Manual do DeWalt DWE576

Abaixo está disponível um manual do DeWalt DWE576. Todos os manuais do ManualsCat.com podem ser visualizados gratuitamente. Pelo botão "Seleccionar uma língua", podes escolher em que lingua preferes visualizar o manual.

  • Marca: DeWalt
  • Produto: Máquina de serrar
  • Modelo/nome: DWE576
  • Tipo de ficheiro: PDF
  • Línguas disponíveis: Holandês, Inglês, Alemão, France, Espagnol, Italien, Suédois, Português, Dinamarquês, Norueguês, Finlandês, Turco, Grego

Índice

Página: 133
PORTUGUÊS
132
SERRA CIRCULAR DE 190 mm
DWE575, DWE576
Parabéns!
Optou por uma ferramenta da DEWALT. Longos
anos de experiência, um desenvolvimento
meticuloso dos seus produtos e um grande espírito
de inovação são apenas alguns dos argumentos
que fazem da DEWALT um dos parceiros de maior
confiança dos utilizadores de ferramentas eléctricas
profissionais.
Dados técnicos
DWE575 DWE576
Voltagem V 230 230
Tipo 1 1
Alimentação W 1600 1600
Velocidade sem carga min-1
5200 5200
Diâmetro da lâmina mm 190 190
Profundidade máxima de corte mm 67 61
Diâmetro interno da lâmina mm 30 30
Ajuste do ângulo do bisel 57˚ 57˚
Peso kg 4,0 4,0
LPA (pressão sonora) dB(A) 88 88
KPA (variabilidade da
pressão sonora) dB(A) 3 3
LWA (potência sonora) dB(A) 99 99
KWA (variabilidade da
potência sonora) dB(A) 3 3
Valores totais de vibração (soma vectorial triaxial) determinados
em conformidade com a norma EN 60745:
Valor de emissão de vibrações ah corte de madeira
ah,W
= m/s² < 2,5 < 2,5
K de variabilidade = m/s² 1,5 1,5
O nível de emissão de vibrações indicado nesta
ficha de informações foi medido em conformidade
com um teste padrão estabelecido pela norma
EN 60745 e poderá ser utilizado para comparar
ferramentas. Por conseguinte, este nível poderá ser
utilizado para uma avaliação preliminar da exposição
às vibrações.
ATENÇÃO: o nível de emissão de
vibrações declarado diz respeito às
principais aplicações da ferramenta. No
entanto, se a ferramenta for utilizada
para outras aplicações ou com outros
acessórios, ou tiver uma manutenção
insuficiente, o nível de emissão de
vibrações poderá ser diferente. Isto
poderá aumentar significativamente
o nível de exposição às vibrações ao
longo do período total de trabalho.
Além disso, a estimativa do nível
de exposição às vibrações também
deverá ter em conta o número de
vezes que a ferramenta é desligada
ou está em funcionamento, mas sem
executar tarefas. Isto poderá reduzir
significativamente o nível de exposição
às vibrações ao longo do período total
de trabalho.
Identifique medidas de segurança
adicionais para proteger o utilizador
contra os efeitos das vibrações, tais
como: efectuar uma manutenção
correcta da ferramenta e dos
acessórios, manter as mãos quentes e
organizar padrões de trabalho.
Fusíveis
Europa ferramentas de 230 V 10 amperes, tomadas
Definições: directrizes de segurança
As definições abaixo descrevem o nível de
gravidade de cada aviso. Leia o manual e preste
atenção a estes símbolos.
PERIGO: indica uma situação de perigo
eminente que, se não for evitada, irá
resultar em morte ou ferimentos
graves.
ATENÇÃO: indica uma situação
potencialmente perigosa que, se não for
evitada, poderá resultar em morte ou
ferimentos graves.
CUIDADO: indica uma situação
potencialmente perigosa que, se
não for evitada, poderá resultar em
ferimentos ligeiros ou moderados.
AVISO: indica uma prática (não
relacionada com ferimentos) que,
se não for evitada, poderá resultar em
danos materiais.
Indica risco de choque eléctrico.
Indica risco de incêndio.
Página: 134
PORTUGUÊS
133
Declaração de conformidade da CE
DIRECTIVA “MÁQUINAS”
DWE575, DWE576
A DEWALT declara que os produtos descritos em
Dados técnicos se encontram em conformidade
com as seguintes normas e directivas:
2006/42/EC, EN 60745-1, EN 60745-2-5.
Além disso, estes produtos também se encontram
em conformidade com a Directiva 2004/108/CE e
2011/65/UE. Para obter mais informações, contacte
a DEWALT através da morada indicada em seguida
ou consulte o verso do manual.
O abaixo assinado é responsável pela compilação
do ficheiro técnico e faz esta declaração em nome
da DEWALT.
Horst Grossmann
Vice-presidente da Divisão de Engenharia e
Desenvolvimento de Produtos
DEWALT, Richard-Klinger-Straße 11,
D-65510, Idstein, Alemanha
07.05.2012
ATENÇÃO: para reduzir o risco de
ferimentos, leia o manual de instruções.
Avisos de segurança gerais relativos
a ferramentas eléctricas
ATENÇÃO! leia todos os avisos de
segurança e todas as instruções.
O não seguimento dos avisos e das
instruções poderá resultar em choque
eléctrico, incêndio e/ou ferimentos
graves.
GUARDE TODOS OS AVISOS E INSTRUÇÕES PARA
CONSULTA POSTERIOR
Em todos os avisos que se seguem, o termo
“ferramenta eléctrica” refere-se à sua ferramenta
alimentada pela rede eléctrica (com fios) ou por uma
bateria (sem fios).
1) SEGURANÇA DA ÁREA DE TRABALHO
a) Mantenha a área de trabalho limpa e bem
iluminada. As áreas desorganizadas ou
escuras são propensas a acidentes.
b) Não utilize as ferramentas eléctricas
em ambientes explosivos, como, por
exemplo, na presença de líquidos, gases
ou poeiras inflamáveis. As ferramentas
eléctricas criam faíscas que poderão inflamar
estas poeiras ou vapores.
c) Mantenha as crianças e outras pessoas
afastadas quando utilizar uma ferramenta
eléctrica. As distracções podem levar à
perda do controlo da ferramenta.
2) SEGURANÇA ELÉCTRICA
a) As fichas das ferramentas eléctricas
têm de ser compatíveis com a tomada
de electricidade. Nunca modifique a
ficha de forma alguma. Não utilize fichas
adaptadoras com ferramentas eléctricas
ligadas à terra. As fichas não modificadas e
as tomadas compatíveis reduzem o risco de
choque eléctrico.
b) Evite o contacto corporal com superfícies
e equipamentos ligados à terra, como,
por exemplo, tubagens, radiadores,
fogões e frigoríficos. Se o seu corpo estiver
“ligado” à terra, o risco de choque eléctrico é
maior.
c) Não exponha as ferramentas eléctricas
à chuva ou a condições de humidade. A
entrada de água numa ferramenta eléctrica
aumenta o risco de choque eléctrico.
d) Não aplique força excessiva sobre o
cabo. Nunca o utilize para transportar,
puxar ou desligar a ferramenta eléctrica.
Mantenha o cabo afastado de fontes de
calor, substâncias oleosas, extremidades
aguçadas ou peças móveis. Os cabos
danificados ou emaranhados aumentam o
risco de choque eléctrico.
e) Ao utilizar uma ferramenta eléctrica no
exterior, use uma extensão adequada
para utilização ao ar livre. A utilização de
um cabo adequado para uso ao ar livre
reduz o risco de choque eléctrico.
f) Se não for possível evitar trabalhar com
uma ferramenta eléctrica num local
húmido, utilize uma fonte de alimentação
protegida por um dispositivo de corrente
residual (DCR). A utilização de um DCR
reduz o risco de choque eléctrico.
3) SEGURANÇA PESSOAL
a) Mantenha-se alerta, preste atenção ao
que está a fazer e faça uso de bom senso
ao utilizar uma ferramenta eléctrica.
Não utilize uma ferramenta eléctrica
quando estiver cansado ou sob o efeito
de drogas, álcool ou medicamentos. Um
momento de distracção durante a utilização
Página: 135
PORTUGUÊS
134
de ferramentas eléctricas poderá resultar em
ferimentos graves.
b) Use equipamento de protecção pessoal.
