energia poderá ser accionado
pelo interior com um cabo de
tracção
Guia universal Para portas seccionais e
basculantes
Emissão acústica do ar
Automatismo para porta
de garagem
≤ 70 dB (A)
Aplicação Exclusivamente para garagens
particulares
Não é adequado à utilização
comercial/industrial
Ciclos da porta Ver informação sobre o produto
130 TR10A033-E RE / 03.2010
PORTUGUÊS
Página: 130
Resumo das funções dos interruptores DIL
13	
DIL A DIL B Função Função do relé opcional
OFF ON Comunicação de posição final Porta fechada
activada
Fixar o relé na posição final Porta fechada
(função comunicação de Porta fechada)
ON OFF Tempo de pré-aviso activado O relé é compassado rapidamente durante o
tempo de pré-aviso e normal durante a
deslocação da porta (função lâmpada de
aviso).
OFF OFF Iluminação externa activada Relé como a iluminação do automatismo
(função de iluminação externa)
DIL A DIL B DIL D Função Função do relé opcional
ON ON ON Fecho automático activado e a célula
fotoeléctrica deve estar instalada.
O relé é compassado rapidamente
durante o tempo de pré-aviso, normal
durante a deslocação da porta, contacto
permanente durante o tempo de abertura.
DIL C Modelo
ON Porta basculante, percurso comprido com imobilização suave
OFF Porta seccional, percurso curto com imobilização suave
DIL D Célula fotoeléctrica
ON Célula fotoeléctrica está activada, após accionamento da célula fotoeléctrica a porta reverte para a posição
final Porta aberta (fecho automático possível somente com célula fotoeléctrica)
OFF Célula fotoeléctrica não está activada (não é possível o fecho automático)
DIL E Circuito de imobilização com ensaio
ON Contacto de porta incorporada com ensaio está activo. O ensaio é controlado antes de cada deslocação da
porta (funcionamento é possível somente com um contacto de porta incorporada que possa ser testado)
OFF Dispositivo de segurança sem ensaio
DIL F Indicação de manutenção da porta
ON Activado, se exceder o ciclo de manutenção o mesmo é sinalizado através da intermitência reiterada da
iluminação do automatismo, após finalização de qualquer deslocação da porta.
OFF Não activado, sem sinal depois de exceder o ciclo de manutenção
TR10A033-E RE / 03.2010 131
PORTUGUÊS
Página: 131
Resumo dos erros e eliminação de erros
14	
Indicação Anomalia/aviso Causa possível Regularização
Dispositivo de segurança A célula fotoeléctrica foi interrompida ou não foi
ligada.
Verificar a célula
▶	
fotoeléctrica e, se for
necessário, substituir.
Limitação de força no
sentido Porta fechada
Encontra-se um obstáculo na zona do portão. Remover o obstáculo.
▶	
Se necessário, ajustar
▶	
novamente.
Circuito de corrente de
repouso para o contacto
de porta incorporada
O contacto de porta incorporada foi interrompido. Verificar a porta
▶	
incorporada.
Limitação de força no
sentido Porta aberta
Encontra-se um obstáculo na zona do portão. Remover o obstáculo.
▶	
Se necessário, ajustar
▶	
novamente.
Falha no automatismo Nova transmissão de impulsos através de um
interruptor externo, do módulo de radiofrequência
ou do interruptor transparente (com a tampa do
automatismo retirada do interruptor de platina T) –
verifica-se uma abertura (percurso de referência
Porta aberta).
Anular dados da porta, e
▶	
se ocorrer novamente,
substituir o automatismo.
Falha no automatismo
Comunicação, nenhuma
falha
O automatismo ainda não está ajustado. Ajustar o automatismo.
▶	
Nenhum ponto de
referência
Falha de rede eléctrica
O automatismo necessita de um percurso de
referência.
Percurso de referência no
▶	
sentido Porta aberta.
132 TR10A033-E RE / 03.2010
PORTUGUÊS

Perguntas e respostas

Programar ciclo de porta, Abrir/fechar

Publicada em 2 semanas atrás por Casimiro Gomes Alves

Pede informação sobre o Hormann ProMatic 2

Tens uma pergunta sobre o Hormann ProMatic 2 mas não consegues encontrar uma resposta no manual de utilizador? Provavelmente os utilizadores do ManualsCat.com podem ajudar-te a responder à tua pergunta. Ao completar o seguinte formulário, a tua pergunta irá aparecer abaixo do manual do Hormann ProMatic 2. Certifica-te de descrever o problema encontrado no Hormann ProMatic 2 na forma mais precisa possível. Quanto mais precisa for a tua pergunta, mais possibilidades terás de receber rapidamente uma resposta por um outro utilizador. Receberás automaticamente um e-mail para informar-te que alguém respondeu à tua pergunta.