Use sempre uma protecção ocular. O
equipamento de protecção, como, por
exemplo, uma máscara contra o pó, sapatos
de segurança antiderrapantes, um capacete
de segurança ou uma protecção auditiva,
usado nas condições apropriadas, reduz o
risco de ferimentos.
c) Evite accionamentos acidentais.
Certifique-se de que o interruptor da
ferramenta está na posição de desligado
antes de a ligar à tomada de electricidade
e/ou inserir a bateria, ou antes de pegar
ou transportar a ferramenta. Se mantiver
o dedo sobre o interruptor ao transportar
ferramentas eléctricas ou se as ligar à fonte
de alimentação com o interruptor ligado,
poderá originar acidentes.
d) Retire qualquer chave de ajuste ou chave
de porcas antes de ligar a ferramenta
eléctrica. Uma chave de porcas ou chave
de ajuste deixada numa peça móvel da
ferramenta poderá resultar em ferimentos.
e) Não se estique demasiado ao trabalhar
com a ferramenta. Mantenha sempre
os pés bem apoiados e um equilíbrio
apropriado. Desta forma, será mais fácil
controlar a ferramenta eléctrica em situações
inesperadas.
f) Use vestuário apropriado. Não use roupa
larga nem jóias. Mantenha o cabelo e
a roupa (incluindo luvas) afastados das
peças móveis. As roupas largas, as jóias
ou o cabelo comprido podem ficar presos
nestas peças.
g) Se forem fornecidos acessórios para a
ligação de equipamentos de extracção
e recolha de partículas, certifique-se
de que estes são ligados e utilizados
correctamente. A utilização de dispositivos
de extracção de partículas pode reduzir os
riscos relacionados com as mesmas.
4) UTILIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DE FERRAMENTAS
ELÉCTRICAS
a) Não utilize a ferramenta eléctrica de
forma forçada. Utilize a ferramenta
eléctrica correcta para o seu trabalho. A
ferramenta eléctrica adequada irá efectuar o
trabalho de um modo mais eficiente e seguro
se for utilizada de acordo com a capacidade
para a qual foi concebida.
b) Não utilize a ferramenta eléctrica se
o respectivo interruptor não a ligar e
desligar. Qualquer ferramenta eléctrica
que não possa ser controlada através do
interruptor de alimentação é perigosa e tem
de ser reparada.
c) Retire a ficha da tomada de electricidade
e/ou a bateria da ferramenta eléctrica
antes de efectuar quaisquer ajustes,
substituir acessórios ou guardar a
ferramenta. Estas medidas de segurança
preventivas reduzem o risco de ligar a
ferramenta eléctrica acidentalmente.
d) Guarde as ferramentas eléctricas que não
estiverem a ser utilizadas fora do alcance
de crianças e não permita que sejam
utilizadas por pessoas não familiarizadas
com as mesmas ou com estas instruções.
As ferramentas eléctricas são perigosas
nas mãos de pessoas que não possuam as
qualificações necessárias para as manusear.
e) Faça a devida manutenção das
ferramentas eléctricas. Verifique se as
peças móveis da ferramenta eléctrica
estão alinhadas e não emperram,
bem como se existem peças partidas
ou danificadas ou quaisquer outras
condições que possam afectar o
funcionamento da mesma. Se a
ferramenta eléctrica estiver danificada,
esta não deve ser utilizada até que seja
reparada. Muitos acidentes têm como
principal causa ferramentas eléctricas com
uma manutenção insuficiente.
f) Mantenha as ferramentas de corte
sempre afiadas e limpas. As ferramentas
de corte sujeitas a uma manutenção
adequada, com arestas de corte afiadas,
emperram com menos frequência e
controlam-se com maior facilidade.
g) Utilize a ferramenta eléctrica, os
acessórios, as brocas, etc., de acordo
com estas instruções, tendo em conta
as condições de trabalho e a tarefa a
ser efectuada. A utilização da ferramenta
eléctrica para fins diferentes dos previstos
poderá resultar em situações perigosas.
5) ASSISTÊNCIA
a) A sua ferramenta eléctrica só deve ser
reparada por um técnico qualificado
e só devem ser utilizadas peças
sobresselentes originais. Desta forma,
é garantida a segurança da ferramenta
eléctrica.
Página: 136
PORTUGUÊS
135
REGRAS DE SEGURANÇA
ESPECÍFICAS ADICIONAIS PARA
SERRAS CIRCULARES
Instruções de segurança para todas
as serras
a) PERIGO: mantenha as mãos
afastadas da área de corte e da lâmina.
Mantenha uma mão na pega principal e
a outra mão na pega auxiliar ou na caixa
do motor. Se ambas as mãos estiverem a
segurar a serra, não podem ser cortadas
pela lâmina.
b) Não toque na área por baixo da peça a
trabalhar. A protecção não o pode proteger
da lâmina por baixo da peça.
c) Ajuste a profundidade do corte para a
espessura da peça a trabalhar. Deverá ser
visível menos de um dente completo dos
dentes da lâmina por baixo da peça.
d) Nunca segure a peça a ser cortada com
as mãos ou as pernas. Fixe a peça a
trabalhar a uma plataforma estável. É
importante apoiar a peça correctamente para
minimizar a exposição do corpo, o bloqueio
da lâmina ou a perda de controlo da serra.
e) Segure a ferramenta eléctrica pelas
superfícies isoladas específicas para o
efeito ao efectuar uma operação em que
a ferramenta de corte possa entrar em
contacto com fios ocultos. O contacto
com um fio com tensão eléctrica irá fazer
com que as peças de metal expostas da
ferramenta eléctrica conduzam electricidade
e electrocutem o utilizador.
f) Ao serrar ao comprido, utilize sempre
uma guia de corte ou uma guia de
extremidades direitas. Isto melhora a
precisão do corte e reduz a hipótese de a
lâmina ficar presa.
g) Utilize sempre lâminas com o tamanho
e a forma correctos (losango versus
redondo) em relação aos orifícios de
fixação. As lâminas que não correspondam
ao equipamento de montagem da serra irão
rodar de forma excêntrica, causando a perda
de controlo da serra.
h) Nunca utilize anilhas ou parafusos
danificados ou incorrectos para fixar a
lâmina. As anilhas e os parafusos para fixar
a lâmina foram concebidos especialmente
para a sua serra, de forma a proporcionar
o melhor desempenho e a maior segurança
possíveis durante a utilização da mesma.
Causas e prevenção por parte do
utilizador do efeito de coice
– O efeito de coice é uma reacção súbita
resultante de uma lâmina de serra apertada,
presa ou desalinhada, fazendo com que a serra
salte descontroladamente da peça a trabalhar
em direcção ao utilizador;
– Quando a serra é apertada ou fica presa no
material a cortar, a lâmina pára e a reacção do
motor impulsiona a unidade rapidamente para
trás em direcção ao utilizador;
– Se a serra ficar empenada ou desalinhada no
corte, os dentes na extremidade traseira da
lâmina podem penetrar na superfície superior
da madeira, fazendo a lâmina saltar para trás
em direcção ao utilizador.
O efeito de coice é o resultado de uma
utilização abusiva da serra e/ou de condições ou
procedimentos de utilização incorrectos e pode ser
evitado tomando as precauções indicadas abaixo:
a) Segure a serra com firmeza com ambas
as mãos e posicione os seus braços
de forma a resistir à força do efeito de
coice. Posicione o seu corpo de um dos
lados da lâmina, mas não fique atrás da
mesma. O efeito de coice poderá fazer a
serra saltar para trás, mas a força do efeito
pode ser controlada pelo utilizador, desde
que sejam tomadas as devidas precauções.
b) Quando a serra estiver a ficar presa
ou quando interromper um corte por
qualquer razão, liberte o gatilho e
não mexa a serra até a lâmina ficar
completamente imóvel. Nunca tente
retirar a serra da peça a trabalhar nem
puxe a serra para trás quando a lâmina
estiver em movimento. Caso contrário,
poderá produzir-se o efeito de coice.
Investigue e tome acções correctivas para
eliminar a causa do bloqueio da lâmina.
c) Ao voltar a posicionar a serra na peça
a trabalhar, centre a lâmina da serra no
corte e verifique se os dentes da serra
não estão inseridos na peça. Se a lâmina
da serra estiver presa, poderá subir ou saltar
da peça a trabalhar quando voltar a ligar a
serra.
d) Fixe os painéis de grandes dimensões
para minimizar o risco de aperto da
lâmina e a ocorrência do efeito de
coice. Os painéis de grandes dimensões
tendem a vergar sobre o seu próprio peso.
É necessário colocar apoios por baixo de
ambos os lados dos painéis, perto da linha
de corte e da extremidade dos mesmos.
Página: 137
PORTUGUÊS
136
e) Não utilize lâminas gastas ou danificadas.
As lâminas não afiadas ou instaladas
incorrectamente produzem um corte pouco
profundo, causando uma fricção excessiva, o
bloqueio da lâmina e o efeito de coice.
f) As alavancas de bloqueio do ajuste do
bisel e da profundidade da lâmina têm de
ser fixas com firmeza antes de qualquer
corte. Se o ajuste da lâmina mudar durante
o corte, tal poderá resultar no bloqueio da
lâmina e, consequentemente, no efeito de
coice.
g) Tenha especial cuidado ao efectuar um
corte em paredes ou noutras áreas em
que não seja possível visualizar quaisquer
itens ocultos dentro das mesmas. A lâmina
saliente pode cortar objectos que possam
causar efeito de recuo.
Instruções de segurança para
resguardos inferiores
a) Verifique se a protecção inferior fecha
correctamente antes de cada utilização.
Não utilize a serra se a protecção
inferior não se mover livremente e fechar
instantaneamente. Nunca bloqueie
nem prenda a protecção inferior na
posição aberta. Se a serra for deixada cair
acidentalmente, a protecção inferior poderá
ficar danificada. Levante a protecção inferior
com a pega de retracção e certifique-se de
que a protecção se move livremente e não
toca na lâmina ou em qualquer outra peça
em todos os ângulos e profundidades de
corte.
b) Verifique o funcionamento da mola
da protecção inferior. Se a protecção
e a mola não estiverem a funcionar
correctamente, têm de ser reparadas
antes de utilizar a serra. A protecção
inferior poderá funcionar lentamente devido a
peças danificadas, depósitos pegajosos ou
uma acumulação de detritos.
c) A protecção inferior deverá ser levantada
manualmente apenas para cortes
especiais, tais como cortes directos e
compostos. Levante a protecção inferior
puxando a pega de retracção; logo
que a lâmina entre em contacto com a
peça a trabalhar, a protecção inferior
tem de ser libertada. Nos outros tipos de
corte, a protecção inferior deverá funcionar
automaticamente.
d) Verifique sempre se a protecção inferior
está a cobrir a lâmina antes de pousar a
serra na bancada ou no chão. Uma serra
não protegida a rodar livremente irá fazer
a serra andar para trás, cortando qualquer
objecto que se encontre no seu caminho.
Esteja consciente do tempo que demora à
lâmina para parar após libertar o gatilho.
Avisos de segurança adicionais para
as serras circulares
• Utilize protecção para os ouvidos. A
exposição ao ruído pode provocar surdez.
• Utilize uma máscara para o pó. A exposição
a partículas de pó pode provocar dificuldades
de respiração e possível lesão.
• Não utilize lâminas com diâmetro superior
ou inferior ao recomendado. Para saber
as medidas adequadas da lâmina, consulte
os dados técnicos. Utilize apenas as lâminas
especificadas neste manual, em conformidade
com a norma EN 847-1.
• Nunca utilize rodas de corte abrasivas.
• Não utilize acessórios com alimentação a
água.
• Utilize grampos ou outro sistema prático
para apoiar e fixar a peça numa plataforma
estável. Segurar a peça com a mão ou contra
o corpo pode causar instabilidade e perda de
controlo.
• Posicione o corpo num dos lados da
lâmina, mas não alinhado com a lâmina da
serra. O RECUO pode fazer com que a serra
seja projectada para trás (consulte Causas e
prevenção por parte do utilizador do efeito
de recuo e RECUO).
• As saídas de ventilação frequentemente
obstruem as peças em movimento e devem
ser evitadas. As roupas largas, as jóias ou o
cabelo comprido podem ficar presos nestas
peças.
Riscos residuais
Os seguintes riscos são inerentes à utilização de
serras circulares:
– Ferimentos causados ao tocar nas peças
rotativas ou em peças quentes da ferramenta.
Apesar da aplicação dos regulamentos de
segurança relevantes e da implementação de
dispositivos de segurança, alguns riscos residuais
não podem ser evitados. Estes riscos são os
seguintes:
– Danos auditivos.
– Risco de trilhar os dedos ao substituir um
acessório.
Página: 138
PORTUGUÊS
137
– Riscos de saúde causados pela inalação de
serradura produzida ao trabalhar em madeira.
Símbolos na ferramenta
A ferramenta apresenta os seguintes símbolos:
Leia o manual de instruções antes de
utilizar este equipamento.
Use uma protecção auditiva.
Use uma protecção ocular.
POSIÇÃO DO CÓDIGO DE DATA (FIG. 1)
O código de data (jj), o qual também inclui o
ano de fabrico, está impresso na superfície do
equipamento.
Exemplo:
2012 XX XX
Ano de fabrico
Conteúdo da embalagem
A embalagem contém:
1 Serra circular
1 Lâmina da serra circular
1 Chave inglesa da lâmina
1 Guia longitudinal
1 Tubo de extracção de serradura
1 Manual de instruções
1 Esquema ampliado dos componentes
• Verifique se a ferramenta, as peças ou os
acessórios foram danificados durante o
transporte.
• Leve o tempo necessário para ler atentamente
e compreender todas as instruções neste
manual antes de utilizar o equipamento.
Descrição (fig. 1)
ATENÇÃO: nunca modifique a
ferramenta eléctrica nem qualquer um
dos seus componentes. Tal poderia
resultar em danos ou ferimentos.
a. Interruptor de accionamento
b. Botão de desbloqueio do interruptor de
accionamento
c. Pega principal
d. Bloqueio da lâmina
e. Tampa
f. Pega auxiliar
g. Alavanca de ajuste do bisel
h. Mecanismo de ajuste do ângulo do bisel
i. Placa de base
j. Resguardo inferior da lâmina
k. Parafuso de fixação da lâmina
l. Alavanca do resguardo inferior
m. Resguardo superior da lâmina
UTILIZAÇÃO ADEQUADA
Estas serras circulares de uso industrial foram
concebidas para aplicações de corte de madeira
profissionais. NÃO utilize acessórios de alimentação
por água com esta serra. NÃO utilize discos ou
lâminas abrasivas. NÃO o utilize em locais húmidos
ou na presença de líquidos ou gases inflamáveis.
Estas serras de uso industrial são ferramentas
eléctricas profissionais. NÃO permita que crianças
entrem em contacto com a ferramenta. É necessária
supervisão quando estas ferramentas forem
manuseadas por utilizadores inexperientes.
• Este produto não deve ser utilizado por pessoas
(incluindo crianças) que sofram de capacidades
físicas, sensoriais ou mentais reduzidas, falta de
experiência e/ou conhecimentos, a menos que
estejam acompanhados de uma pessoa que se
responsabilize pela sua segurança. As crianças
nunca devem ficar sozinhas com este produto.
Segurança eléctrica
O motor eléctrico foi concebido apenas para uma
voltagem específica. Verifique sempre se a tensão
da tomada de electricidade corresponde à voltagem
indicada na placa com os requisitos de alimentação
da ferramenta.
A sua ferramenta da DEWALT possui
isolamento duplo, em conformidade com
a norma EN 60745. Por conseguinte, não
é necessária qualquer ligação à terra
Se o cabo de alimentação estiver danificado, este
tem de ser substituído por um cabo especialmente
preparado, disponível através dos centros de
assistência da DEWALT.
Utilizar uma extensão
Se for necessário utilizar uma extensão, use uma
extensão aprovada com 3 núcleos, adequada
para a potência de alimentação desta ferramenta
(consulte os Dados técnicos). O diâmetro mínimo
do fio condutor é 1,5 mm2
; o comprimento máximo
da extensão é 30 m.
Página: 139
PORTUGUÊS
138
Ao utilizar uma bobina de cabo, desenrole sempre o
cabo na íntegra.
MONTAGEM E AJUSTES
ATENÇÃO: Para reduzir o risco de
lesão, desligue a unidade e retire a
ficha da fonte de alimentação antes
de instalar ou remover acessórios,
antes de fazer ajustes ou alterar
configurações ou fizer reparações.
Um arranque acidental pode causar
lesões.
Mudar de lâmina
INSTALAR A LÂMINA (FIG. 2–5)
1. Utilizando a alavanca de resguardo inferior
(l), recolha o resguardo inferior da lâmina (j) e
coloque a lâmina no eixo da serra contra a
anilha de fixação interna (n), certificando-se
de que a lâmina roda na direcção correcta (a
direcção da seta de rotação na lâmina da serra
e os dentes devem apontar para a mesma
direcção da seta de rotação na serra). Não
parta do pressuposto que a etiqueta na lâmina
estará sempre virada para si quando estiver
instalada. Quando recolher o resguardo inferior
da lâmina para instalar a lâmina, verifique o
estado e o funcionamento do resguardo inferior
da lâmina para certificar-se de que funciona
correctamente. Certifique-se de que se desloca
livremente e não toca na lâmina nem em
qualquer outra parte, em todos os ângulos e
profundidades de corte.
2. Coloque a anilha de fixação externa (o) no eixo
da serra com a extremidade biselada virada
para fora. Certifique-se de que o diâmetro de
30 mm na parte lateral da fixação encaixa no
orifício de 30 mm na lâmina da serra, para
assegurar-se que a lâmina fica centrada.
3. Enrosque à mão o parafuso de fixação da
lâmina (k) no eixo da serra (o parafuso tem
roscas no lado direito e deve ser rodado para a
direita para apertá-lo).
4. Accione o bloqueio da lâmina (d) ao mesmo
tempo que gira o eixo da serra com a chave
inglesa da lâmina (p) que se encontra junto
da pega principal (c) (fig. 5), até o bloqueio
da lâmina ficar encaixado e a lâmina parar de
rodar.
5. Aperte o parafuso de fixação da lâmina com
firmeza utilizando a chave inglesa da lâmina.
AVISO: nunca engate o bloqueio da
lâmina quando a serra estiver em
funcionamento nem o engate para
parar a ferramenta. Nunca ligue a serra
quando o bloqueio do veio estiver
engatado. Podem ocorrer danos graves
na serra.
SUBSTITUIR A LÂMINA (FIG. 2–5)
1. Para libertar o parafuso de fixação da lâmina
(k), accione o bloqueio da lâmina (d) e rode o
eixo da serra até a chave inglesa da lâmina (p),
que se encontra junto da pega principal (c), até
o bloqueio da lâmina engatar e a lâmina parar
de rodar. Com o bloqueio da lâmina engatado,
rode o parafuso de fixação da lâmina para a
esquerda com a chave inglesa da lâmina (o
parafuso tem roscas no lado direito e deve ser
rodado para a esquerda para apertá-lo).
2. Retire o parafuso de fixação da lâmina (k) e a
anilha de fixação externa (o). Remova a lâmina
antiga.
3. Limpe qualquer serradura acumulada no
resguardo ou na anilha de fixação e verifique o
estado e funcionamento do resguardo inferior
da lâmina, tal como indicado anteriormente.
Não lubrifique esta área.
4. Escolha a lâmina adequada para a aplicação
(consulte Lâminas). Utilize sempre lâminas
com o tamanho (diâmetro) correcto num orifício
central com o tamanho e as formas adequadas
para montagem no eixo da serra. Certifique-
se sempre de que a velocidade máxima
recomendada (rpm) indicada na lâmina da serra
atinge ou excede a velocidade (rpm) da serra.
5. Siga os passos 1 a 5 indicados em Instalar a
lâmina, certificando-se de que a lâmina roda
na direcção adequada.
RESGUARDO INFERIOR DA LÂMINA
ATENÇÃO: o resguardo inferior da
lâmina é uma função de segurança
que reduz o risco de ferimentos
graves. Nunca utilize a serra se o
resguardo inferior estiver em falta,
apresentar danos, estiver montado
incorrectamente ou não funcionar em
condições. Não conte com o resguardo
inferior da lâmina para protegê-lo
em todas as circunstâncias. A sua
segurança depende do cumprimento
de todos os avisos e precauções, bem
como do funcionamento correcto da
serra. Verifique se o resguardo fecha
bem antes de cada utilização. Se o
Página: 140
PORTUGUÊS
139
resguardo inferior da lâmina estiver em
falta ou não funcionar correctamente,
a serra deve ser reparada antes de
a utilizar. Para garantir a segurança
e a fiabilidade do equipamento, a
reparação, manutenção e o ajuste
devem ser efectuados num centro de
assistência autorizado do equipamento,
autorizado ou noutra organização
de assistência qualificada, utilizando
sempre peças sobresselentes idênticas.
VERIFICAR O RESGUARDO INFERIOR (FIG. 1)
1. Desligue a ferramenta e retire a ficha da fonte
de alimentação.
2. Rode a alavanca inferior do resguardo (fig. 1, l)
da posição totalmente fechada para a posição
totalmente aberta .
3. Liberte a alavanca e aguarde até ao resguardo
(j) voltar à posição totalmente fechada.
A ferramenta deve ser reparada num centro de
assistência qualificado se:
• não voltar para a posição totalmente fechada,
• mover de maneira intermitente ou lenta, ou
• entrar em contacto com a lâmina ou qualquer
parte da ferramenta em qualquer ângulo e
profundidade de corte.
LÂMINAS
ATENÇÃO: use sempre protecção
ocular para minimizar o risco de lesões
oculares. O carboneto é um material
duro, mas frágil. Quaisquer objectos
estranhos na peça a trabalhar, tais
como arame ou pregos podem fazer
com que as pontas fiquem rachadas
ou partidas. Utilize a serra apenas se
o resguardo da lâmina da serra estiver
instalado. Monte a lâmina com firmeza
com a rotação adequada antes de a
utilizar e use sempre uma lâmina limpa e
afiada.
Diâmetro Dentes Aplicação
190 mm 18 Corte longitudinal
rápido
190 mm 24 Corte longitudinal
190 mm 40 Utilização geral
Se necessitar de assistência no que respeita às
lâminas, contacte o seu fornecedor DEWALT local.
Recuo
O efeito de recuo é uma reacção súbita a uma
lâmina de serra comprimida, presa ou desalinhada,
fazendo com que uma serra descontrolada se
levante e se solte da peça na direcção do operador;
Se a lâmina ficar comprimida ou presa na zona
de corte, a lâmina bloqueia e a reacção do motor
direcciona a unidade rapidamente na direcção do
utilizador; Se a lâmina ficar dobrada ou desalinhada
na zona de corte, os dentes na extremidade
posterior da lâmina possam ficar presos na
superfície superior da madeira, fazendo com que a
lâmina se liberte da zona de corte e se direccione
para o utilizador.
É mais provável a ocorrência de recuo numa das
seguintes situações.
1. APOIO INCORRECTO DA PEÇA DE
TRABALHO
A. A curvatura ou elevação incorrecta da peça
cortada pode comprimir a lâmina e dar
origem a recuo (fig. 24).
B. O corte de material apoiado nas
extremidades exteriores só irá resultar em
recuo. À medida que o material cede, fica
encurvado, diminuindo o corte de serra e
bloqueando a lâmina (fig. 24).
C. O corte de uma peça em arco ou suspensa
ao contrário na vertical pode causar recuo.
A queda da peça cortada pode bloquear a
lâmina.
D. O corte de arestas estreitas e compridas
pode causar recuo. A aresta cortada pode
curvar ou dobrar, diminuindo a zona de corte
e dobrando a lâmina.
E. Se o resguardo inferior ficar preso na
superfície abaixo do material que está a ser
cortado, o controlo do operador diminui
temporariamente. A serra pode levantar-se
parcialmente para fora da área de corte,
aumentando a probabilidade da lâmina ficar
dobrada.
2. REGULAÇÃO INCORRECTA DA
PROFUNDIDADE DE CORTE NA SERRA
Para tornar o corte mais eficiente, a lâmina deve
ficar ligeiramente saliente, mostrando apenas
um dente, tal como indicado na figura 8. Isto
permite suportar a lâmina com o apoio e evitar
a torção e o bloqueio da serra no material.
Consulte a secção intitulada Profundidade do
ajuste de corte.
Página: 141
PORTUGUÊS
140
3. TORÇÃO DA LÂMINA (ALINHAMENTO
DEFICIENTE DURANTE O CORTE)
A. Se aplicar demasiada força no corte, a
lâmina pode ficar dobrada.
B. Se tentar rodar a lâmina durante o corte
(tentar voltar à linha assinalada), a lâmina
pode ficar dobrada.
C. Se se esticar demasiado ou utilizar a
serra em desequilíbrio, a lâmina pode ficar
dobrada.
D. Se utilizar outra mão para segurar a serra ou
mudar de posição durante o corte, a lâmina
pode ficar dobrada.
E. Se puxar a serra para libertar a lâmina, esta
pode ficar dobrada.
4. UTILIZAÇÃO DE LÂMINAS EMBOTADAS
OU SUJAS
As lâminas embotadas dificultam a inserção
da serra. Para compensar esta dificuldade, o
utilizador tem de empurrar a lâmina com mais
força, o que sobrecarrega a unidade, podendo
dobrar a lâmina na zona de corte. As lâminas
gastas também podem ter uma capacidade
de libertação insuficiente, o que aumenta a
probabilidade de torção e aumento da carga.
5. REINICIAR UM CORTE COM OS DENTES
DA LÂMINA ENCRAVADOS NO MATERIAL
A serra deve ser colocada novamente à
velocidade de funcionamento total antes de
iniciar ou reiniciar um corte depois da serra ter
sido parada com a lâmina na zona de corte. Se
não o fizer, pode causar bloqueio ou recuo.
Quaisquer outras situações que possam resultar
em compressão, bloqueio, torção ou alinhamento
deficiente da lâmina podem causar recuo. Consulte
as secções Regras de segurança específicas
adicionais para serras circulares e Lâminas
para saber que procedimentos e técnicas podem
minimizar a probabilidade de recuo.
Profundidade do ajuste de corte
(fig. 6–8)
1. Levante a alavanca de ajuste de profundidade
(q) para libertá-la.
2. Para obter a profundidade de corte correcta,
alinhe a marca adequada na alça de ajuste de
profundidade (s) com a ranhura (r) no resguardo
superior da lâmina.
3. Aperte a alavanca de ajuste da profundidade.
4. Para um corte mais eficiente com uma lâmina
de serra com ponta de carboneto, regule o
ajuste de profundidade de modo a que metade
de um dente fica saliente abaixo da superfície
da madeira que pretende cortar.
5. A figura 8 mostra um método para verificar
a profundidade de corte correcta. Coloque o
pedaço de material que pretende cortar ao
longo da parte lateral da lâmina, como indicado
na figura e verifique que quantidade do dente
fica saliente para além do material.
AJUSTE DA ALAVANCA DE AJUSTE DE PROFUNDIDADE
(FIG. 7)
Pode ser necessário ajustar a alavanca de ajuste
de profundidade (q). Pode soltar-se com o tempo e
bater na placa de base antes de ficar apertado.
Para apertar a alavanca:
1. Segure na alavanca de ajuste de profundidade
(q) e liberte a contra-porca (t).
2. Ajuste a alavanca de ajuste de profundidade,
rodando-a para a direcção pretendida cerca de
1/8 de uma rotação.
3. Volte a apertar a porca.
Ajuste do ângulo do bisel (fig. 9)
O mecanismo de ajuste do ângulo em bisel (h) pode
ser regulado entre 0° e 57°.
Para obter uma melhor precisão de corte, utilize as
marcas de ajuste fino que se encontram no suporte
articulado (v).
1. Levante a alavanca de ajuste de bisel (q) para
libertá-la.
2. Incline a placa de base para o ângulo
pretendido, alinhando o indicador da inclinação
(u) com a marca do ângulo pretendido no
suporte articulado (v).
3. Baixe a alavanca de ajuste de bisel para voltar a
apertá-la.
Bloqueio para cortes em bisel (fig. 9)
Os modelos DWE575 e DWE576 estão equipados
com uma função de bloqueio para cortes em bisel.
À medida que inclina a placa de base, irá ouvir um
som de encaixe e sentir que a placa de base pára
tanto a 22,5 como a 45 graus. Se algum destes
valores corresponder ao grau pretendido, baixe a
alavanca (g) para voltar a apertá-la. Se pretende
outro ângulo, continue a inclinar a placa de base
até o indicador de nível grosseiro (w) ou o indicador
de valor preciso (u) ficar alinhado com a marca
pretendida.
Página: 142
PORTUGUÊS
141
Indicador de comprimento de corte
(fig. 10)
As marcas indicadas na parte lateral da placa
de base mostram o comprimento da ranhura
que pretende cortar no material à profundidade
máxima do corte. As marcas estão indicadas em
incrementos de 5 mm (1/5").
Montagem e ajuste da guia paralela
(fig. 11)
A guia paralela (x) é utilizada para fazer um corte
paralelo até à extremidade da peça a trabalhar.
MONTAGEM
1. Afrouxe o botão de ajuste da guia paralela (y)
para permitir a passagem da guia paralela.
2. Insira a guia paralela (x) na placa de base (i), tal
como indicado.
3. Aperte o botão de ajuste da guia paralela (y).
AJUSTE
1. Afrouxe o botão de ajuste da guia (y) e regule a
guia paralela (x) para a largura pretendida.
O ajuste pode ser lido na régua da guia
paralela.
2. Aperte o botão de ajuste da guia (y).
Montar o tubo de extracção de
poeiras (fig. 1, 6, 12)
A serra circular DWE575/DWE576 circular é
fornecida com um tubo de extracção de poeiras.
INSTALAÇÃO DO TUBO DE EXTRACÇÃO DE POEIRAS
1. Afrouxe totalmente a alavanca de ajuste de
profundidade (q).
2. Coloque a placa de base (i) na posição mais
baixa.
3. Alinhe a metade esquerda do tubo de
extracção de poeiras (gg) sobre o resguardo
superior da lâmina (m), como indicado.
Certifique-se de que insere a patilha na ranhura
de encaixe na ferramenta. Quando estiver
instalada correctamente, encaixa por completo
ao longo da profundidade original do indicador
de corte.
4. Alinhe a peça do lado direito com a da
esquerda.
5. Insira os parafusos e aperte-os com firmeza.
Sistema de trilhos de guia
(DWE576, fig. 13)
Os trilhos de guia, disponíveis em diferentes
comprimentos como acessórios, permitem a
utilização da serra circular para cortes precisos
e rigorosos e, ao mesmo tempo, protegem a
superfície da peça de trabalho contra danos. Em
conjunto com os acessórios adicionais, é possível
efectuar cortes em ângulo precisos, cortes em
esquadria e trabalhos de montagem com o sistema
de trilhos de guia.
Estão disponíveis grampos (dd) para fixar o trilho de
guia (bb) na peça de trabalho (fig. 13). A utilização
dos grampos (dd) garante a fixação em segurança
do trilho de guia (bb) na peça de trabalho (cc) para
permitir um trabalho mais seguro. Depois de regular
o trilho de guia na linha de corte e fixá-lo na peça de
trabalho, isso impede qualquer movimento durante
o corte.
IMPORTANTE: A régua de altura disponível no
equipamento está regulada para utilizar a serra sem
um trilho de guia. Quando a serra é utilizada no
trilho de guia, a diferença em termos de altura é de
cerca de 5,0 mm.
REGULAR A SERRA CIRCULAR COM O TRILHO DE GUIA
(FIG. 1, 14)
A distância entre a serra circular e o trilho de guia
(fig. 14, bb) deve ser o mínimo possível para permitir
os melhores resultados de corte. Quanto menor for
esta distância, melhor será o acabamento da linha
recta na peça de trabalho.
A distância pode ser regulada com os dois
ajustadores de calha (fig. 1, z, aa) para cada canal
na base para um corte a 0° (z) e para cortes em
bisel entre 1-45° (aa). Os ajustadores de calha
são cames de precisão que permitem a redução
da distância entre o equipamento e o trilho de
guia. Depois dos ajustadores serem regulados,
o movimento lateral da serra durante o corte é
mínimo, permitindo um corte sem problemas.
NOTA: os ajustadores estão regulados de
fábrica para uma distância mínima, podendo ser
necessário ajustá-los e regulá-los antes de utilizar
o equipamento. Siga as seguintes instruções sobre
como regular a serra circular no trilho de guia.
TENHA EM ATENÇÃO O SEGUINTE: regule os
ajustadores de calha na serra ao trilho de guia.
1. Afrouxe o parafuso dentro do ajustador de
calha para permitir o ajuste entre a serra e o
trilho de guia.
Página: 143
PORTUGUÊS
142
2. Recolha o resguardo inferior e coloque
o equipamento sobre o trilho de guia,
certificando-se de que a lâmina se encontra na
posição mais elevada.
3. Rode o ajustador até a serra ficar bloqueada no
trilho de guia.
IMPORTANTE: certifique-se de que a serra
está devidamente encaixa no trilho, de modo a
poder empurrar a serra para a frente. Certifique-
se de que a serra não se desloca.
4. Rode o ajustador ligeiramente para trás até a
serra deslizar facilmente ao longo do trilho.
5. Fixe o ajustador de valha na respectiva posição
e aperte novamente o parafuso.
NOTA: ajuste SEMPRE o sistema quando o utilizar
com outros trilhos.
Os ajustadores de calha estão agora configurados
para minimizar qualquer desvio lateral quando
efectuar cortes com a serra no trilho de guia.
Antes de utilizar a serra, é necessário ajustar o
resguardo de protecção anti-fragmentos (ee) no
trilho de guia. Consulte Ajustar o resguardo anti-
fragmentos.
AJUSTAR O RESGUARDO ANTI-FRAGMENTOS (FIG. 14)
O trilho de guia (bb) está equipado com um
resguardo anti-fragmentos (ee) que deve ser
ajustado à serra antes da primeira utilização.
O resguardo anti-fragmentos (ee) encontra-se em
cada extremidade do trilho de guia (fig. 14). O
objectivo do resguardo anti-fragmentos é fornecer
ao utilizador uma linha de corte visível da lâmina,
reduzindo ao mesmo tempo a projecção de aparas
ao longo da extremidade de corte da peça durante
o corte.
IMPORTANTE: Leia SEMPRE e siga a secção
Ajustar a serra circular com o trilho de guia
antes de cortar com o resguardo anti-fragmentos!
PASSOS PARA AJUSTAR O RESGUARDO ANTI-FRAGMEN-
TOS (FIG. 15–18)
1. Coloque o trilho de guia (bb) sobre um pedaço
de madeira (ff) com um comprimento mínimo
de 100 mm de saliência em relação à peça de
trabalho. Utilize um grampo para certificar-se de
que o trilho de guia está fixado em segurança
na peça de trabalho. Isto irá garantir a precisão.
2. Regule a unidade para uma profundidade de
corte de 20 mm.
3. Coloque a parte da frente da serra sobre
a extremidade saliente do trilho de guia,
certificando-se de que a lâmina está
posicionada na parte da frente da extremidade
do trilho (fig. 16).
4. Ligue a serra e corte lentamente o resguardo de
fragmentos ao longo de todo o comprimento
do trilho numa única operação contínua. A
extremidade do resguardo de fragmentos
corresponde agora exactamente à extremidade
de corte da lâmina (fig. 17).
Para ajustar o resguardo anti-fragmentos no outro
lado do trilho de guia retire a serra do trilho e rode-o
num ângulo de 180°. Repita os passos 1 a 4.
NOTA: se necessário, pode cizelar o resguardo de
fragmentos para um ângulo de 45° e, em seguida,
repetir os passos 1 a 4. Isto permite utilizar um dos
lados do trilho para efectuar cortes em paralelo e o
outro do trilho está regulado para cortes em bisel
com um ângulo de 45° (fig. 18).
NOTA: se o resguardo anti-fragmentos estiver
regulado para cortes em paralelo em ambos os
lados, quando o equipamento está biselado, a
lâmina não irá cortar rigorosamente ao longo da
extremidade do resguardo anti-fragmentos. Isto
deve-se ao facto do ponto de articulação do bisel
do equipamento não estar fixo e da lâmina se
deslocar quando o equipamento está biselado.
UTILIZAR O CANAL CORRECTO (FIG. 19–21)
A placa de base da serra é composta por dois
canais. Um canal permite fazer cortes paralelos e
outro permite efectuar cortes em bisel.
Os indicadores na parte da frente da placa de base
(fig. 19) indicam que canal é adequado para cada
aplicação. Quando fizer cortes, certifique-se de que
a linha na placa de base está alinhada com o canal
no trilho de guia. A Figura 20 mostra a serra na
posição de corte em paralelo relativamente ao trilho
de guia. A Figura 21 mostra a serra na posição de
corte em bisel relativamente ao trilho de guia.
Antes de qualquer utilização
• Certifique-se de que os resguardos foram
montados correctamente. O resguardo da
lâmina da serra deve estar na posição fechada.
• Certifique-se de que a lâmina da serra roda na
direcção da seta na lâmina.
• Não utilize lâminas de serra muito gastas.
FUNCIONAMENTO
Instruções de utilização
ATENÇÃO: cumpra sempre as
instruções de segurança e os
regulamentos aplicáveis.
Página: 144
PORTUGUÊS
143
ATENÇÃO: para reduzir o risco
de ferimentos graves, desligue
a ferramenta e, em seguida,
desligue-a da fonte de alimentação
antes de efectuar quaisquer ajustes
ou de retirar/instalar dispositivos
complementares ou acessórios. Um
arranque acidental pode causar lesões.
Posição correcta das mãos (fig. 22)
ATENÇÃO: para reduzir o risco de
ferimentos graves, utilize SEMPRE
a ferramenta com as suas mãos na
posição correcta (exemplificada na
figura).
ATENÇÃO: para reduzir o risco de
ferimentos graves, segure SEMPRE
a ferramenta com segurança,
antecipando uma reacção súbita por
parte da mesma.
A posição correcta das mãos requer a colocação
de uma mão na pega principal (c) e a outra na pega
auxiliar (f).
Ligar e desligar a ferramenta (fig. 1)
Por motivos de segurança, o interruptor de
accionamento (a) da sua ferramenta está equipado
com um botão de desbloqueio (b).
Prima o botão de bloqueio para desbloquear a
ferramenta.
Para ligar a ferramenta, prima o interruptor de
accionamento (a). Depois de premir o interruptor
de accionamento, o interruptor de desbloqueio é
activado automaticamente para evitar um arranque
não pretendido da máquina.
AVISO: não LIGUE nem DESLIGUE a
ferramenta se a lâmina da serra tocar na
peça a trabalhar ou noutros materiais.
Apoio da peça de trabalho
(fig. 23–26)
ATENÇÃO: para reduzir o risco de
ferimentos graves, apoie a peça de
trabalho correctamente e segure a
serra com firmeza para impedir a
perda de controlo.
As Figuras 23 e 25 mostram a posição de serragem
adequada. As Figuras 24 e 26 mostram uma
situação não segura. As mãos devem manter-se
afastadas da área de corte e o cabo de alimentação
deve ser colocado longe da área de corte, de modo
a não ficar preso ou pendurado na área de trabalho.
Para evitar o recuo, coloque SEMPRE um apoio
sobre a tábua ou um painel PERTO da área de
corte, (fig. 23 e 25). NÃO coloque um apoio sobre
a tábua ou um painel longe da área de corte (fig. 24
e 26). Quando utilizar a serra, mantenha o cabo
afastado da área de corte e impeça que fique
pendurado na peça de trabalho.
DESLIGUE SEMPRE A SERRA ANTES DE
EFECTUAR QUAISQUER AJUSTES! Coloque a
peça de trabalho com o lado “adequado” — cujo
aspecto seja o mais importante — virado para
baixo. A serra corta para cima, para que quaisquer
aparas sejam projectadas para a superfície de
trabalho, que está virada para cima quando efectua
a serragem.
Corte
ATENÇÃO: Nunca tente utilizar a
ferramenta colocando-a virada para
baixo numa superfície de trabalho nem
aproxime o material da ferramenta.
Fixe sempre a peça em segurança
e aproxime a ferramenta da peça de
trabalho, segurando a ferramenta com
firmeza com duas mãos, como indicado
na figura 25.
Coloque a parte maior da placa de base da
serra nessa parte da peça de trabalho que deve
ser apoiada com firmeza e não na parte que irá
cair como resultado do corte. Por exemplo, a
figura 25 mostra a maneira CORRECTA de cortar a
extremidade de uma tábua. Fixe sempre a peça de
trabalho. Não segure as peças curtas com as mãos!
Não se esqueça de apoiar o material em arco ou
suspenso. Tenha cuidado quando serrar o material
na parte inferior da peça.
Certifique-se de que a serra atinge a velocidade
máxima antes de colocá-la em contacto com
o material a cortar. Se ligar a serra encostada
ao material que pretende cortar ou se estiver
empurrada para a frente na zona de corte, pode
ocorrer recuo. Empurre a serra para a frente a uma
velocidade que permita à lâmina cortar sem exercer
demasiado esforço. A rigidez e firmeza podem variar
na mesma peça e as áreas nodosas ou húmidas
podem dificultar o trabalho da serra. Se isto ocorrer,
empurre a serra mais devagar, mas com força
suficiente para mantê-la em funcionamento, sem
reduzir demasiado a velocidade. Se forçar a serra,
podem ocorrer cortes irregulares, imprecisos, recuo
e sobreaquecimento do the motor. Se o corte
começar a desviar-se da linha de corte, não tente
alinhá-lo para a trajectória inicial. Liberte o interruptor
e deixe a lâmina parar por completo. Em seguida,
Página: 145
PORTUGUÊS
144
pode retirar a serra, procurar uma nova linha de
corte e iniciar um novo corte ligeiramente próximo
do corte incorrecto. Seja qual for a circunstância,
retire a serra sempre que quiser desviar o corte.
Forçar uma correcção dentro da área de corte,
poderá bloquear a serra e causar recuo.
SE A SERRA BLOQUEAR, LIBERTE O GATILHO E
APOIE A SERRA ATÉ SE SOLTAR. CERTIFIQUE-
SE DE QUE A LÂMINA ESTÁ DIREITA NA ÁREA
DE CORTE E LIMPE A EXTREMIDADE DE CORTE
ANTES DE REINICIAR O TRABALHO.
Quando terminar o corte, liberte o gatilho e deixe a
lâmina parar antes de levantar a serra da peça. À
medida que levantar a serra, o resguardo de encaixe
accionado por uma mola fecha-se automaticamente
debaixo da lâmina. Tenha em atenção que a lâmina
irá ficar exposta quando isto ocorrer. Nunca toque
na parte inferior da peça de trabalho por qualquer
motivo. Quando for necessário recolher o resguardo
de encaixe manualmente (necessário para efectuar
cortes ligeiros), utilize sempre a alavanca de
retracção.
NOTA: se cortar barras finas, tenha cuidado e
certifique-se de que os pedaços cortados pequenos
não ficam pendurados na parte interior do
resguardo inferior.
CORTE LIGEIRO (FIG. 27)
ATENÇÃO: nunca fixe o resguardo da
lâmina numa posição levantada. Nunca
puxe a serra para trás quando efectuar
cortes ligeiros. Isto pode fazer com que
a unidade se projecte para cima da
superfície de trabalho, podendo causar
ferimentos.
É possível fazer cortes ligeiros em pavimentos,
paredes ou em quaisquer superfícies planas.
1. Ajuste a placa de base da serra para que
a lâmina efectue o corte à profundidade
pretendida.
2. Incline a serra para a frente e deixe a parte da
frente da placa de base sobre o material que
pretende cortar.
3. Utilizando a alavanca do resguardo inferior,
recolha o resguardo inferior da lâmina para
cima. Baixe a parte inferior da placa de base
até os dentes da lâmina tocarem ligeiramente
na linha de corte.
4. Liberte o resguardo da lâmina (o contacto
da lâmina com a peça a trabalhar irá mantê-
la numa posição para abrir-se lentamente
à medida que iniciar o corte). Retire a mão
da alavanca do resguardo e agarre na pega
auxiliar (f), como indicado na figura 27.
Posicione o corpo e o braço de modo a resistir
contra o recuo, caso ocorra.
5. Antes de iniciar o corte, certifique-se de que a
lâmina não está em contacto com a superfície
de corte.
6. Ligue o motor e baixe a serra gradualmente até
a placa de base ficar apoiada sobre o material
que pretende cortar. Empurre a serra para a
frente ao longo da linha de corte até o corte ser
concluído.
7. Liberte o gatilho e deixe a lâmina parar por
completo antes de retirar a lâmina do material.
8. Quando iniciar um novo corte, siga os
procedimentos indicados acima.
Extracção de serradura (fig. 30)
ATENÇÃO: risco de inalação de poeira.
Para reduzir o risco de ferimentos, use
SEMPRE uma máscara anti-poeira
aprovada.
A ferramenta inclui um tubo de extracção de
serradura (gg).
As mangueiras de vácuo da maior parte dos
aspiradores de vácuo encaixam directamente no
tubo de extracção de poeira.
ATENÇÃO: Utilize SEMPRE um
extractor de vácuo concebido em
conformidade com as directivas
aplicáveis no que respeita à emissão
de serradura durante o corte de
madeira. Os tubos de vácuo da maioria
dos aspiradores comuns encaixam
directamente na saída de extracção de
serradura.
MANUTENÇÃO
A sua ferramenta eléctrica da DEWALT foi concebida
para funcionar durante um longo período de tempo
com uma manutenção mínima. Uma utilização
continuamente satisfatória depende de uma
manutenção apropriada da ferramenta e de uma
limpeza regular.
ATENÇÃO: para reduzir o risco de
ferimentos, desligue a unidade e
retire a respectiva ficha da tomada
de electricidade antes de instalar e
retirar acessórios, ajustar ou alterar
a configuração do equipamento
ou efectuar reparações. Um
accionamento acidental da ferramenta
pode causar ferimentos.
Página: 146
PORTUGUÊS
145
Lubrificação
Os rolamentos esféricos com lubrificação
automática são utilizados na ferramenta e não
é necessário lubrificá-los novamente. Contudo,
recomenda-se que, uma vez por ano, leve ou
envie a ferramenta a um centro de assistência para
proceder a uma limpeza, inspecção e lubrificação
completas da caixa de engrenagens.
Limpeza
ATENÇÃO: retire os detritos e as
partículas da caixa da unidade com ar
comprimido seco sempre que houver
uma acumulação de detritos dentro das
aberturas de ventilação e à volta das
mesmas. Use uma protecção ocular e
uma máscara contra o pó aprovadas ao
efectuar este procedimento.
ATENÇÃO: nunca utilize dissolventes
ou outros químicos abrasivos para
limpar as peças não metálicas da
ferramenta. Estes químicos poderão
enfraquecer os materiais utilizados
nestas peças. Utilize um pano
humedecido apenas com água e sabão
suave. Nunca deixe entrar qualquer
líquido para dentro da ferramenta.
Da mesma forma, nunca mergulhe
qualquer peça da ferramenta num
líquido.
RESGUARDO INFERIOR
O resguardo inferior deve sempre rodar e fechar-
se sem problemas de uma posição totalmente
aberta para uma totalmente fechada. Verifique
sempre o funcionamento correcto antes de
efectuar qualquer corte, abrindo o resguardo por
completo e deixando-o fechar. Se o resguardo se
fechar lentamente ou não fechar por completo, é
necessário limpá-lo ou enviá-lo para reparação. Só
deve utilizar a serra se funcionar correctamente.
Para limpar o resguardo, utilize ar seco ou uma
escova macia para remover toda a serradura ou
resíduos acumulados da trajectória do resguardo
e em torno da mola do resguardo. Se isto não
resolver o problema, é necessário enviá-lo para
reparação num centro de assistência autorizado.
Ajuste da placa de base
(fig. 5, 28, 29)
A placa de base foi regulada de fábrica para
assegurar que a lâmina está perpendicular à placa
de base. Se, após uma utilização prolongada, for
necessário alinhar novamente a lâmina, siga as
instruções indicadas abaixo:
AJUSTE PARA CORTES A UM ÂNGULO DE 90 GRAUS
1. Volte a colocar a serra num ângulo de bisel
de 0 .
2. Coloque a serra de lado e recolha o resguardo
inferior.
3. Regule a profundidade de corte para 51 mm
(cerca de 2").
4. Liberte a alavanca de ajuste do bisel (Fig. 29, g).
Coloque um esquadro contra a lâmina e a placa
de base, como indicado na figura 28.
5. Utilizando uma chave de fendas (p), rode o
parafuso de ajuste (hh) na parte de baixo da
placa de base até a lâmina e a placa de base
estarem ambas ao mesmo nível do esquadro.
Volte a apertar a alavanca de ajuste de bisel.
AJUSTE DA ALAVANCA DE AJUSTE DE BISEL (FIG. 29)
Pode ser necessário ajustar a alavanca de ajuste de
bisel (g). Pode soltar-se com a utilização e bater na
placa de base antes de apertar a alavanca.
Para apertar a alavanca:
1. Segure na alavanca de ajuste de bisel (g) e
liberte a contra-porca (ii).
2. Ajuste a alavanca de ajuste de bisel, rodando-a
para a direcção pretendida cerca de 1/8 de
uma rotação.
3. Volte a apertar a porca.
Lâminas
Uma lâmina embotada causa um corte ineficaz,
sobrecarga do motor da serra, projecção excessiva
de lascas e aumenta a probabilidade de ocorrência
do efeito de recuo. Substitua as lâminas quando já
não for fácil empurrar a lâmina através do corte, se
o motor estiver em esforço ou houver um aumento
excessivo de calor na lâmina. É recomendável ter
lâminas afiadas disponíveis para que possa utilizá-
las de imediato. As lâminas embotadas podem ser
afiadas na maioria das áreas.
Página: 147
PORTUGUÊS
146
A goma endurecida na lâmina pode ser removida
com querosene, terebentina ou um produto de
limpeza para fornos. As lâminas revestidas com
material anti-aderente podem ser utilizadas em
aplicações onde haja acumulação excessiva, tais
como madeira verde ou sujeita a tratamento por
pressão.
Acessórios opcionais
ATENÇÃO: uma vez que apenas
foram testados com este produto
os acessórios disponibilizados pela
DEWALT, a utilização de outros
acessórios com esta ferramenta poderá
ser perigosa. Para reduzir o risco
de ferimentos, apenas deverão ser
utilizados acessórios recomendados
pela DEWALT com este produto.
NÃO UTILIZE ACESSÓRIOS DE ALIMENTAÇÃO
POR ÁGUA COM ESTA SERRA.
EXAMINE VISUALMENTE AS LÂMINAS DE
CARBONETO ANTES DE AS UTILIZAR.
SUBSTITUA-AS SE APRESENTAREM DANOS.
Consulte o seu revendedor para obter mais
informações sobre os acessórios apropriados.
Proteger o meio ambiente
Recolha de lixo selectiva – este produto
não deve ser eliminado juntamente com
o lixo doméstico normal.
Se, um dia, o seu produto da DEWALT tiver de ser
substituído ou já não tiver utilidade, não se desfaça
do mesmo juntamente com o lixo doméstico.
Disponibilize este produto para recolha selectiva.
A recolha selectiva de embalagens
e produtos usados permite que os
materiais sejam reciclados e utilizados
novamente. A reutilização de materiais
reciclados ajuda a prevenir a poluição
ambiental e reduz a procura de
matérias-primas.
Os regulamentos locais podem especificar a recolha
selectiva de produtos eléctricos na sua residência,
em centros municipais de resíduos ou através do
revendedor que lhe fornecer um novo produto.
A DEWALT disponibiliza um serviço de recolha
e reciclagem dos respectivos produtos quando
estes tiverem atingido o fim da sua vida útil. Para
tirar partido deste serviço, entregue o seu produto
em qualquer agente de reparação autorizado, o
qual procederá à respectiva recolha em nome da
DEWALT.
Poderá verificar a localização do agente de
reparação autorizado mais perto de si contactando
o representante local da DEWALT através da morada
indicada neste manual. Em alternativa, poderá
encontrar na internet (em www.2helpU.com)
uma lista dos agentes de reparação autorizados
da DEWALT, bem como os dados de contacto
completos do nosso serviço pós-venda.
Página: 148
PORTUGUÊS
147
GARANTIA
A DEWALT confia na qualidade dos seus
produtos e, como tal, oferece uma garantia
excepcional aos utilizadores profissionais
deste equipamento. Esta declaração de
garantia complementa os seus direitos
contratuais enquanto utilizador profissional
ou os seus direitos legais enquanto utilizador
privado não profissional, não os prejudicando,
seja de que forma for. A garantia é válida
nos Estados-membros da União Europeia e
nos países-membros da Zona Europeia de
Comércio Livre.
• GARANTIA DE SATISFAÇÃO DE 30 DIAS •
Se não estiver completamente satisfeito
com o desempenho da sua ferramenta da
DEWALT, basta devolvê-la ao revendedor
no prazo de 30 dias, juntamente com
a respectiva embalagem e todos os
componentes originais, para obter um
reembolso total ou trocá-la por outra
ferramenta. O produto apenas poderá ter
sido sujeito a um desgaste normal, sendo
necessário apresentar uma prova de compra.
• CONTRATO DE UM ANO DE
ASSISTÊNCIA GRATUITA •
Se necessitar de manutenção ou assistência
para a sua ferramenta DEWALT, num
período de 12 meses após a respectiva
data de compra, terá direito a um visita de
assistência gratuita. Esta visita será efectuada
gratuitamente num agente de reparação
autorizado da DEWALT. Será necessário
apresentar uma prova de compra. Inclui
mão-de-obra. O serviço inclui a mãode- obra,
mas exclui quaisquer acessórios e peças
sobresselentes, a não ser que estes se
tenham avariado ao abrigo da garantia.
• GARANTIA TOTAL DE UM ANO •
Se o seu produto da DEWALT apresentar
um funcionamento anómalo resultante de
materiais ou mão-de-obra defeituosos num
período de 12 meses após a respectiva data
de compra, a DEWALT garante a substituição
gratuita de todas as peças defeituosas ou, de
acordo com o nosso critério, a substituição
gratuita da unidade, desde que:
• O produto não tenha sido utilizado
incorrectamente ou de forma abusiva;
• O produto apenas tenha sido sujeito a
um desgaste normal;
• Não tenham sido realizadas reparações
por pessoas não autorizadas;
• Seja apresentada uma prova de compra;
• O produto seja devolvido juntamente
com a respectiva embalagem e todos os
componentes originais.
Se quiser apresentar uma reclamação,
contacte o seu revendedor ou verifique a
localização do seu agente de reparação
DEWALT mais próximo, indicado no
catálogo DEWALT ou contacte um escritório
da DEWALT na morada indicada neste
manual. Poderá encontrar na Internet uma
lista dos agentes de reparação autorizados da
DEWALT, bem como os dados de contacto
completos do nosso serviço pós-venda no
site: www.2helpU.com.

Perguntas e respostas

Ainda não há perguntas sobre o DeWalt DWE576.

Pede informação sobre o DeWalt DWE576

Tens uma pergunta sobre o DeWalt DWE576 mas não consegues encontrar uma resposta no manual de utilizador? Provavelmente os utilizadores do ManualsCat.com podem ajudar-te a responder à tua pergunta. Ao completar o seguinte formulário, a tua pergunta irá aparecer abaixo do manual do DeWalt DWE576. Certifica-te de descrever o problema encontrado no DeWalt DWE576 na forma mais precisa possível. Quanto mais precisa for a tua pergunta, mais possibilidades terás de receber rapidamente uma resposta por um outro utilizador. Receberás automaticamente um e-mail para informar-te que alguém respondeu à tua pergunta.